INNOVATION AND EXCELLENCE SINCE 1992
Início
  >  
Categorias
  >  
Nutrição cerebral
  >  
Smart Pills
Smart Pills
Novo
Smart Pills

Uma fórmula de estimulação cerebral excepcional (nootrópica)

  • Contém Bacopa monnieri que potencia as capacidades de memória e de concentração
  • Contém vitamina B12 que optimiza o funcionamento do sistema nervoso e contribui para reduzir a fadiga nervosa
  • Contém Gingko biloba que aumenta a circulação cerebral e o metabolismo neuronal
  • Rico em cafeína e em L-teanina
see review

Quantidade : 60 Cáp. veg. 33.00 €
(37.44 US$)
juntar ao cesto

+Certificado de Análise

O que é Smart Pills?

Smart Pills é um suplemento nutricional destinado a optimizar o funcionamento do cérebro e a propiciar a eficácia intelectual. Foi concebido a partir de seis ingredientes diferentes, dos quais dois nootrópicos naturais históricos: Bacopa monnieri e Ginkgo biloba, vitamina B12 – cujo papel relativamente ao sistema nervoso é agora reconhecido cientificamente – cafeína, taurina e teanina.

O leque das suas acções contribui para o bem-estar e os desempenhos cognitivos: a memória, a microcirculação cerebral, o esforço intelectual, a recuperação, a atenção… Todos actuam em simbiose para dar este pequeno estímulo que nos permite ser mais performantes e mais atentos.

Para que serve Smart Pills?

Smart Pills destina-se a quem deseja:

  • potenciar a sua motivação em bloco;
  • ultrapassar desafios de natureza cognitiva;
  • melhorar os estados de humor;
  • recuperar a eficácia no trabalho;
  • atingir o “flow”, um estado de graça mental caracterizado por uma hiper concentração e imersão total numa determinada actividade;
  • aumentar a sua eficácia;
  • enfrentar as tarefas que tem a cumprir de forma lúcida (clareza mental).

Em que ocasiões devemos tomar uma cápsula de Smart Pills?

  • durante um exame e durante as revisões que o antecedem;
  • nos dias em que a carga de trabalho é pesada;
  • nos dias em que os esforços intelectuais exigidos são elevados, intensos;
  • antes de um acontecimento stressante como uma apresentação oral, um concurso, uma entrevista de emprego, etc.
  • nos dias em que não se tem motivação;
  • nos dias de fadiga intelectual;
  • como cura para cortar hábitos de procrastinação e falta de atenção;
  • nos dias em que tem que tomar uma decisão importante;

Regra geral, Smart Pills é um suplemento para tomar quando sente que precisa de um “boost” ou de um nível de concentração adicional. Pode tomar uma cápsula de manhã ou antes de períodos de trabalho e de concentração prolongados.

Por outro lado, nada o impede de o utilizar diariamente durante longos períodos de tempo.

De que é composto Smart Pills?

Smart Pills contém cinco ingredientes principais, todos seleccionados pelos seus efeitos bem documentados no plano científico e pelo seu perfil de toxicidade irrepreensível. Como sempre, a SuperSmart teve o cuidado de utilizar matérias-primas de altíssima qualidade para cada um desses ingredientes.

smartpills

Um extracto de Bacopa monnieri normalizado a 50% de bacósidos


Os benefícios do Bacopa monnieri são bem conhecidos no plano das melhorias do sistema cognitivo e da memória (1-6), mas também da percepção visual, da impulsividade, da atenção, da linguagem (compreensão verbal e vocabulário) (7-8), da concentração, do raciocínio (9), da vivacidade de espírito, da velocidade de tratamento da informação (10), da memória associativa (11), da retenção de novas informações (12) e até da tendência para cometer erros (13-14).

Os seus principais constituintes químicos são as saponinas triterpénicas (bacosídeo A1, bacosídeo 13, bacopasaponinas, jujubogenina), as cucurbitacinas, as monierasidas, os flavonóides (luteolina e quercetina), os alcalóides e as cumarinas.

Os seus efeitos foram constatados tanto em crianças como em adultos, saudáveis ou não (15). Explicam-se por vários mecanismos de acção diferentes:

1) Uma melhoria da transmissão do influxo nervoso pelos bacósidos. Estes reparam os danos neuronais induzindo a actividade quinase, a síntese neuronal e restabelecendo a actividade sináptica (16). Têm um efeito antioxidante a vários níveis em todas as zonas do cérebro, nomeadamente nos astrócitos e nos fibroblastos, onde protegem contra as lesões do ADN (17).

