0
pt
US
SuperSmartSuper-nutrition Nutranews
X
× Comprar por problema de saude Comprar por ingrediente As melhores vendas Novidades Promoção A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Início Comprar por problema de saude Reforço geral do organismo Organic Myco Complex + Beta Glucan
Organic Myco Complex + Beta Glucan
Reforço geral do organismo Opiniões de clientes
56.50 €(62.52 US$) em stock
Descrição
Um potente imuno-estimulante com propriedades clinicamente demonstradas.O super complexo de 7 cogumelos medicinais – Shiitake, Chaga, Reishi, Maitaké, Cordyceps, Tametes e Agaricus
  • Contém extratos de cogumelos provenientes de agricultura biológica.
  • Normalizado a 30% de polissacáridos e 0,7% de triterpenos.
  • Extraído por fermentação enzimática das paredes quitinosas.
  • Reforça o sistema imunitário e combate a fadiga.
  • Potentes propriedades antitumorais, antioxidantes, anti-infecciosas e anti-inflamatórias.
  • Enriquecido em prebióticos, em ginseng e selénio.
-
+
juntar ao cesto
Lista de desejos
Organic Myco Complex + Beta Glucan
Organic Myco Complex + Beta Glucan Organic Myco Complex + Beta Glucan Organic Myco Complex + Beta Glucan
Beta 1.3/1.6 GlucanO beta-(1,3/1,6)-glucano SuperSmart contém Wellmune WGP®, uma substância natural extraída da parede celular de uma levedura de pão (Saccharomyces cerevisiae) fabricada por um processo patenteado exclusivo, que permite obter um produto extremamente puro.
É possível isolar diferentes tipos de glucanos de praticamente todas as variedades de leveduras. O beta-(1,3/1,6)-glucano SuperSmart (contém no mínimo 75% de beta-(1,3/1,6)-glucano) é aquele que foi estudado com mais detalhe e que produz os efeitos biológicos mais potentes.
Ensaios clínicos demonstraram que o beta-(1,3/1,6)-glucano reforça a resposta imunitário activando as células mais importantes do sistema imunitário, incluindo os macrófagos e os neutrófilos, para que reconheçam e destruam mais rapidamente as células estranhas perigosas. Trabalhos realizados com culturas de células animais e humanas indicam que pode estimular diferentes aspectos da função imunitária, como a fagocitose ou a produção de interleucinas.
As primeiras pesquisas que mostraram a acção do beta-glucano no sistema imunitário remontam aos anos 40. No final dos anos 80, o seu modo de acção foi descrito com exactidão: activa receptores específicos existentes na superfície dos macrófagos, dando origem a uma cadeia de eventos que leva à aplicação de todo um arsenal de defesas imunitárias.
O primeiro estudo humano foi realizado em casos de infecção avançada com HIV. A administração de beta-(1,3/1,6)-glucano levou, mesmo nestes indivíduos com uma deficiência imunológica profunda, a um aumento das citocinas IL-1 e IL-2 e do interferão séricos.
Outros trabalhos mostraram que o beta-(1,3/1,6)-glucano:

    - administrado a pacientes que sofreram um traumatismo grave, reduziu de forma significativa a mortalidade por complicações infecciosas;
    - em animais expostos a diferentes agentes bacterianos, reduz a quantidade de antibióticos e de antivirais necessários para combater a infecção;
    - em ratos expostos a doses letais de radiações, protege-os totalmente dos efeitos nefastos dessas radiações. Actua protegendo os macrófagos dos ataques radicalares, permitindo-lhes continuar as suas funções no corpo irradiado:
    - administrado a sujeitos com hipercolesterolemia, durante seis semanas, reduz os níveis de colesterol LDL. Ensaios clínicos mostram, nomeadamente, que a administração de beta-(1,3/1,6)-glucano (Wellmune WGP®):
    - a pessoas muito stressadas, durante 4 semanas, melhorou visivelmente o seu estado de saúde geral. Aumentou-lhes a energia em 42%, reduziu-lhes a fadiga em 38% e a tensão em 19%;
    - em maratonistas, reforçou o seu sistema imunitário e tiveram menos 66% de infecções do sistema respiratório. Estes resultados demonstram que o beta-(1,3/1,6)-glucano contraria a imunodepressão provocada pela prática intensiva de desporto.
ComposiçãoBeta 1.3/1.6 Glucan
Dose diária: 1 cápsulas
Número de doses por caixa: 60
Quantidade por dose
Beta-(1,3/1,6)- gluco polissacáridos Wellmune WGP® 250 mg
Outros ingredientes: Estearato de magnésio, maltodextrina, dióxido de silício, celulose microcristalina

