0
pt
US
WSM
232151089
O seu carrinho está vazio.
Menu

Quantidade limitada

Berberine

Suplemento alimentar de berberina – glicémia, colesterol, intestino…

324 opiniõesLer as opiniões

Berberina HCL: extrato puro a 97% para a saúde cardiovascular (deriva do espinheiro-vinhedo)
  • Origem 100% natural
  • Garantia sem aditivos
  • Puro a 97% (máximo disponível no mercado)
  • Produto de utilização tradicional (medicina aiurvédica) com elevado potencial
  • Contribui para a saúde gastrointestinal e cardiovascular

Compra imediata

60 Cáp. veg.

36.00 €

Auto-entrega

60 Cáp. veg.

36.00 €

33.12 €

Desejo

a cada

Berberine

Vegano
Sem glúten
Sem nanopartículas
Sem excipientes controversos
Sem lactose
Sem edulcorantes

Berberine 500 mg é um suplemento alimentar de qualidade superior concebido a partir do espinheiro-vinhedo. Contém uma quantidade excecional de berberina, um fitonutriente conhecido pelos seus efeitos notáveis na saúde cardiovascular e utilizado há milhares de anos na medicina aiurvédica.

O que é a berberina?

A berberina é uma substância vegetal produzida por determinadas plantas, como a Uva-espim (Berberis vulgaris), igualmente conhecida pelo nome de espinheiro-vinhedo. Trata-se de um alcaloide, ou seja, de um “composto orgânico natural, de estrutura molecular complexa (heterocíclica) e dotado de propriedades fisiológicas pronunciadas, mesmo em doses baixas”, segundo a definição avançada pelos autores Winterstein e Trier. Trata-se de um grupo de produtos naturais fascinante, com elevado potencial terapêutico.

In vitro, este alcaloide pode exercer diferentes efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios, hipoglicémicos, hipotensores e hipolipidémicos (1-2), sendo a sua propriedade mais importante a de contribuir para bloquear os canais cálcicos.

Onde encontrar berberina? Encontramos igualmente berberina na argemone mexicana, hidraste canadense, uva do Oregon, ruibarbo-dos-pobres e Berberis aristata, um arbusto originário da região dos Himalaias.

Quais os mecanismos de ação da berberina?

A berberina foi objeto de inúmeros estudos, devido às suas propriedades e aos seus efeitos fisiológicos. A planta de onde é extraída é tradicionalmente utilizada há milhares de anos: foram encontradas em placas de argila da biblioteca pessoal do imperador assírio Asurbanipal, datadas do ano 650 A.C., as provas da utilização de Berberis vulgaris para “purificar o sangue”. Na aiurveda, também era utilizada para tratar infeções variadas, ajudar a curar feridas e “abrir o espírito”.

Colocam-se questões relacionadas com a sua biodisponibilidade por via oral, que tem a reputação de ser baixa, pelo facto de se estimar uma absorção intestinal de 0,4% a 1%. Contudo, estudos realizados in vivo demonstram que a distribuição da berberina nos tecidos é muito superior à sua concentração no sangue após administração oral. É rapidamente distribuída para os rins, músculos, coração, pâncreas, gorduras e fígado, onde é metabolizada e transformada em berberrubina, em talifendina e em jatrorrhizina, os seus principais metabolitos ativos.

Os seus mecanismos de ação estão a ser investigados, e centenas de estudos científicos surgem todos os anos para avaliar os seus benefícios na saúde cardiovascular.

Foram observadas interações farmacocinéticas em coadministração com a ciclosporina A (utilizada no tratamento de doença autoimunes) e a metformina (um antidiabético oral utilizado no tratamento da diabetes de tipo 2 para baixar a insulinorresistência do organismo).

De que é composto Berberine

Berberina
Alcaloide
Extrato de Berberis vulgaris
Planta

Tem dúvidas? Questões?

De onde vem a berberina? Como é produzida?

As plantas que pertencem ao género Berberis estão presentes em todas as regiões semitropicais do mundo. É por esta razão que faz parte integrante das grandes medicinas tradicionais, como a medicina aiurvédica ou a medicina chinesa.

