0
pt
US
SuperSmartSuper-nutrition Nutranews
X
× Comprar por problema de saude Comprar por ingrediente As melhores vendas Novidades Promoção A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Início Comprar por problema de saude Anti-idade Nicotinamide Mononucleotide + Longevity Nutrients
Nicotinamide Mononucleotide + Longevity Nutrients
Anti-idade Opiniões de clientes
88.49 €(98.25 US$) em stock
Descrição
Fórmula otimizada para promover a longevidade
  • pode diminuir os danos oxidativos infligidos aos lípidos, às enzimas e ao ADN.
  • Contém substâncias antioxidantes, antimicrobianas e anti-inflamatórias variadas.
Suplemento de nicotinamida mononucleotídeo (NMN) para a longevidade
  • Pode melhorar a resposta metabólica ao envelhecimento.
  • Implicado nos benefícios proporcionados pela restrição calórica.
  • Suscetível de inverter o envelhecimento vascular.
-
+
juntar ao cesto
Lista de desejos
Nicotinamide Mononucleotide + Longevity Nutrients
Nicotinamide Mononucleotide + Longevity Nutrients Nicotinamide Mononucleotide + Longevity Nutrients Nicotinamide Mononucleotide + Longevity Nutrients
Longevity NutrientsAs investigações conduzidas nos últimos anos sobre as moléculas anti-envelhecimento levaram à descoberta de substâncias fundamentais que permitem aumentar, por vezes de forma significativa, o tempo de vida.

Longevity Nutrients agrupa numa única fórmula sinérgica as principais substâncias actualmente reconhecidas como potentes armas anti-envelhecimento, capazes de prolongar o tempo de vida com uma saúde perfeita. Este complexo pode ser tomado como complemento de outras substâncias anti-envelhecimento, para completar ou reforçar a actividade destas.

A L-carnosina

Também denominada beta-alanina-L-histidina, este dipéptido é uma molécula presente nas células humanas com uma duração de vida longa, como as células dos músculos esqueléticos e dos neurónios do cérebro, mas o seu teor tendo a diminuir com a idade – observa-se uma redução de 63% no tecido muscular entre os 10 e os 70 anos.

A L-carnosina é reconhecida pelas suas propriedades antioxidantes e pela sua capacidade de limitar os fenómenos de glicação, ou seja, de “caramelização” das proteínas. Protege as membranas celulares musculares da oxidação e permite ao músculo cardíaco contrair-se de forma mais eficaz.

Figura na lista reduzida dos constituintes que podem prolongar in vitro o tempo de vida das células humanas. Na verdade, demonstrou em meio de cultura, e em particular nos fibroblastos dos pulmões, que combate os danos e o encurtamento dos telómeros em cerca de 32%. Na presença da L-carnosina, os fibroblastos humanos registam oito a dez vezes mais divisões celulares antes de entrar em senescência, o que tem como consequência um alongamento substancial do tempo de vida celular.

A berberina

Durante experiências com animais, os investigadores demonstraram claramente que todas as substâncias que travam a acção da insulina permitem aumentar a esperança de vida. Por outro lado, é igualmente a este nível que actua a restrição calórica. Assim, todas as substâncias capazes de reduzir a insulinemia e a glicemia limitam o envelhecimento.

As medicinas chinesa e ayurvédica utilizam inúmeras plantas, entre elas, a Berberis vulgaris cujas bagas contêm um potente alcalóide vegetal: a berberina. Esta substância revela-se não só excelente para aumentar a sensibilidade das células à insulina, como também um muito bom mimético da restrição calórica, estimulando a enzima AMPK (Adenosine Monophosphate Kinase = adenosina monofosfato quinase) que impede ou repara os danos celulares.

É igualmente dotada de propriedades anti-cancro, protege o sistema vascular, mantém a densidade óssea e possui uma actividade preventiva no risco de demência.

A berberina actua no organismo como o medicamento Metformina, mas sem os riscos menores a ele associados. A capacidade da Metformina de prolongar o tempo de vida dos mamíferos está amplamente demonstrada.