2) Uma implicação no sistema GABA-érgico (18).

3) Uma influência na transmissão glutamatérgica (19) (redução da concentração de glutamato).

A dosagem de um extracto normalizado clássico contém geralmente 20% de bacosídeos A e B. O que incluímos em Smart Pills é normalizado a 50% destes compostos activos. A dosagem (300 mg a tomar ao longo do dia) corresponde às quantidades utilizadas nos ensaios clínicos (20).

L-teanina extraída do chá verde

Trata-se de um aminoácido presente no chá verde e determinadas estirpes de cogumelos. Segundo vários estudos preliminares, teria um efeito relaxante no sistema nervoso (21-22).

Poderia explicar porque razão beber chá verde diariamente ajudar a manter a vivacidade de espírito, melhora os desempenhos cognitivos (23) e a memória. Em 2014, trabalhos realizados haviam mostrado que um extracto de chá verde propiciava as conexões entre os neurónios (as sinapses) das pessoas que o bebiam relativamente às que não o bebiam (24). O chá verde parece também estimular a circulação sanguínea no cérebro (25).

Taurina

É um dos aminoácidos livres mais abundantes no organismo; encontra-se em quase todos os tecidos e principalmente nos tecidos excitáveis do corpo, como os músculos, a retina e o sistema nervoso.

O organismo consegue sintetizá-lo, no fígado e no cérebro, mas está dependente dos aportes alimentares para evitar as carências (26). Estima-se que as necessidades em taurina sejam de 40 a 400 mg por dia, em função de inúmeros parâmetros.

A taurina possui uma excelente biodisponibilidade quando é ingerida; chega rapidamente à circulação sanguínea e atravessa a barreira hemato-encefálica graças a veículos específicos. Chega depois ao parênquima cerebral, onde se junta à que foi sintetizada.

Concentra-se nas sinapses de determinadas regiões do córtex cerebral, onde desempenha o papel de transmissor inibidor; evita o excesso de estimulação provocado por índices elevados de aminoácidos (27). Participa também na potenciação a longo prazo (LTP), ou seja, no aumento significativo e duradouro da eficácia sináptica, por indução de uma cascata de eventos moleculares.

Vitamina B12 (metilcobalamina)

A metilcobalamina está envolvida na síntese dos neurotransmissores e na manutenção da camada de mielina, com um intuito de protecção e de eficácia das fibras nervosas.

Estudos recentes mostraram o seu interesse para potenciar a vigília e prevenir diversos problemas neurológicos. É unanimemente reconhecida para optimizar o funcionamento do sistema nervoso e contribuir para reduzir a fadiga nervosa.

Como não é possível ser sintetizada pelo corpo humano, revela-se indispensável fornecê-la através da alimentação. Como a vitamina B12 apenas está disponível em muito poucos alimentos e as necessidades dela aumentam em caso de stress oxidativo, sugere-se cada vez a toma de suplementos nutricionais.

Cafeína (anidro)

Presente no chá e no café, a cafeína é um alcalóide da família das metilxantinas. É rapidamente metabolizada pelo organismo e espalha-se por todos os tecidos, incluindo o cérebro.

A quantidade máxima de cafeína no sangue é atingida em menos de 60 minutos após a sua ingestão e é preciso esperar pelo menos 3 horas até que ela diminua para metade.

A experiência diária e dezenas de estudos científicos não deixam margem para dúvidas (28-30); actua como estimulante do sistema nervoso central, da atenção, da criatividade, da actividade intelectual e ajuda a combater a sonolência e o adormecer. Mas influencia também a elaboração do pensamento (cognição) diminuindo o tempo de reacção (31), melhorando a execução das tarefas simples, facilitando as tarefas de aprendizagem (32) e melhorando a capacidade de reter informações úteis à realização de tarefas posteriores (33).

Um extracto de Ginkgo biloba

Há quase 2800 anos que se conhecem as propriedades medicinais do Ginkgo biloba, uma árvore com 300 milhões de anos. As folhas são as mais apreciadas, em virtude da sua riqueza em terpenos, nomeadamente ginkgolídeos e bilobalídeos, mas também em diversos compostos polifenólicos e flavónicos.

