0
pt
US
SuperSmartSuper-nutrition Blog
X
× SuperSmart Comprar por problema de saude Comprar por ingrediente As melhores vendas Novidades Promoção A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Início Comprar por problema de saude Luta contra a inflamação Green Propolis + 5-Loxin
Green Propolis + 5-Loxin
Green Propolis + 5-Loxin Green Propolis + 5-Loxin Green Propolis + 5-Loxin
Green Propolis + 5-Loxin
Luta contra a inflamação Opiniões de clientes
64.00 €(70.44 US$) em stock
Descrição
Extrato de Boswellia serrata:
  • Reduz os sintomas da artrose.
  • Propriedades anti-inflamatórias e analgésicas.
  • Reduz a proliferação das células cancerosas em cultura in vitro.
Um antibiótico natural com uma incrível riqueza biológica
  • aumenta as capacidades imunitárias;
  • reforça a resistência do organismo na luta contra as agressões, os tumores, os radicais livres e os micróbios;
  • ajuda a combater as infecções de todos os tipos e as reacções inflamatórias.
-
+
juntar ao cesto
Lista de desejos
5-Loxin® 100 mg

Um extrato patenteado com um forte potencial terapêutico

5-Loxin® é um novo extrato patenteado de Boswellia serrata, uma árvore originária da Índia cujas propriedades terapêuticas são reconhecidas há muitos anos. Aliás, o uso terapêutico desta árvore não é novo, uma vez que está presente em várias farmacopeias tradicionais, designadamente na medicina aiurvédica. Na Ásia e na África, são tradicionalmente utilizados extratos naturais para aliviar diferentes dores inflamatórias, entre as quais as que estão associadas à artrite, à poliartrite reumatoide, à artrose, à asma ou a determinadas doenças inflamatórias dos intestinos.

As propriedades anti-inflamatórias da Boswellia serrata

Os benefícios da Boswellia serrata devem-se à sua excecional composição em ácidos boswellicos, ácidos triterpenos pentacíclicos. Estes princípios ativos foram identificados como sendo poderosos anti-inflamatórios naturais. Segundo vários estudos, os ácidos boswellicos são, de facto, capazes de se oporem a diferentes processos implicados na resposta inflamatória. Ao que parece, inibem, por exemplo, a enzima pró-inflamatória 5-lipoxigenase (5 - LOX). Agem igualmente contra as citocinas pró-inflamatórias e as moléculas de aderência implicadas na inflamação. Graças às suas múltiplas atividades anti-inflamatórias, os ácidos boswellicos apresentam um grande interesse para acalmar as dores inflamatórias e tratar as doenças inflamatórias.

O interesse terapêutico da Boswellia serrata

A ação anti-inflamatória da Boswellia serrata tem sido estudada para numerosas utilizações terapêuticas. Foram, nomeadamente, relatados efeitos analgésicos para aliviar as dores articulares associadas à artrite e à artrose. A suplementação de ácidos boswellicos também tem sido estudada para o tratamento da asma e de determinadas doenças crónicas do intestino, como a doença de Crohn. Recentemente, estudos realizados in vitro também evidenciaram um novo interesse terapêutico da Boswellia serrata. Ao que parece, os ácidos boswellicos têm uma atividade anticancerígena ao inibir a angiogénese e a invasão celular cancerosa. Estão atualmente em curso estudos complementares para confirmar este efeito benéfico dos ácidos boswellicos. Estão igualmente a ser realizados outros trabalhos para avaliar todas as possíveis aplicações terapêuticas da Boswellia serrata.

Um extrato padronizado para uma maior eficiência

Para tirar o máximo partido da ação anti-inflamatória dos ácidos boswellicos, estão atualmente disponíveis vários extratos de Boswellia serrata em suplementação nutricional. No entanto, nem todos apresentam o mesmo teor em princípios ativos. Resultado de vários anos de pesquisas, o extrato patenteado 5 - Loxin® tem a vantagem de ser padronizado em 30% de ácido 3-acetil-11-ceto--boswellico (AKBA) e ser desprovido de efeitos secundários. Este ácido boswellico específico é considerado como um dos mais poderosos princípios ativos da Boswellia serrata. Para apostar na sua forte atividade, o novo extrato 5 - Loxin® é acondicionado sob a fórmula cápsulas vegetais, com uma dosagem de 100 mg por cápsula. Esta dosagem ideal permite propor este suplemento anti-inflamatório com uma posologia de uma a duas cápsulas por dia. Para uma eficácia otimizada, é aconselhável tomar as cápsulas de 5-Loxin® às refeições. Além disso, também é possível reforçar a sua atividade associando-o a outros anti-inflamatórios naturais como a curcumina proveniente da cúrcuma, ou a luteolina extraída da casca de amendoim.

Composição5-Loxin® 100 mg
Dose diária: 2 cápsulas
Número de doses por caixa: 45
Quantidade por dose
5-Loxin® (extracto de Boswellia serrata normalizado, 30% de ácido acetil-11-queto-beta-boswelico) 200 mg
Outros ingredientes: Goma-arábica, farinha de arroz.
5-Loxin® PL Thomas & Co. Inc.