Os polifenóis de maçã

Os polifenóis vegetais são uma das fontes mais promissoras para resolver os problemas associadas ao envelhecimento. Os contidos na maçã permitiram, em três estudos científicos recentes realizados com leveduras (Cerevisiae), vermes (C. elegans) e moscas (D. melanogaster), prolongar o respectivo tempo de vida em 12%. Estes resultados parecem ser explicados pela activação de genes que estimulam as defesas antioxidantes endógenas e pela inibição de outros genes implicados nas mortes prematuras.

Estudos epidemiológicos confirmam que o consumo de flavonóides em geral, e dos de maçã em particular, está correlacionado de forma positiva com a longevidade humana.

De entre estes polifenóis que se concentram na casca da maçã, a floridzina é um flavonóide do grupo das chalconas, que reduz a resistência à insulina e combate eficazmente a glicação por meio de vários mecanismos sinérgicos, como uma actividade específica na membrana do intestino delgado. Este mecanismo estaria também na origem da redução do armazenamento de gordura visceral.

As maçãs são igualmente ricas em ácido clorogénico, catequinas, epicatequinas e diversos taninos, que são também antioxidantes potentes (o valor ORAC é o triplo do do extracto de chá verde). Os polifenóis da maçã combatem os radicais livres, em especial induzindo um aumento de mais de 20% da actividade da paraoxanase, um antioxidante endógeno.

No âmbito da prevenção anti-envelhecimento, são utilizados sobretudo como agentes preventivos anti-cancro dado que reduzem o risco de cancro do cólon em perto de 50%.

O reishi

O reishi é utilizado com fins medicinais há mais de dois mil anos e foi merecidamente baptizado pelos antigos “o cogumelo da imortalidade”. Durante as últimas décadas, os investigadores concentraram-se na análise dos seus vários constituintes, tendo a ciência validado as suas múltiplas propriedades – que garantem ao organismo uma protecção global contra as diversas patologias que reduzem a longevidade.

De entre a centena de compostos activos presentes no reishi, os investigadores identificaram três substâncias específicas com potentes efeitos anti-envelhecimento:
  • os polissacáridos, que têm efeitos anti-cancro graças às suas capacidades de prevenir a formação anormal de vasos sanguíneos e de reforçar o sistema imunitário.
  • os triterpenos, que protegem o fígado, baixam a tensão arterial, reduzem os índices de colesterol, previnem a agregação das plaquetas – diminuindo assim o risco de AVC e de crise cardíaca – e, por último, possuem uma actividade anti-cancro.
  • o péptido Ganoderma lucidum, com potentes propriedades antioxidantes e uma proteína – a LZ-8 – que possibilita a activação dos receptores que modulam a imunidade.
O que torna este cogumelo único é a sua capacidade de agir em vários locais em simultâneo, desencadeando alterações importantes que contribuem para o aumento da longevidade: protege o ADN celular contra os danos oxidativos que contribuem para o envelhecimento e para o cancro; aumenta a expressão de um gene da longevidade e aumenta a esperança de vida de várias espécies, desde as leveduras e vermes primitivos aos mamíferos como o ratinho.

Os investigadores que utilizam o reishi em ratinhos de laboratório demonstraram claramente que o consumo deste cogumelo estava ligado a um aumento de 9 a 20% do tempo de vida dos animais, ou seja o equivalente a sete a dezasseis anos de esperança de vida adicional no ser humano.

A centrofenoxina

A centrofenoxina foi desenvolvida em 1959 e é amplamente utilizada no ser humano há mais de trinta anos para combater os distúrbios cerebrais associados ao envelhecimento e alteração da memória. É composta por duas substâncias, DMAE (dimetiletanolamina) e PCPA, potentes antioxidantes e capazes de proteger o cérebro das lesões radicalares.

Combate a redução dos ADN proteinícos associada à idade, o que permite de novo o armazenamento das informações na memória a longo prazo e a atenção após algumas semanas a tomar o suplemento.

A toma de centrofenoxina é, por isso, muito eficaz para contrariar o envelhecimento do cérebro, melhorar o funcionamento cerebral, dos neurónios e o consumo de oxigénio, o processo de memorização, as capacidades de concentração e de atenção. A centrofenoxina é sobretudo o único agente conhecido que permite reduzir a acumulação de lipofuscina – uma toxina associada ao envelhecimento – nas células do cérebro, do coração, dos pulmões e da pele. As células invadidas pela lipofuscina, uma espécie de “resíduo metabólico”, deixam de conseguir comunicar e de funcionar correctamente. A administração prolongada de centrofenoxina permitiu aumentar significativamente o tempo de vida dos animais de laboratório.

