INNOVATION AND EXCELLENCE SINCE 1992
Início
  >  
Categorias
  >  
Alergias
  >  
Super Quercetin 500 mg
Super Quercetin 500 mg
Super Quercetin 500 mg

Uma fonte pura, uma concentração ideal e propriedades mais vastas

Disponibilidade : em stock

Quantidade : 60 comprimidos 42.00 €
(50.28 US$)
juntar ao cesto

+Certificado de Análise

A quercetina é um flavonol da família dos flavonóides – compostos fenólicos que conferem a cor às flores, aos frutos e aos legumes. Os alimentos que contêm uma quantidade notável de quercetina são o chá, a maçã, as cebolas roxas e brancas, seguidos pelo vinho tinto, os brócolos, os citrinos e os frutos vermelhos em geral (sabugueiro, arando, mirtilos…).

¤ Contudo, as fontes de quercetina não são todas equivalentes. Até à data, a única fonte reconhecida como “GRAS”, ou seja, “Generally Recognized As Safe” pelo FDA desde novembro de 2010 é a dos grãos e das vagens de uma árvore originária do Brasil, a Dimorphandra mollis, pertencente à família das leguminosas. Com efeito, esta forma (QU995™) contém 99,5% de quercetina de elevada pureza (garantida sem metais pesados) pelas suas propriedades exclusivas de extracção e de purificação patenteadas e com uma biodisponibilidade perfeita, com uma semi-vida mais longa. A assimilação da quercetina faz-se no intestino delgado e no cólon. O pico plasmático ocorre geralmente entre cinco e oito horas após a absorção, observando-se uma persistência de níveis significativos até 24 a 36 horas.

Apesar do grande número de estudos realizados sobre a quercetina, as suas propriedades não foram todas completamente enumeradas. Contudo, o conjunto dos trabalhos realizados até hoje permitiu evidenciar os benefícios notáveis da toma de suplementos.

Um antioxidante muito bom

Como todos os flavonóides, a quercetina reforça a parede dos capilares e de outros pequenos vasos sanguíneos, reduzindo a sua permeabilidade e possui virtudes antioxidantes. Permite assim lutar contra o stress oxidativo omnipresente.

Um anti-histamínico natural

A quercetina intervém nos fenómenos alérgicos, quer sejam ou não de natureza sazonal: asma, espirros, pruridos, febre dos fenos, eczema, urticária e rinites alérgicas. Na verdade, segundo vários estudos, a quercetina é eficaz na estabilização das membranas dos mastócitos, responsáveis pela libertação da histamina. Ao reduzir assim a desgranulação destas células, ela actua directamente na origem das reacções alérgicas e dos sintomas a elas associados.

Virtudes anti-inflamatórias

A quercetina possui propriedades anti-inflamatórias a partir dos 1000 mg por dia, repartidos ao longo do dia. De facto, este forte poder anti-inflamatório exerce-se principalmente inibindo a via do NF-kappaB, uma proteína que desempenha um papel crucial no controlo da expressão dos genes que codificam as citocinas pró-inflamatórias.

Os seus efeitos mais evidentes estão relacionados com a inflamação crónica da próstata ou das vias urinárias (cistite intersticial). Com efeito, um estudo realizado em dupla ocultação demonstrou que a toma de quercetina consegue aliviar de forma significativa os sintomas associados à inflamação crónica da próstata. Esta prostatite, que pode dever-se a uma infecção bacteriana, torna-se por vezes crónica em determinados homens. No âmbito desta pesquisa, 15 homens com prostatite crónica de origem não bacteriana tomaram 500 mg de quercetina duas vezes por dia. Ao fim de um mês, dois terços destes homens notaram uma redução de, pelo menos, 25% do seus males, ao passo que nos homens do grupo de controlo apenas 20% revelaram um tal alívio.

Num outro registo, a quercetina revela-se igualmente eficaz no alívio das dores da artrite, como demonstrou um relatório que estipula que ela poderia agir em apenas dois ou três dias à razão de um mínimo de 750 mg por dia.

Uma protecção muito eficaz do sistema cardiovascular

Estudos realizados com seres humanos na Finlândia evidenciaram os benefícios da toma de suplementos com quercetina na prevenção dos problemas coronários e na redução da percentagem de acidentes vasculares cerebrais. No animal, os ensaios in vitro mostraram um efeito protector contra as doenças cardiovasculares e ensaios clínicos confirmaram também o seu efeito hipotensor.