Cada cápsula vegetal contém 100 mg de 5-Loxin®.
Conselhos de utilização5-Loxin® 100 mg
Tomar uma cápsula vegetal uma a duas vezes por dia, de preferência à refeição.
Green Propolis 400 mgA própolis verde faz parte das riquezas insuspeitáveis da natureza. É uma substância que é considerada na herbanária tradicional como um remédio precioso para combater as infecções de todos os tipos.
A composição da própolis verde é de uma incrível riqueza em elementos biológicos e de uma grande complexidade, tal como o mel. Os seus efeitos são atribuídos aos inúmeros polifenóis e aos ácidos fenólicos que ela encerra, como a Artepillin C, uma molécula que originou inúmeros estudos científicos nos últimos anos.

De onde vem a própolis?

A própolis é um revestimento de que as abelhas se servem para tornar o interior o interior da colmeia mais sódio, estanque e resistente às invasões microbianas e fúngicas. Fabricam-na a partir de resinas que recolhem nos rebentos e nas cascas das árvores (os choupos e as coníferas no caso da própolis da Europa, a carqueja no caso da própolis verde do Brasil) às quais adicionam cera e saliva. Originalmente, estas resinas servem para proteger os rebentos dos agentes patogénicos graças às suas propriedades anti-sépticas. A própolis é depois recolhida pelos apicultores raspando os “quadros” das colmeias e, de seguida, separada da cera e das suas impurezas.

Para que é mais recomendada a própolis verde?

Existem vários tipos de própolis em função da zona geográfica onde se encontra a colmeia, da vegetação existente nessa zona, da disponibilidade dessa vegetação durante as estações do ano e das espécies de abelhas em causa.
Mas é sobretudo o ecossistema no qual a abelha vai recolher as suas resinas que influencia a composição da própolis. Nas nossas regiões, é o choupo que constitui a principal fonte, mas são as variedades brasileiras (nomeadamente os rebentos de Baccharis dradunculifolia) que encerram o maior número de propriedades terapêuticas. No Brasil as abelhas desfrutam de um ambiente excepcional, longe das angústias da agricultura intensiva e respectivos pesticidas. A cor da própolis verde de bacharis explica-se pelo facto de as abelhas recolherem prioritariamente a clorofila dos rebentos vegetativos e pela riqueza da própolis em vários constituintes específicos (ácido cinâmico, canferol, Artepillin C).

O que contém a própolis verde?

Contam-se em média mais de 300 constituintes diferentes da própolis, todos já identificados por métodos de análise modernos:
  • Os flavonóides (que agrupam as flavonas, os flavonóis e as flavononas). São eles que desempenham um papel importante na pigmentação dos vegetais e que conferem à própolis fortes propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Enumeramos mais de 60, como a quercetina, a pinostrombina ou a galangina.
  • Os ácidos fenólicos. Os principais fenóis são o ácido cafeico (com um enorme poder antioxidante), o ácido cinâmico (antifúngico excepcional), o ácido benzóico, o ácido diterpénico e o ácido ferrúlico (anti-inflamatório).
  • As substâncias aromáticas (como a vanilina e a isovanilina).
  • Os óleos essenciais voláteis (como o anetol e o eugenol).
  • Vitaminas A e B, minerais (como o zinco e a sílica).

Quais são as virtudes da própolis verde?

A utilização tradicional da própolis foi validada nos últimos cinquenta anos pela literatura científica que comunicou e confirmou um número incrível de propriedades terapêuticas.

Efeitos antimicrobianos e imuno-moduladores

Os efeitos antimicrobianos da própolis verde do Brasil estão perfeitamente documentados contra as bactérias (nomeadamente as envolvidas nos problemas ORL, gastrointestinais, genitais e bucais), os vírus (graças aos flavonóides e aos ésteres do ácido cafeico), os fungos (graças à galangina, ao canferol e à pinocembrina) e os parasitas. Os resultados de estudos recentes indicam que a própolis possuiria uma acção antimicótica semelhante à dos medicamentos sintéticos utilizados para combater as micoses superficiais e exóticas.
Actua directamente nos microrganismos (inibindo, por exemplo, o crescimento bacteriano através do bloqueio das divisões celulares e do processo de adesão) mas pode também estimular o sistema imunitário, como a Arabinogalactana ou o PP40 (extracto de Pao pereira), propiciando um elevado número de macrófagos, estimulando a sua actividade lítica, mas também a produção de anticorpos pelos plasmócitos. Esta acção está sobretudo relacionada com os derivados do ácido cinâmico, bem como com a Artepillin C.

Efeitos anti cancro

As propriedades anti cancro da própolis foram notadas em inúmeros trabalhos científicos. São os flavonóides (nomeadamente a quercetina) bem como um derivado do ácido cafeico que estarão na origem destas propriedades, por via de uma inibição da via de sinalização PAK1, da qual dependem 70% dos cancros. Permite também modular a resposta biológica e apresenta-se portanto como um bom adjuvante dos tratamentos convencionais contra o cancro.
A própolis verde, pela sua riqueza específica em Artepillin C, reduz também a angiogénese, a inflamação (inibição do óxido nítrico) e a proliferação celular – três mecanismos associados ao desenvolvimento dos cancros. Esta actividade anti tumoral foi encontrada no ser humanos, tanto em estudos in vivo como in vitro.

