0
pt
US
WSM
216948949
O seu carrinho está vazio.
Menu
Suplementos anti-gordura para uma barriga lisa

Quais os suplementos alimentares para ter uma barriga lisa?

Ostentar um perímetro abdominal firme e tonificado é possível! Descubra os melhores suplementos alimentares para recuperar uma barriga lisa.

Objetivo: barriga lisa – a que se deve a acumulação de gordura abdominal?

A acumulação excessiva de gorduras na região abdominal resulta frequentemente da conjugação de vários fatores, como a idade, a genética e a higiene de vida. Como pano de fundo, temos habitualmente uma alimentação demasiado rica em açúcares e em gorduras, um consumo de álcool significativo ou ainda uma maior sedentariedade (1-2).

Todavia, salientamos que o sexo masculino tem naturalmente maior predisposição para esta situação. Um facto que é explicado por uma repartição diferente do tecido adiposo: nos homens, o tecido adiposo concentra-se principalmente ao nível da barriga (o dito pneu...) ao passo que nas mulheres é mais frequente alojar-se nas ancas e na bacia (3). Esta tendência inverte-se por vezes depois da menopausa quando a descida dos níveis de estrogénios afeta o equilíbrio hormonal feminino, o que propicia o desenvolvimento da gordura abdominal (4). Importante: a barriga inchada não é necessariamente sinónimo de gordura visceral (a gordura que circunda os órgãos da digestão e pode ser nociva para a saúde, a longo prazo). Por vezes, trata-se simplesmente de inchaços abdominais recorrentes, ou de uma gravidez (5). Aliás, as grávidas são afetadas por este fenómeno duplo, dado que a pressão intra-abdominal exercida pelos órgãos uterinos ocasiona frequentemente desconfortos digestivos.

3 conselhos “queima-gorduras” para ter uma barriga lisa

  • Adote bons hábitos alimentares. Os ácidos gordos em excesso, nomeadamente saturados, acumulam-se nas células adiposas (adipócitos) na forma de triglicéridos e contribuem para o desenvolvimento da massa gorda (6). Atenção igualmente aos açúcares, que são convertidos em gorduras quando as reservas de glicogénio do fígado e dos músculos estão saturadas (7). No seu prato, privilegie as frutas e os legumes inteiros, as proteínas magras, os cereais integrais e as leguminosas (em porções razoáveis) sem banir as fontes de gorduras boas (azeite, óleo de colza…).
  • Limite o consumo de bebidas alcoólicas. Além de ser tóxico para o fígado, o álcool mobiliza todos os processos metabólicos para a respetiva degradação, em detrimento da dos açúcares e das gorduras que se acumulam com mais frequência no tecido adiposo (8).
  • Mexa-se mais. O desportos “cardio” (bicicleta elítica, natação, caminhada…) provocam uma combustão das gorduras que adelgaça a silhueta, aumentando em simultâneo o tamanho das reservas de glicogénio (9). Paralelamente, exercícios estáticos de prancha ajudarão a reforçar a faixa abdominal.

Os suplementos alimentares para emagrecer a barriga (e mais)

A malagueta vermelha ativa a termogénese

Para recuperar a linha de forma mais global, alguns produtos satisfatórios têm provas dadas. É o caso da malagueta vermelha (Capsicum annuum), que contribui para a perda de peso, graças ao seu teor de capsaicina. Esta molécula acentuaria, nomeadamente, o processo de termogénese (produção de calor pelo corpo) originando um aumento dos seus gastos calóricos e exerceria um efeito sacietógeno (10). Os suplementos de vanguarda associam-na a outros ingredientes reconhecidos por terem benefícios para o emagrecimento, de forma a conseguir uma eficácia máxima (como Metadrine, em que a malagueta vermelha é associada a Garcinia cambogia que contribui para a gestão do peso e para o metabolismo das gorduras) (11).

Um suplemento de emagrecimento elogiado pela Ayurveda

Sendo um remédio ancestral da medicina ayurvédica, o cóleus da Índia (Coleus forskholii) contribui, também ele, para o controlo do peso e para o metabolismo lipídico. O seu princípio ativo mais potente, a forskolina, interagiria com a adenilato ciclase, uma enzima crucial da lipólise, o processo de degradação das gorduras (é por esta razão que o suplemento Coleus Forskholii é normalizado a 10% de forskolina) (12).

Outros suplementos alimentares eficazes para ter uma barriga lisa

Suplemento alimentar de konjac e viscosidade do bolo alimentar

Disponível na forma de tagliatelle ou de vermicelle nas prateleiras da secção de produtos dietéticos, o konjac conseguiu um lugar em inúmeros programas de emagrecimento. Praticamente não tem calorias (3 kcal/100 g) e contém uma fibra solúvel chamada glucomanano, capaz de absorver até 100 vezes o seu peso em água, o que aumenta a viscosidade do bolo alimentar e prolonga a sensação de saciedade (13). Comparativamente às massas, cuja insipidez e monotonia acabam por aborrecer, o formato cápsula é mais fácil de tomar a longo prazo (Weight Loss Formula alia o konjac a café verde e a Commiphora mukul, que propicia a perda de peso) (14).