Além disso, nos sujeitos com excesso de peso, ela reduz os níveis de colesterol LDL e inibe a agregação das plaquetas sanguíneas, um mecanismo implicado no fenómeno da aterosclerose.

Uma possível arma anti-cancro

Segundo estudos americanos e finlandeses, a quercetina possuiria propriedades específicas de inibição do cancro do pâncreas e do fígado, provocando a apoptose das células cancerosas. Além disso, a American Cancer Society relata um estudo em seres humanos no qual uma combinação de quercetina e de curcumina permite reduzir o tamanho e a quantidade dos tumores rectais.

Estão em curso outros trabalhos realizados com animais para verificar se estas propriedades anti-cancro podem ser alargadas a outras formas.

Um excelente anti-idade

Na Rússia a quercetina é considerada uma substância anti-idade importante, denominada “Russian Rejuvenator”. Na realidade, ela poderia ter um efeito na longevidade, por um lado reduzindo o impacto de um determinado número de doenças crónicas e por outro, tendo um efeito directo na esperança de vida, pelo menos nos organismos experimentais – como o demonstraram vários estudos. Uma investigação portuguesa concluiu que a esperança de vida de células de levedura em cultura poderia aumentar em 60% e uma equipa de biologistas alemães demonstrou que alimentar o verme C. elegans com uma alimentação rica em flavonóides, de entre eles a quercetina, melhorava a sua saúde e a sua longevidade global, certamente activando um conjunto de quatro genes específicos.

Outros investigadores indicaram também que poderia imitar determinados efeitos da restrição calórica na esperança de vida, à semelhança do resveratrol.

Muito útil para os desportistas

Submetidos a esforços prolongados, os desportistas aumentam consideravelmente o stress oxidativo, a inflamação e as disfunções imunitárias. A toma de quercetina vai portanto permitir limitar os efeitos negativos de uma actividade física intensa, baixando os marcadores da inflamação e do stress oxidativo.

Por outro lado, estudos em dupla ocultação realizados com ciclistas que percorreram trinta quilómetros em montanha mostrou que a toma de um suplemento em quercetina por um período de três semanas permitiu melhorar os seus tempos em cerca de 3,1%, o que é considerável tendo em conta que este tipo de resultados é geralmente obtido com dopagem ou por atletas que vivem em zonas altas. Um outro estudo examinou igualmente o efeito da toma de um suplemento de 1000 mg de quercetina durante 14 dias, em contra-relógios efectuados em tapete rolante, tendo os resultados mostrado uma melhoria de 2,9% no desempenho.

Além disso, a quercetina permite reduzir a incidência das infecções respiratórias (vírus da constipação ou da gripe por exemplo) que podem ser contraídas após exercícios físicos intensos.

Sinergias possíveis

Frequentemente associada ao ácido L-ascórbico (vitamina C), a quercetina melhora a acção desta última no organismo aumentando a sua absorção e atrasando a sua eliminação. A quercetina e a vitamina C protegem-se e regeneram-se assim mutuamente. Por outro lado, como a bromelaína aumenta a eficácia da quercetina, pode ser vantajoso em certos casos associar a toma destas duas substâncias.

Utilização segura

Um exame exaustivo dos estudos dedicados à toxicidade e à carcinogenicidade revelou-se negativo e os estudos relacionados com o desenvolvimento e a reprodução não evidenciaram qualquer efeito nocivo. Contudo, como a quercetina poderia modificar a biodisponibilidade da “ciclosporina” – um medicamento imunossupressor utilizado preventivamente para evitar a rejeição dos transplantes de órgãos – é desejável não a utilizar em tais casos.
Dose diária: 2 cápsulas
Número de doses por caixa: 30
Quantidade por dose
QU995™ (extracto de Dimorphandra mollis normalizado a 99,5% de quercetina anidra) 1 000 mg
Outros ingredientes: celulose microcristalina, estearato de magnésio, dióxido de silício.
QU995™, Quercegen Pharmaceuticals, EUA.


Adultos. Tomar 1 a 2 comprimidos por dia, segundo as suas necessidades ou os conselhos do seu terapeuta. Cada comprimido contém 500 mg de quercetina QU995™.

Precauções: Não exceda a dose diária recomendada. Este produto é um suplemento nutricional que não devem substituir uma dieta variada e equilibrada. Manter fora do alcance das crianças. Armazenar longe de luz, calor e umidade. Como com qualquer suplemento nutricional, consulte um profissional de saúde antes de usar se estiver grávida, amamentando ou se você tiver um problema de saúde.
A Sociedade
Telefone-nos:
+352 264 955
8:00am - 7:00pm