Efeitos anti-inflamatórios

A própolis apresenta uma actividade anti-inflamatória indiscutível. O mecanismo é relativamente semelhante ao da aspirina: os flavonóides e seus derivados impedem a síntese das prostaglandinas (agentes da reacção inflamatória), bem como de várias enzimas envolvidas na via metabólica da inflamação (ciclo-oxigenase, lipo-oxigenase, ornitina descarboxilase). As suas propriedades anti-inflamatórias podem ser complementadas pela acção do 5-Loxin® ; (um extracto de Boswellia serrata).

Efeitos antioxidantes e neuroprotectores

A própolis contém inúmeros compostos antioxidantes capazes de “captar” os radicais livres, as espécies reactivas do oxigénio muito agressivas para o organismo (fala-se de stress oxidativo) e agentes particularmente importantes no envelhecimento celular. Os cerca de 40 flavonóides que a constituem fazem dela, juntamente com o chá, um dos alimentos mais antioxidantes e comparável ao Antioxidant Synergy ou ao Reduced Glutathione. Notamos igualmente uma actividade anti ulcerosa nas lesões gástricas graças a uma forte actividade anti secreção.

Quais são as utilizações da própolis verde?

Todas as propriedades terapêuticas enunciadas anteriormente fazem da própolis um trunfo natural eficaz em inúmeras situações. Utilizamo-la para:
  • aumentar as capacidades do sistema imunitário;
  • reforça a resistência do organismo na luta contra as agressões, os radicais livres e os micróbios;
  • lutar contra as infecções de todos os tipos e as reacções inflamatórias;
  • ajudar a combater os problemas ORL, em particular as anginas, as rinofaringites e as sinusites;
  • potenciar os efeitos dos tratamentos contra as micoses e dos antibióticos geralmente empregues.

Porquê escolher suplementos de própolis verde em vez de optar pela forma em bocados ou para mastigar?

  • A própolis tem um sabor acre e amargo que não agrada a todos e pode provocar sensações desagradáveis de queimadura quando é mastigada.
  • A forma liofilizada da própolis (em cápsulas) garante a manutenção de todas as suas propriedades por um tempo quase ilimitado, o que não é o caso da uma conservação clássica da própolis fresca. Deixará de ter se questionar sobre como utilizar a própolis ou sobre como a tomar.
  • Todas as propriedades terapêuticas enunciadas dependem das qualidades de normalização (a referência na matéria são sem dúvida os trabalhos do professor Volpi, da Universidade de Modena [volpi@unimo.it]) bem como da recolha das espécies seleccionadas. Ora, a própolis vendida na forma bruta nem sempre é de qualidade…
Com Green Propolis, cujas origens botânicas foram rigorosamente verificadas e os extractos normalizados associados a ensaios clínicos conclusivos, dispõe de um suplemento natural, a considerar com prioridade, com dezenas de compostos que actuam em sinergia.
Cuidar se si próprio com própolis nunca foi tão simples como com Green Propolis. É o segredo-saúde da colmeia, o produto milagroso das abelhas, concentrado e limpo de todas as suas impurezas.
ComposiçãoGreen Propolis 400 mg
Dose diária: 3 cápsulas
Nombre de doses par boîte: 30

Quantidade
por dose

Green Art® (extracto de própolis verde do Brasil normalizado a 5% de ácidos fenólicos totais e 0,5% de artepillin C) 1 200 mg
Outros ingredientes: goma de acácia, farelo de arroz
Green Art®, B Natural, Itália.
Conselhos de utilizaçãoGreen Propolis 400 mg
adultos. Tomar 3 cápsulas por dia.
Cada cápsula contém 400 mg de Green Art®, extracto de própolis verde.

Pacotes sinergia

Subscreva a nossa newsletter
e ganhe um desconto permanente de 5%
A nossa seleção de artigos
5 boas razões para consumir curcuma

Esta especiaria, muito presente na cozinha indiana, continua a desvendar os seus benefícios. Anti-inflamatória, anti cancro, anti náuseas… a curcuma é a especiaria da saúde por excelência. Eis 5 boas razões para a incluir no menu:

Curcuma, propriedades e benefícios

A curcuma é não só uma especiaria alimentar muito popular, mas também um ativo de fitoterapia utilizado há vários séculos...

A curcuma desmantela um triturador de proteínas envolvido no cancro

Se se interessa pelas medicinas naturais, não pode ter passado ao lado desta planta a que chamamos “o sol em pó” e que faz as delícias das populações asiáticas há milhares de anos: a curcuma.

Green Propolis + 5-Loxin
-
+
64.00 €
(70.44 US$)
juntar ao cesto
© 1997-2019 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2019 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
x
secure