O nosso suplemento de berberina é proveniente da espécie Berberis vulgaris (espinheiro-vinhedo), que se concentra sobretudo no Irão, o maior produtor mundial, com 11 000 hectares de culturas. Diferentes órgãos da planta são pertinentes para uma utilização terapêutica, nomeadamente a casca, a raiz e o caule, mas o fruto seco é o mais frequentemente utilizado (3-4), tendo sido declarado totalmente seguro para alimentação humana e validado pela FDA americana (5).

Encontramos outros alcaloides no espinheiro-vinhedo, como a oxiacontina, a berbamina, a brocilina e a columbamina, mas é a berberina que suscita o maior entusiasmo no seio da comunidade científica, razão pela qual optámos por enriquecer o nosso extrato natural com berberina (teor garantido a 97% de princípios ativos).

Porque é que o preço da berberina HCL Supersmart é mais elevado do que o de outros suplementos?

O extrato de Berberis vulgaris proposto pela Supersmart é padronizado a 97% de berberina, que é o máximo disponível no mercado. Não contém mais nada além de fibras naturais de acácia e farinha de arroz, excipientes de origem natural totalmente seguros. Trata-se de uma verdadeira proeza técnica, pois é difícil colocar berberina numa cápsula.

A que produtos podemos associar a berberina HCL?

Para lutar contra os níveis elevados de açúcares no sangue e contribuir para melhorar a saúde cardiovascular, são vários os suplementos alimentares que lhe podem interessar.

  • Os compostos da fórmula Carbo Defense™ podem, por exemplo, ajudar a regular o metabolismo da glicémia limitando, nomeadamente, a absorção dos açúcares ao nível do intestino delgado.
  • O DHA (ácido docosahexanóico), vendido como suplemento com o nome de Super DHA, contribui para manter níveis normais de triglicéridos (10).
  • O PectaSol® (um concentrado natural de pectinas de limão) contribui para reduzir a subida da glicose no sangue após as refeições (quando tomado às refeições e numa dose de, pelo menos, 10 g) (11).
  • O Beta 1.3/1.6 Glucan, uma substância natural extraída da parede celular de uma levedura, contribui para manter níveis ideais de colesterol sanguíneo (12).

E se desejar continuar no domínio dos fitonutrientes, tem igualmente várias opções interessantes:

Que dosagem devemos privilegiar?

A dose terapêutica utilizada na maioria dos ensaios clínicos é de 200 a 500 mg, 2 a 3 vezes por dia. Neste suplemento, a berberina é proposta na forma de uma cápsula vegetal de 500 mg, a tomar imediatamente antes das refeições, com a mesma periodicidade.

Tem dificuldades em engolir as cápsulas? Nada impede que abra as cápsulas e misture o conteúdo num copo de água, num sumo de fruta ou num iogurte. Na verdade, a berberina é convertida pela flora oral em dihidroberberina, que poderia inclusivamente ter uma taxa de absorção intestinal melhor (13).

Atualização: abril de 2018

Nota: Este produto não deve substituir uma alimentação diversificada e equilibrada, nem um modo de vida saudável. Respeitar os conselhos de utilização, a dose diária recomendada e a data limite de utilização. Desaconselhado para grávidas ou mulheres a amamentar e para crianças com menos de 15 anos. Manter fora do alcance das crianças. Conservar em local seco e fresco.

Opiniões

A nota atribuída a este produto é de 4.7 em 5 estrelas.
Recolhemos 324 opiniões.

79%

16%

2%

1%

1%

Excelente 324 Opiniões
Fatima Caldeira

7 setembro 2021

Produto eficaz no que corresponde a descrição do produto, porque as analises clinicas ao sangue assim mostram. Excelente qualidade/preço. Recomendo.

Sousa Jos�©

10 março 2020

Óptimo produto

Figueiredo Fernando

21 novembro 2019

Produto de óptima qualidade. Recomendado.

Lolita D.

10 julho 2024

Pour baisser glycémie. Diabète type2

Patricia

26 Junho 2024

En 3 mois je n ai pas repris de poids et ça m'a fait baissé ma glycémie

Em 3 meses, não recuperei o peso e isso fez baixar minha glicemia

ver a tradução Traduzido por SuperSmart - ver o original