Uma planta estudada pelos seus potenciais benefícios de emagrecimento

Dispondo de propriedades antioxidantes notáveis, o alcaçuz participa na saúde gastrointestinal, graças à sua combinação exclusiva de ácido glicirrízico e de flavonoides (glabridina, liquiritina, isoliquiritina…).

Mais recentemente, os investigadores tentaram esclarecer o papel promissor que desempenha na gordura visceral (o extrato de raiz de alcaçuz Viscerox é normalizado a 30% de polifenóis e a 3% de glabridina para uma ação ideal) (15).

A alga queima-gorduras que ajuda a recuperar uma barriga lisa

Outro composto queima-gorduras que deve conhecer: a kelp negra (Ascophyllum nodosum). Esta alga castanha do Atlântico norte ajuda na perda de peso inibindo duas enzimas digestivas, a alfa-amilase e a lipase, encarregadas, respetivamente, da degradação dos açúcares e das gorduras (16-17).

Daí resulta uma menor absorção dos glúcidos e dos lípidos alimentares, o que incentiva a respetiva eliminação em vez do armazenamento a nível abdominal (Fat & Carb Blocker aposta num extrato premium de Ascophyllum nodosum com teor controlado de iodo, fabricado no mais puro respeito pelo ambiente).

Existe um “probiótico de emagrecimento”?

A ligação entre excesso de peso e microbiota é atualmente cada vez mais evidente. Um aporte de fermentos lácticos na forma de probióticos constitui, por isso, uma pista promissora para “corrigir” determinadas falhas.

Contribuindo para o equilíbrio da microbiota intestinal, Lactobacillus gasseri desempenharia assim vários papéis em planos diferentes. Vários estudos mediram, nomeadamente, os efeitos que este lactobacilo tem no perímetro abdominal dos participantes e também nos inchaços e desconfortos abdominais, bem como nos problemas do trânsito intestinal causados por uma digestão difícil (o probiótico Lactobacillus Gasseri é acondicionado em cápsulas gastrorresistentes para sobreviver à acidez do estômago) (18-19).