Wellmune WGP® é uma marca registada da Biothera.
Conselhos de utilizaçãoBeta 1.3/1.6 Glucan
Tomar uma cápsula vegetal por dia 30 minutos antes de uma das refeições ou seguir as indicações do seu terapeuta. Recomenda-se a toma diária do suplemento, dado que a acção do beta-(1,3/1,6)-glucano no sistema imunitário demora cerca de 5 dias.
Organic MycoComplex

Organic MycoComplex é uma fórmula de exceção que contém sete extratos de cogumelos medicinais (Inonotus obliquus, Trametes versicolor, Cordyceps militaris, Ganoderma lucidum, Agaricus brasiliensis, Lentinula edodes e Grifola frondosa), numa concentração garantida de pelo menos 30% de polissacáridos e 0,7% de triterpenos.

Os cogumelos são fábricas farmacêuticas em miniatura; de entre os milhares de espécies que encontramos na natureza, os nossos antepassados e os cientistas modernos identificaram uma dúzia que apresentam uma combinação única de virtudes para a saúde humana.” Paul Stamets, célebre micólogo americano e membro do comité de redação do jornal The International Journal of Medicinal Mushrooms.

Destas doze espécies, a Supersmart selecionou sete e elaborou com elas uma fórmula nutricional inédita com virtudes excecionais. Elaborada graças a uma mistura enzimática segundo os mais recentes avanços da microbiologia, a fórmula Organic MycoComplex permite otimizar a atividade e a biodisponibilidade das melhores espécies disponíveis no mercado dos suplementos nutricionais. O que permite usufruir em primeira mão da mais promissora das medicinas do futuro…

A quem se destina Organic MycoComplex?

A fórmula destina-se prioritariamente às pessoas fatigadas, independentemente da causa dessa fadiga. Visa igualmente:

  • as pessoas que desejam usufruir dos efeitos “super tónicos” e protetores dos cogumelos;
  • as pessoas que desejam proteger o seu organismo de forma natural;
  • as pessoas com falta de energia;
  • as pessoas que têm dores diversas;
  • as pessoas que sofrem de desarranjos intestinais;
  • as pessoas que seguem um tratamento pesado contra o cancro;
  • as pessoas com um sistema imunitário frágil.

De que é composto Organic MycoComplex?

Organic MycoComplex contém sete extratos de cogumelos diferentes, todos provenientes de agricultura biológica.

O maitake (Grifola frondosa).

Antes de se conseguir cultivá-lo, em 1979, o maitaké era conhecido como “o cogumelo dançante” porque quem o encontrava no estado selvagem dançava de alegria quando o descobria. Trata-se de um cogumelo de grande valor que contém inúmeros polissacáridos. Eis as principais propriedades estudadas pela comunidade científica:

  • capacidade de baixar os níveis de glicose no sangue (1-2);
  • capacidade de baixar o nível da tensão arterial;
  • capacidade de baixar o nível de colesterol no sangue;
  • Estimulação da atividade de certas células do sistema imunitário (3).

Os compostos ativos: os polissacáridos beta 1-6-glucanos, os alfa-glucanos e o MZF (Maitake Z-fração) (4) principalmente. Os trabalhos científicos mostraram que eles propiciam a maturação das células dendríticas e contribuem para ativar variados determinantes celulares, como os macrófagos, as células Natural Killer, os linfócitos T, as interleucinas-1 e os aniões superóxido (5). Outros estudos salientaram igualmente uma atividade hipoglicémica; ao atuar nos recetores da insulina, os polissacáridos alfa-glucanos aumentariam a sensibilidade das células à insulina e melhorariam a resistência à insulina dos tecidos periféricos. Atuam igualmente contra os tumores regulando por cima a expressão de um gene pró-apoptose (BAK-1) (6).

Atenção: os extratos não têm todos a mesma proporção de princípios activos nem a mesma concentração. Não se recomenda tomar o produto em caso de toma simultânea de medicamentos contra a diabetes.

O reishi (Ganoderma lucidum).

Na Ásia, este cogumelo da imortalidade desfruta de um renome excecional há mais de dois mil anos. É mencionado no mais antigo escrito da farmacopeia chinesa (publicado no ano 56 A.C.) e acredita-se que os Asiáticos o utilizavam há milhares de anos antes dessa data.