Os extractos de Ginkgo biloba influenciam o metabolismo neuronal, melhorando a captação de glicose e de oxigénio. Isso deve-se à acção dos bilobalídeos nas mitocôndrias – pequenos organitos envolvidos na conversão e na utilização da energia. Este mesmo composto impede também a peroxidação dos lípidos cerebrais, com a ajuda dos ginkgolídeos, aumentando a actividade de um antioxidante endógeno – a glutatião transferase. Este efeito é amplificado pelos flavonóides, que protegem as células cerebrais dos radicais livres (34).

As perguntas frequentes dos internautas


Posso tomar duas cápsulas por dia?

Smart Pills foi concebido para cobrir todo o dia de trabalho (8 horas). Por isso é possível tomar uma cápsula de manhã e uma cápsula à noite, em caso de necessidade.

Posso tomar Smart Pills com outros suplementos nutricionais?

Smart Pills não tem vocação para cobrir necessidades de vitaminas e micronutrientes; por isso é possível tomá-lo com outros suplementos, como multivitaminas ou ácidos gordos ómega 3.

Na Índia, Bacopa monnieri é muitas vezes associado a Withania somnifera (Ashwagandha) para melhorar a memória e a aprendizagem.

É igualmente possível associar Smart Pills aos nossos suplementos Taurine 1000 mg, Methylcobalamine 1 mg ou Ginkgo biloba 60 mg.

Quais são as medidas que se devem associar a Smart Pills?

Contam-se pelo menos quatro medidas a associar a Smart Pills para acentuar o seu efeito de “boost”:

Um sono de qualidade. Vários estudos evidenciaram a importância do sono na memorização de novas informações. É durante esta fase que se realiza, de facto, a etapa de consolidação da memória. Uma curta noite de sono antes de um acontecimento importante pode, por conseguinte, alterar a memória, mas também a vivacidade, a concentração e o estado de vigília (35).

Uma alimentação rica em vitaminas do complexo B. As vitaminas do complexo B, em particular as vitaminas B1, B6, B9 e B12, desempenham um papel capital nos fenómenos cognitivos.

Uma boa hidratação. O facto de não se hidratar suficientemente (em média 2 litros de água por dia) conduz a problemas de concentração e de vigília.

Pausas regulares. Vários estudos sugerem que fazer pausas regularmente reforça a eficácia e a produtividade no trabalho. Desde que trabalhe sem se deixar distrair e não ceda ao “multi-tasking”, a tendência para fazer várias coisas ao mesmo tempo.

Smart Pills pode apresentar riscos ou provocar efeitos secundários a longo prazo?

Smart Pills não tem rigorosamente nada que ver com certos nootrópicos potencialmente perigosos por vezes utilizados pelos estudantes, como as anfetaminas ou os racetams. Contém extractos naturais utilizados há séculos, que não apresentam qualquer toxicidade, cafeína e taurina (cujo consumo regular foi reconhecido sem perigo pela AESA (Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos)). É por isso perfeitamente seguro nas doses recomendadas.

Actualização: 30/03/2018

Notas

Este produto não deve substituir uma alimentação diversificada e equilibrada nem um modo de vida saudável. Respeitar os conselhos de utilização, a dose diária aconselhada e a data limite de utilização. Desaconselhado para grávidas ou mulheres a amamentar e para crianças com menos de 15 anos. Manter fora do alcance das crianças. Conservar em local seco e fresco.