O CONSELHO SUPERSMART

Referências

  1. Ma J, Sloan M, Fox CS, Hoffmann U, Smith CE, Saltzman E, Rogers GT, Jacques PF, McKeown NM. Sugar-sweetened beverage consumption is associated with abdominal fat partitioning in healthy adults. J Nutr. 2014 Aug;144(8):1283-90. doi: 10.3945/jn.113.188599. Epub 2014 Jun 18. PMID: 24944282; PMCID: PMC4093984.
  2. Ryu M, Kimm H, Jo J, Lee SJ, Jee SH. Association between Alcohol Intake and Abdominal Obesity among the Korean Population. Epidemiol Health. 2010 May 19;32:e2010007. doi: 10.4178/epih/e2010007. PMID: 21191460; PMCID: PMC2984859.
  3. Nauli AM, Matin S. Why Do Men Accumulate Abdominal Visceral Fat? Front Physiol. 2019 Dec 5;10:1486. doi: 10.3389/fphys.2019.01486. PMID: 31866877; PMCID: PMC6906176.
  4. Kodoth V, Scaccia S, Aggarwal B. Adverse Changes in Body Composition During the Menopausal Transition and Relation to Cardiovascular Risk: A Contemporary Review. Womens Health Rep (New Rochelle). 2022 Jun 13;3(1):573-581. doi: 10.1089/whr.2021.0119. PMID: 35814604; PMCID: PMC9258798.
  5. Lacy BE, Gabbard SL, Crowell MD. Pathophysiology, evaluation, and treatment of bloating: hope, hype, or hot air? Gastroenterol Hepatol (N Y). 2011 Nov;7(11):729-39. PMID: 22298969; PMCID: PMC3264926.
  6. Petrus P, Rosqvist F, Edholm D, Mejhert N, Arner P, Dahlman I, Rydén M, Sundbom M, Risérus U. Saturated fatty acids in human visceral adipose tissue are associated with increased 11- β-hydroxysteroid-dehydrogenase type 1 expression. Lipids Health Dis. 2015 May 2;14:42. doi: 10.1186/s12944-015-0042-1. PMID: 25934644; PMCID: PMC4424543.
  7. Zamanillo-Campos R, Chaplin A, Romaguera D, Abete I, Salas-Salvadó J, Martín V, Estruch R, Vidal J, Ruiz-Canela M, Babio N, Fiol F, de Paz JA, Casas R, Olbeyra R, Martínez-González MA, García-Gavilán JF, Goday A, Fernandez-Lazaro CI, Martínez JA, Hu FB, Konieczna J. Longitudinal association of dietary carbohydrate quality with visceral fat deposition and other adiposity indicators. Clin Nutr. 2022 Oct;41(10):2264-2274. doi: 10.1016/j.clnu.2022.08.008. Epub 2022 Aug 20. PMID: 36084360; PMCID: PMC9529821.
  8. Schröder H, Morales-Molina JA, Bermejo S, Barral D, Mándoli ES, Grau M, Guxens M, de Jaime Gil E, Alvarez MD, Marrugat J. Relationship of abdominal obesity with alcohol consumption at population scale. Eur J Nutr. 2007 Oct;46(7):369-76. doi: 10.1007/s00394-007-0674-7. Epub 2007 Sep 20. PMID: 17885722.
  9. Vissers D, Hens W, Taeymans J, Baeyens JP, Poortmans J, Van Gaal L. The effect of exercise on visceral adipose tissue in overweight adults: a systematic review and meta-analysis. PLoS One. 2013;8(2):e56415. doi: 10.1371/journal.pone.0056415. Epub 2013 Feb 8. PMID: 23409182; PMCID: PMC3568069.
  10. Rogers J, Urbina SL, Taylor LW, Wilborn CD, Purpura M, Jäger R, Juturu V. Capsaicinoids supplementation decreases percent body fat and fat mass: adjustment using covariates in a post hoc analysis. BMC Obes. 2018 Aug 13;5:22. doi: 10.1186/s40608-018-0197-1. PMID: 30123516; PMCID: PMC6088424.
  11. Maia-Landim A, Ramírez JM, Lancho C, Poblador MS, Lancho JL. Long-term effects of Garcinia cambogia/Glucomannan on weight loss in people with obesity, PLIN4, FTO and Trp64Arg polymorphisms. BMC Complement Altern Med. 2018 Jan 24;18(1):26. doi: 10.1186/s12906-018-2099-7. PMID: 29361938; PMCID: PMC5781311.
  12. Loftus HL, Astell KJ, Mathai ML, Su XQ. Coleus forskohlii Extract Supplementation in Conjunction with a Hypocaloric Diet Reduces the Risk Factors of Metabolic Syndrome in Overweight and Obese Subjects: A Randomized Controlled Trial. Nutrients. 2015 Nov 17;7(11):9508-22. doi: 10.3390/nu7115483. PMID: 26593941; PMCID: PMC4663611.
  13. Aoe S, Kudo H, Sakurai S. Effects of liquid konjac on parameters related to obesity in diet-induced obese mice. Biosci Biotechnol Biochem. 2015;79(7):1141-6. doi: 10.1080/09168451.2015.1018119. Epub 2015 Apr 2. PMID: 25832784.
  14. Bellamkonda R, Karuna R, Sasi Bhusana Rao B, Haritha K, Manjunatha B, Silpa S, Saralakumari D. Beneficiary effect of Commiphora mukul ethanolic extract against high fructose diet induced abnormalities in carbohydrate and lipid metabolism in wistar rats. J Tradit Complement Med. 2017 Jun 20;8(1):203-211. doi: 10.1016/j.jtcme.2017.05.007. PMID: 29322010; PMCID: PMC5755988.
  15. Nakagawa K, Kishida H, Arai N, Nishiyama T, Mae T. Licorice flavonoids suppress abdominal fat accumulation and increase in blood glucose level in obese diabetic KK-A(y) mice. Biol Pharm Bull. 2004 Nov;27(11):1775-8. doi: 10.1248/bpb.27.1775. PMID: 15516721.
  16. Apostolidis E, Lee CM. In vitro potential of Ascophyllum nodosum phenolic antioxidant-mediated alpha-glucosidase and alpha-amylase inhibition. J Food Sci. 2010 Apr;75(3):H97-102. doi: 10.1111/j.1750-3841.2010.01544.x. PMID: 20492300.
  17. Tung YT, Wu CH, Chen WC, Pan CH, Chen YW, Tsao SP, Chen CJ, Huang HY. Ascophyllum nodosum and Fucus vesiculosus Extracts Improved Lipid Metabolism and Inflammation in High-Energy Diet-Induced Hyperlipidemia Rats. Nutrients. 2022 Nov 4;14(21):4665. doi: 10.3390/nu14214665. PMID: 36364926; PMCID: PMC9658475.
  18. Kim J, Yun JM, Kim MK, Kwon O, Cho B. Lactobacillus gasseri BNR17 Supplementation Reduces the Visceral Fat Accumulation and Waist Circumference in Obese Adults: A Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Trial. J Med Food. 2018 May;21(5):454-461. doi: 10.1089/jmf.2017.3937. Epub 2018 Apr 24. PMID: 29688793.
  19. Kim JY, Park YJ, Lee HJ, Park MY, Kwon O. Effect of Lactobacillus gasseri BNR17 on irritable bowel syndrome: a randomized, double-blind, placebo-controlled, dose-finding trial. Food Sci Biotechnol. 2017 Dec 12;27(3):853-857. doi: 10.1007/s10068-017-0296-7. PMID: 30263811; PMCID: PMC6049675.

Partilhe

Comentários

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário

Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião

Pagamento seguro
32 anos de experiência
Satisfeito
ou reembolsado;
Envio rápido
Consulta gratuita