É extremamente raro no estado selvagem. Contudo, os Asiáticos conseguiram começar a cultivá-lo por volta de 1970 em condições de laboratório muito específicas. Isso constituiu uma verdadeira libertação dado que as suas propriedades terapêuticas são extremamente interessantes:

  • capacidade de baixar o nível de colesterol no sangue;
  • estimulação da atividade de certas células do sistema imunitário (7);
  • redução da inflamação (8);
  • aumento da capacidade antioxidante (9);
  • proteção do fígado;
  • capacidade de se opor à proliferação celular (10-13);
  • capacidade de fortalecer todo o organismo e de o manter com um nível de saúde ideal.

Os compostos ativos: são principalmente os polissacáridos beta-glucanos e os triterpenos. Estes reduzem nomeadamente a expressão das metaloproteínas e impedem a proliferação celular suprimindo a expressão do fator de crescimento do endotélio vascular (VEGF) e regulando por cima a expressão de 43 conexinas (14).

Atenção: na medicina tradicional chinesa utiliza-se apenas a carne do cogumelo (ou seja, o chapéu e o pé), mas vários fabricantes de complementos preferem o micélio, uma parte do cogumelo que é mais barata, mas que não proporciona os mesmos benefícios.

O shiitake (Lentinula edodes).

Provavelmente o cogumelo mais estudado pelas suas virtudes anti cancro, o shiitake é também utilizado há mais de dois mil anos pelas suas propriedades medicinais:

  • capacidade de baixar o nível dos veículos de transporte de colesterol LDL (15);
  • reforço do sistema imunitário face aos cancros e às infecções (16);
  • contribui para a saúde das artérias.

Os compostos ativos: deve as suas propriedades a dois compostos em particular, a lentinana (1-3 beta-D-glucano) (17) e a eritadenina. Estes não apresentam efeito citotóxico direto relativamente aos tumores, mas modificam a resposta biológica do organismo. Nota-se por conseguinte um aumento da secreção de interleucina (IL-2) e uma ativação adicional dos macrófagos.

Cogumelo do sol (Agaricus brasiliensis).

Originário do Brasil, mas igualmente comum na Ásia, o agaricus é muito apreciado pela sua carne gostosa com sabor a amêndoa. Apresenta igualmente propriedades benéficas interessantes:

  • capacidade de melhorar a qualidade de vida das vítimas de cancro (18-20);
  • apoio da função hepática (21);
  • capacidade de melhorar a resistência à insulina (22-24);
  • capacidade de baixar os níveis de glicose no sangue;
  • capacidade de baixar os índices de colesterol no sangue (25);
  • atividade semelhante à dos estrogénios.

Os compostos ativos: a brefeldina A, o ergosterol (o principal constituinte), o blazeispirol A (produzido pela fermentação do cogumelo), a agaritina e os polissacáridos. Estes compostos ativam inúmeras cascatas moleculares que conduzem à apoptose – o suicídio organizado nas células anormais. Estão igualmente envolvidos na ativação das células NK da imunidade, na sinalização celular normal e na sustentação dos vasos sanguíneos danificados (26).

O chaga (Inonotus obliquus).

Quem haveria de pensar que este cogumelo de popularidade crescente é um simples parasita da bétula? E, no entanto, por trás desta aparência humilde, esconde-se um cogumelo do fortalecimento de sabor muito refinado. Dotado também ele de propriedades hipoglicemiantes, é utilizado há muitos séculos na Ásia e na Rússia para acalmar a inflamação e otimizar a digestão. O seu interesse aumentou de forma espetacular desde que uma equipa de cientistas da Queensland University of Technology descobriu em 2011 que ele conseguir fazer regredir determinados tumores nos roedores sem qualquer efeito secundário evidente. Eis as propriedades que são estudadas atualmente:

  • reforço da capacidade antioxidante (27);
  • redução da inflamação e da fadiga (28);
  • alívio das dores (29);
  • capacidade de estimular o sistema imunitário (30);
  • capacidade de atrasar a progressão do cancro (31-32).

Os compostos ativos: o inotodiol (triterpenóides), o ácido oxálico, o ácido gálico, o ácido protocatecuico e o ácido p-hidroxibenzóico. Os terpenóides são responsáveis pelos efeitos anti diabéticos ao inibir a alfa-glucosidase, ao passo que os efeitos anti fadiga se devem mais aos polissacáridos, que aumentam o teor em glicogénio do fígado e dos músculos, reduzindo em simultâneo os níveis de nitrogénio na ureia e restabelecendo o nível de antioxidantes endógenos (glutationa, superóxido dismutase) (33). Por outro lado, o alívio das dores é explicado pela inibição da óxido nítrico sintase (iNOS) e da ciclo-oxigenase-2 (COX-2). Por último, trata-se de derivados da lignina, que são responsáveis pelas propriedades anti-proliferantes modulando a expressão das caspases desencadeadoras da apoptose.

