INNOVATION AND EXCELLENCE SINCE 1992
Início
  >  
Categorias
  >  
Desintoxicação
  >  
Magnesium Malate 800 mg
Magnesium Malate 800 mg
Magnesium Malate 800 mg

Forma de magnésio com elevada biodisponibilidade.

  • Eficaz contra a obstipação.
  • Quelante de alumínio.
  • Parece reduzir a dor, a sensibilidade e a depressão em pessoas com fibromialgia.

Quantidade : 120 comprimidos 20.00 €
(23.61 US$)
juntar ao cesto

+Certificado de Análise

Partilhe o seu testemunho

Malato de magnésio, uma forma patenteada de magnésio

O malato de dimagnésio, uma forma patenteada de magnésio, é constituído por uma molécula de ácido málico à qual se ligam duas moléculas de magnésio e constitui uma excelente fonte de magnésio e de ácido málico, com uma biodisponibilidade elevada. Além disso, como o malato não reage com os ácidos gástricos, não perturba o funcionamento do sistema digestivo, como pode por vezes acontecer com outras formas de magnésio.

O magnésio encontra-se em quantidades significativas em todo o corpo e é utilizado em inúmeras reacções, incluindo o relaxamento muscular, a coagulação sanguínea e a produção de ATP, a principal molécula de energia do organismo. Esta é produzida no decurso do ciclo de Krebs, o principal ciclo bioquímico da produção de energia nas mitocôndrias celulares. O ácido málico, um constituinte natural de inúmeros frutos e legumes, pertence ao grupo dos alfa-hidroxi-ácidos. É igualmente sintetizado no organismo no ciclo de Krebs e está também ele implicado na produção de energia. A acumulação de alumínio nos tecidos nervosos é provavelmente responsável por problemas graves e desempenha certamente um papel importante no aparecimento de patologias como a doença de Alzheimer ou a doença de Parkinson. No cérebro, o alumínio destroi a estrutura dos neurónios, deixando-os à fome, extraindo o magnésio da tubulina, uma glicoproteína responsável pelo fabrico dos microtúbulos indispensáveis à sua necessária rigidez. Um consumo cronicamente fraco de magnésio está associado a um aumento dos níveis de acumulações tóxicas de alumínio, destruidoras dos microtúbulos.

O ácido málico atravessa facilmente a barreira hemato-encefálica e liga-se ao alumínio no cérebro, evitando assim uma acumulação indesejável deste metal. Por outro lado, o malato de dimagnésio é um excelente quelante e, ao trocar o seu magnésio por alumínio, elimina o alumínio do organismo deixando o magnésio disponível para os neurónios.

Encontram-se deficiências relativas em magnésio e em ácido málico na fibromialgia, uma doença corrente que afecta principalmente mulheres com mais de cinquenta anos. Vários estudos mostraram que a toma de um suplemento em malato de magnésio alivia os sintomas desta doença; surgem melhorias da mialgia após 48 horas de tratamento. Um dos estudos mostrou igualmente que 1200 mg de ácido málico associados a 300 mg de magnésio tomados duas vezes por dia durante 2 a 6 meses melhoram significativamente os níveis de energia e a função muscular e reduzem o nível de dor de pacientes com fibromialgia.
Dose diária: 3 comprimidos
Número de doses por caixa: 40
Quantidade por dose
Magnésio (de 2 400 mg de malato de dimagnésio) 480 mg
Ácido málico (de 2 400 mg de malato de dimagnésio) 1 656 mg
Outros ingredientes: celulose microcristalina, estearato de magnésio, dióxido de silício.

Cada cápsula vegetal contém 800 mg de malato de dimagnésio.


Tomar uma a três comprimidos por dia, às refeições.

Precauções: Não exceda a dose diária recomendada. Este produto é um suplemento nutricional que não devem substituir uma dieta variada e equilibrada. Manter fora do alcance das crianças. Armazenar longe de luz, calor e umidade. Como com qualquer suplemento nutricional, consulte um profissional de saúde antes de usar se estiver grávida, amamentando ou se você tiver um problema de saúde.
A Sociedade
Telefone-nos:
+352 264 955
8:00am - 7:00pm
close