Referências

  1. Downey, L.A.; Kean, J.; Nemeh, F.; Lau, A.; Poll, A.; Gregory, R.; Murray, M.; Rourke, J.; Patak, B.; Pase, M.; et al. An acute, double-blind, placebo-controlled crossover study of 320 mg and 640 mg doses of a special extract of Bacopa monnieri (CDRI 08) on sustained cognitive performance. Phytother. Res. 2013, 27, 1407–1413.
  2. Benson, S.; Downey, L.A.; Stough, C.; Wetherell, M.; Zangara, A.; Scholey, A. An acute, double-blind, placebo-controlled cross-over study of 320 mg and 640 mg doses of Bacopa monnieri (CDRI 08) on multitasking stress reactivity and mood. Phytother. Res. PTR 2014, 28, 551–559.
  3. Stough, C.; Lloyd, J.; Clarke, J.; Downey, L.A.; Hutchison, C.W.; Rodgers, T.; Nathan, P.J. The chronic effects of an extract of Bacopa monniera (Brahmi) on cognitive function in healthy human subjects. Psychopharmacology, 2001, 156, 481–484.
  4. Morgan, A.; Stevens, J. Does Bacopa monnieri improve memory performance in older persons? Results of a randomized, placebo-controlled, double-blind trial. J. Altern. Complement. Med. 2010, 16, 753–759.
  5. Raghav, S.; Singh, H.; Dalal, J.S. Randomized controlled trial of standardized Bacopa monniera extract in age-associated memory impairment. Indian J. Psychiatry 2006, 48, 238–242.
  6. Barbhaiya, H.C.; Desai, R.P.; Saxena, V.S.; Pravina, K.; Wasim, P.; Geetharani, P.; Allan, J.J.; Venkateshwarlu, K.; Amit, A. Efficacy and tolerability of bacomind® on memory improvement in elderly participants—A double blind placebo controlled study. J. Pharmacol. Toxicol. 2008, 3, 425–434.
  7. Kean, J.D.; Downey, L.A.; Stough, C. A systematic review of the ayurvedic medicinal herb Bacopa monnieri in child and adolescent populations. Complement. Ther. Med. 2016, 29, 56–62.
  8. Downey, LA Kean, J et al. An acute, double-blind, placebo-controlled crossover study of 320 mg and 640 mg doses of a special extract of Bacopa monnieri (CDRI 08) on sustained cognitive performance. Phytother. Res. 2013, 27, 1407–1413.
  9. Dave, U.; Chauvan, V.; Dalvi, J. Evaluation of BR-16a (Mentat) in cognitive and behavioural dysfunction of mentally retarded children a placebo-controlled study. Indian J. Pediatr. 1993, 60, 423–428.
  10. Stough C, Lloyd J, Clarke J, et al (2001) The chronic effects of an extract of Bacopa monniera (Brahmi) on cognitive function in healthy human subjects. Psychopharmacology 156:481–4
  11. Dutta, B.; Barua, T.K.; Ray, J.; Adhikari, A.; Biswas, S.; Banerjee, S.; Roy, A.; Debnath, P.K. A study of evaluation of safety and efficacy of memomet, a multi herbal formulation (memomet) in the treatment of behavioural disorder in children. Int. J. Res. Pharm. Sci. 2012, 3, 282–286.
  12. Roodenrys A, Booth D, Bulzomi A, Phipps A, Micallef C, Smoker J. Chronic effects of Brahmi (Bacopa monnieri) on human memory. Neuropsychopharmacol 2002;27:279-81.
  13. Barkley, R.A. Behavioral inhibition, sustained attention, and executive functions: Constructing a unifying theory of adhd. Psychol. Bull. 1997, 121, 65–94
  14. Ault, R.L.; Crawford, D.E.; Jeffrey, W.E. Visual scanning strategies of reflective, impulsive, fast-accurate, and slow-inaccurate children on the matching familiar figures test. Child Dev. 1972, 43, 1412–1417
  15. Kean JD, Doxney LA, Stough C. Systematic Overview of Bacopa monnieri (L.) Wettst. Dominant Poly-Herbal Formulas in Children and Adolescents, Medicines 2017, 4, 86; doi:10.3390/medicines4040086
  16. Singh RH, Singh L (1980) Studies on the anti-anxiety effect of the Medyha Rasayana drug, Brahmi (Bacopa monniera Wettst.) — Part 1. J Res Ayur Siddha 1:133–48
  17. Singh HK, Dhawan BN. Neuropsychopharmacological effects of the Ayurvedic nootropic Bacopa monniera Linn. (Brahmi). Ind J Pharmacol 1997;29:S359-S65.
  18. Singh HK, Shanker G, Patnaik GK. Neuropharmacological | January-March 2010 | International Journal of Green Pharmacy 8 and anti-stress effects of bacosides: a memory enhancer. Ind J Pharmacol 1996;28:47.