A L-teanina

Utilizada tradicionalmente para reduzir os sentimentos de stress, de ansiedade e de angústia, a L-teanina, extraída das folhas de chá verde (Camellia sinensis) revela ser também um aminoácido anti-envelhecimento específico. Sabe-se que a toma de concentrações elevadas de L-teanina tem um impacto na redução da obesidade, da hipertensão arterial, do ritmo cardíaco, dos níveis de lípidos no sangue e dos riscos de cancro.

Estudos alemães do departamento de nutrição humana, realizados em nemátodos do tipo C. elegans sugerem que esta substância consegue prolongar o tempo de vida em cerca de 3,6 a 4,4%. Segundo os investigadores “no seu todo, estes resultados indicam que a L-teanina aumenta o tempo de vida do verme C. elegans”, sugerindo o que este composto poderia ser avaliado nos mamíferos e no ser humano no domínio da prevenção do envelhecimento.

Esta fórmula, com constituintes activos seleccionados, pode ser tomada isolada ou ser completada por outras substâncias de ponta, como:
    o astragalósido IV e o cicloastragenol, que activam a telomerase, limitando assim o encurtamento dos telómeros;
  • a PQQ, que optimiza o funcionamento das mitocôndrias, regenerando assim o potencial energético celular;
  • o fucoidano, que propicia a regeneração celular e, mais especificamente, as células estaminais da medula óssea, ver: Stem Cells Activator;
  • ou ainda o resveratrol, um mimético da restrição calórica que aumenta globalmente o tempo de vida.

Para lutar de forma duradoura contra o envelhecimento do organismo, é também possível alternar a toma de Longevity Nutrients com outros suplementos alimentares anti-idade. A fórmula AMPK Booster reúne, por exemplo, três extratos naturais para reativar a AMPK. O complexo Natural Rapalogs contém 5 inibidores naturais da via de sinalização mTOR. Molécula inovadora da medicina anti-idade, a Nicotinamide Mononucleotide (NMN) pode igualmente suscitar o seu interesse.

ComposiçãoLongevity Nutrients
Dose diária: 4 cápsulas
Número de doses por caixa: 30
Quantidade por dose
L-carnosina 400 mg
Berberina (de 365 mg de extracto de Phellodendron amurense normalizado a 97% de berberina) 350 mg
Extracto de maçã normalizado a 80% de polifenóis 300 mg
Extracto de reishi normalizado a 20% de polissacáridos 300 mg
Centrofenoxina 300 mg
L-teanina 300 mg
Outros ingredientes: celulose microcristalina, estearato de magnésio, dióxido de silício.
Conselhos de utilizaçãoLongevity Nutrients
Adultos. Tomar 4 cápsulas por dia.
Nicotinamide Mononucleotide 125 mgEncontrar uma forma de travar o processo de envelhecimento é um sonho transgeracional. Este sonho pode muito bem tornar-se realidade desde que cientistas australianos e americanos acreditam ter encontrado um meio, não de fomentar uma “pausa”, mas sim de inverter o processo!

O mononucleotídeo de nicotinamida (NMN) é um precursor da biossíntese de NAD+ (nicotinamida adenina dinucleótido) e de NADH. Esta nova substância não deve ser confundida com outras já existentes no mercado, como o ribosídeo de nicotinamida (NR), apesar de algumas propriedades lhe serem comuns, em particular ao nível dos gene. O NMN é muito mais potente do que o NR.