  19. Hota SK, Barhwal K, Baitharu I, Prasad D, Singh S, Ilavazhagan. G. Bacopa monniera leaf extract ameliorates hypobaric hypoxia induced spatial memory impairment. Neurobiology of Disease 2009;34:23-39.
  20. No author listed. Bacopa Monniera. Monograph. Alt Med Rev 2004;9:79-85.
  21. Gray MA, Oliver C, Liley DT, Harrison BJ, Bartholomeusz CF, Phan KL, Nathan PJ. The acute effects of L-theanine in comparison with alprazolam on anticipatory anxiety in humans. LHumPsychopharmacol. 2004 Oct;19(7):457-65.
  22. Kimura K, Ozeki M, Juneja LR, Ohira H. L-Theanine reduces psychological and physiological stress responses. Biol Psychol. 2007 Jan;74(1):39-45
  23. Durlach PJ. The effects of a low dose of caffeine on cognitive performance. Psychopharmacology (Berl) 1998;140:116-9.
  24. Schmidt A et coll Green tea extract enhances parieto-frontal connectivity during working memory processing. Psychopharmacology (Berl). 2014 Oct;231(19):3879-88
  25. Wightman, E. L., Haskell, C. F., Forster, J. S., Veasey, R. C., and Kennedy, D. O. Epigallocatechin gallate, cerebral blood flow parameters, cognitive performance and mood in healthy humans: a double-blind, placebo-controlled, crossover investigation. Hum.Psychopharmacol. 2012;27(2):177-186
  26. Sturman Ja, Hepner G, Hofmann Af : « Metabolism of 35S Taurine in man » J Nutr, 1975, 105 : 1206-1214
  27. Pourrias B. « La Taurine : monographie » NAFAS, 2009, 7-2 : 7-13
  28. Smith A. Effects of caffeine in chewing gum on mood and attention. Hum Psychopharmacol. 2009 Apr;24(3):239-47.
  29. Adan A, Prat G, Fabbri M, Sànchez-Turet M. Early effects of caffeinated and decaffeinated coffee on subjective state and gender differences. Prog Neuropsychopharmacol Biol Psychiatry. 2008 Oct 1;32(7):1698-703. Epub 2008 Jul 15.
  30. Ker K, Edwards PJ, Felix LM, Blackhall K, Roberts I. Caffeine for the prevention of injuries and errors in shift workers. Cochrane Database Syst Rev. 2010 May 12;5:CD008508. Review.
  31. Jarvis MJ. Does caffeine intake enhance absolute levels of cognitive performance? Psychopharmacology (Berl). 1993;110(1-2):45-52.
  32. Smit HJ, Rogers PJ. Effects of low doses of caffeine on cognitive performance, mood and thirst in low and higher caffeine consumers. Psychopharmacology (Berl). 2000 Oct;152(2):167-73.
  33. Nehlig A. Is caffeine a cognitive enhancer? J Alzheimers Dis. 2010;20 Suppl 1:S85-94. Review.
  34. Tracy TS. Ginkgo biloba. in: Herbal Products: Toxicology and Clinical Pharmacology. 2e édition. Tracy T S, Kingston RL Eds Humana Press Inc. USA, 2007.
  35. Ellenbogen JM, Hulbert JC, Stickgold R, Dinges DF, Thompson-Schill SL. Interfering with theories of sleep and memory: sleep, declarative memory, and associative interference, Curr Biol., 2006 Jul 11;16(13):1290-4.

Dose diária: 2 cápsulas
Número de doses por caixa: 30

Quantidade
por dose

Bacopa monnieri normalizado o 50% de bacósidos 300 mg
L-teanina 200 mg
Taurina 200 mg
Ginkgo biloba normalizado a 24% flavona-glicósidos ginkgo e 6% de terpeno-lactonas 180 mg
Anidro de caféina 100 mg
Metilcobalamina 1 mg
Outros ingredientes: Goma de acácia.


adultos. Tomar 2 cápsulas por dia.

Precauções: Não exceda a dose diária recomendada. Este produto é um suplemento nutricional que não devem substituir uma dieta variada e equilibrada. Manter fora do alcance das crianças. Armazenar longe de luz, calor e umidade. Como com qualquer suplemento nutricional, consulte um profissional de saúde antes de usar se estiver grávida, amamentando ou se você tiver um problema de saúde.
 
Descubra alguns testemunhos dos nossos clientes
close

Gratuito

Obrigado pela sua visita; antes de partir

INSCREVA-SE NO
Club SuperSmart
E beneficie
de vantagens exclusivas:
Continuar as minhas compras
keyboard_arrow_up