Ensaios experimentais portadores de esperança para combater o envelhecimento

O NMN foi objecto de uma experimentação conduzida na Harvard Medical School pelo Prof. David Sinclair. Foi administrado a modelos de ratinhos e permitiu obter resultados clínicos impressionantes que poderiam dar origem a novos tratamentos contra o envelhecimento e as doenças ligadas à idade (cancro e diabetes de tipo 2).
O Prof. Sinclair e seus colaboradores injectaram esta substância rara em modelos de ratinhos com dois anos de idade. Constataram, decorrida apenas uma semana de tratamento, melhorias impressionantes ao nível muscular (redução da atrofia muscular), uma melhoria da resistência à insulina e uma redução da inflamação – que tornava impossível distinguir estes ratinhos de animais jovens. O Dr. Nigel Turner, farmacólogo na Universidade australiana NSW, afirmou a este propósito: “É como se um homem de sessenta anos se parecesse, em determinados aspectos, a um jovem de vinte anos.” E o Prof. Sinclair acrescentou: “Se estes resultados se mantiverem, o envelhecimento pode ser uma condição reversível, quando tratado rapidamente.”

Restabelecer a comunicação entre as mitocôndrias e o núcleo celular

As mitocôndrias estão no cerne do problema. Quando deixam de comunicar harmoniosamente entre si e com o núcleo celular, é um pouco como se as células ficassem sem a sua bateria energética, o núcleo celular atrofia e o envelhecimento aparece inevitavelmente.
Para o Prof. David Sinclair “O processo de envelhecimento é como um casal casado – quando os esposos são jovens comunicam bem, mas com o avançar do tempo, a comunicação deteriora-se. E tal como num casal, o restabelecimento da comunicação resolve o problema.”
Assim, para este investigador, o declínio da função e da comunicação mitocondrial é um fenómeno reversível! Ele explica que o NAD+ é o pilar central da comunicação celular. Este diminui significativamente com a idade e, para evitar a sua perda, apenas se conhecia até hoje o exercício físico intenso ou a restrição calórica.
No seu relatório publicado na revista Cell, os investigadores estabeleceram assim claramente que a injecção de NMN no modelo animal se transforma em NAD por forma a reparar os canais de comunicação alterados num período de tempo muito curto, ou seja menos de uma semana.
O relatório de actividade estabelecido pelo Prof. Sinclair, que esteve na origem dos estudos sobre o resveratrol, evidenciou que o NMN conseguia activar o conjunto dos sete genes SIRT envolvidos no prolongamento da longevidade.
O Prof. Sinclair considera portanto que o mononucleotídeo de nicotinamida está na origem de uma nova classe de “superdrug” que poderá prevenir o cancro (por inibição de HIF-1, uma molécula que interfere na comunicação intracelular e desempenha um papel no cancro) ou a doença de Parkinson e permitirá aumentar a esperança de vida até aos cento e cinquenta anos!

O que é o NAD+?

O NAD+ é uma coenzima de oxirredução presente em todas as células vivas. É constituída por dois nucleótidos ligados pelo respectivo grupo fosfato. Um nucleótido contém uma adenina, o outro uma nicotinamida. Ajuda as enzimas a transferir os electrões durante as reacções de oxirredução para formar ATP. Serve, portanto, para fornecer energia, mas o seu teor diminui em mais de metade nas células de um organismo idoso. As mitocôndrias produzem menos energia e a célula envelhece. Felizmente, este processo não é irreversível e os mecanismos energéticos intercelulares poderão ser restabelecidos se se aumentarem os níveis de NAD+.
Além disso, o NAD é um co-factor essencial das enzimas chave da longevidade, denominadas sirtuinas, que activa de forma directa. Estas sirtuinas são fundamentais para a esperança de vida, pois desactivam determinados genes que conduzem ao envelhecimento por via do processo inflamatório.
Deste modo, a diminuição conjugada dos níveis de sirtuinas 1 e 3, associada à de NAD+, pode acarretar fenómenos de degenerescência cerebral, de inflamação vascular, fadiga, uma perda de força muscular, uma acumulação de gorduras ao nível hepático e abdominal e uma resistência à insulina, conduzindo directamente à síndrome metabólica.
Todos estes fenómenos podem, por conseguinte, ser invertidos com a restrição calórica ou a toma de um suplemento com mononucleotídeo de nicotinamida.

Uma ajuda específica em caso de diabetes de tipo 2

O NMN permite assim prolongar a esperança de vida, mas é também promissor no tratamento da diabetes de tipo 2. Esta afecção degenerativa está intimamente ligada ao consumo excessivo de calorias e de gorduras que submergem as vias metabólicas adaptativas. Os estudos já realizados sobre esta substância mostram que o NMN melhora a tolerância à glicose restabelecendo os níveis de NAD+ nos ratinhos. Melhora a sensibilidade à insulina a nível hepático, restabelece a expressão dos genes ligados ao stress oxidativo, a resposta inflamatória e o ritmo circadiano, activando SIRT1.

Durante um colóquio sobre biologia do envelhecimento organizado pela Ellisson Medical Foundation, o Dr. Shin-Ichiro Imai demonstrou que as sirtuinas são necessárias para que a restrição calórica possa melhorar a actividade da orexina, uma hormona do cérebro que aumenta a sensibilidade das células à insulina e previne o aumento da gordura corporal. Mas as sirtuinas por si só não são suficientes e para que estes processos benéficos aconteçam, o NAD+ celular deve também existir. Contudo, este último diminui com a idade e com uma dieta rica em lípidos.
A boa nova, anunciada pelo Dr. Imai, é que – nos ratinhos que tomaram NMN – os investigadores constataram um aumento da síntese de NAD+, o que sugere que o NMN poderia ser um potencial tratamento para a diabetes de tipo 2.

O mononucleotídeo de nicotinamida, na dose média de 125 mg diários, ou seja, 1 cápsula por dia, poderia assim permitir, tanto no ser humano como nos ratinhos, conseguir uma reversão do processo natural do envelhecimento. Segundo o Prof. Sinclair, esta substância actua rapidamente e poderia também ser vantajoso para os jovens e saudáveis.
ComposiçãoNicotinamide Mononucleotide 125 mg
Dose diária: 1 cápsula
Número de doses por caixa: 30
Quantidade por dose
Mononucleotídeo de nicotinamida 125 mg
Outros ingredientes: goma de acácia
Conselhos de utilizaçãoNicotinamide Mononucleotide 125 mg
Adultos. Tomar 1 cápsula por dia.
Cada cápsula contém 125 mg de mononucleotídeo de nicotinamida.
Subscreva a nossa newsletter
e ganhe um desconto permanente de 5%

Os incontornáveis

Daily 3®Daily 3®

A fórmula multivitaminada mais completa que podemos tomar numa única cápsula

49.00 €(54.40 US$)
+
Lactobacillus gasseriLactobacillus gasseri

Uma estirpe probiótica particularmente eficaz na gestão do peso Em DR Caps™ gastro-resistentes para uma eficácia ideal

21.00 €(23.32 US$)
+
Novo
CBD 25 mgCBD 25 mg

Um analgésico natural e potente para eliminar as dores de forma duradoura

63.00 €(69.95 US$)
+
Melatonin Spray 1 mgMelatonin Spray 1 mg

Toda a eficácia da melatonina de libertação prolongada em spray sublingual facilmente doseável

18.00 €(19.99 US$)
+
Berberine 500 mgBerberine 500 mg

Uma nova arma natural e potente contra a diabetes de tipo II

32.00 €(35.53 US$)
+
Novo
Senolytic ComplexSenolytic Complex

Os senolíticos – uma fórmula revolucionária para destruir as células senescentes que estão na origem do envelhecimento

84.00 €(93.27 US$)
+
Vitamin D3 5000 UIVitamin D3 5000 UI

Para compensar os perigosos défices de vitamina D Vitamina lipossolúvel na forma oleosa = melhor biodisponibilidade

18.00 €(19.99 US$)
+
Super Omega 3 - 500 mgSuper Omega 3 - 500 mg

EPA e DHA: um produto o mais natural, puro, potente e estável do mercado

25.00 €(27.76 US$)
+
Super Curcuma 500 mgSuper Curcuma 500 mg

Fitosomas de curcuma - biodisponibilidade elevada Um novo extracto de curcuma patenteado, com uma biodisponibilidade 29 vezes superior!

45.00 €(49.96 US$)
+
Smart PillsSmart Pills

Uma fórmula de estimulação cerebral excepcional (nootrópica)

33.00 €(36.64 US$)
+
AntiOxidant SynergyAntiOxidant Synergy

Uma potente defesa antioxidante polivalente.

43.00 €(47.74 US$)
+
Nicotinamide Mononucleotide + Longevity Nutrients
-
+
88.49 €
(98.25 US$)
juntar ao cesto
© 1997-2019 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2019 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
x
secure