Atenção: a sua utilização é contra-indicada nos indivíduos que sofrem de diabetes de tipo 1, de problemas de coagulação e que tenham sido sujeitos a um transplante.

Organic MycoComplex contém igualmente um extrato de trametes versicolor, um extrato de cordyceps (eficaz para estimular uma função sexual deficiente e recuperar a energia (34)), selénio, fruto-oligossacáridos prebióticos e um extrato de ginseng, o aliado vegetal incontornável para estimular o sistema imunitário e combater a fadiga.

Quais são os benefícios de Organic MycoComplex?

Os europeus e os norte-americanos têm tendência de desconfiar dos cogumelos por causa da sua potencial toxicidade. Fazem mal; os orientais reservaram-lhes sempre um lugar incontornável nas suas farmacopeias e a comunidade científica continua a demonstrar os respetivos benefícios terapêuticos. Atualmente, o seu campo de atividade parece ser imenso: constituem uma classe terapêutica à parte, de uma riqueza quase inigualável no domínio nutricional.

Organic MycoComplex abrange vários domínios da saúde:

A saúde intestinal. Os cogumelos contêm uma grande quantidade de fibras alimentares insolúveis, que aumentam o volume e o peso das fezes, facilitam a respetiva evacuação e impedem a obstipação. Contêm também açúcares não digeríveis que servem de alimento às bactérias benéficas do intestino e do cólon, contribuindo para uma melhor integridade da barreira intestinal e para uma diminuição da inflamação sistémica.

O domínio da oncologia. São dois os tipos de compostos que explicam as virtudes antitumorais dos cogumelos: os polissacarídeos e as lectinas. Os polissacarídeos são grandes cadeias constituídas por vários açúcares simples. Induzem a produção de várias citocinas, como os interferões ou o IL-2, capazes de ativar a proliferação de várias células imunitárias e de aumentar a destruição de elementos estranhos. As lectinas são proteínas carbohidratadas que propiciam os suicídio das células anormais e, consequentemente, das células tumorais.

O domínio da cardiologia. Graças aos compostos ganodérmicos e cumarínicos e aos vários polissacáridos, os cogumelos contribuem para baixar os índices de colesterol e de triglicéridos, dois fatores associados aos problemas cardiovasculares.

O sistema imunitário. É o domínio por excelência dos cogumelos. A maioria deles tem a propriedade de reforçar um sistema imunitário enfraquecido, nomeadamente em caso de radioterapia ou de infecção momentânea. Os compostos polissacáridos aumentam de facto o número de macrófagos, de células NK e de linfócitos T citotóxicos.

A atividade nos radicais livres. Os cogumelos apresentam propriedades antioxidantes evidentes, contribuindo verdadeiramente para combater o stress oxidativo envolvido em inúmeros problemas de saúde. Quando o corpo é exposto a grandes quantidades de radicais livres, os processos normais de desintoxicação não se processam corretamente, o que resulta num estado de desequilíbrio patológico.

O stress. Tal como o ginseng ou o ashwagandha, os cogumelos são considerados adaptogénicos, contribuindo para equilibrar diferentes parâmetros ligados ao stress. Desempenham o papel de centelha, de “vela” indicadora. O seu consumo, associado a uma melhor adaptação ao stress, atua como potenciador energético do sistema de adrenalina.

Sabia?
Os cogumelos, designados de forma mais científica Eumicetes, estão mais próximos de nós do que os vegetais, no plano filogenético.

Cinco razões para optar por Organic MycoComplex

  1. Cogumelos frescos: difíceis de identificar e de conservar
    Toda a gente gostaria de usufruir das propriedades medicinais dos cogumelos, mas atualmente trata-se de uma prática arriscada; os conhecimentos e o “savoir-faire” deixaram de ser transmitidos de geração em geração e é fácil confundir uma espécie comestível de uma espécie tóxica. Além disso, muitos dos cogumelos decompõem-se rapidamente após a colheita e produzem micotoxinas responsáveis pelo botulismo. Em caso de más condições de conservação (devem ser hermeticamente fechados e guardados refrigerados a menos de 4 °C), o seu consumo pode provocar uma intoxicação alimentar grave sem que a aparência, o sabor ou o odor dos cogumelos se tenha alterado.
  2. Um acondicionamento em cápsula que garante a máxima eficácia
    Os cogumelos contêm inúmeros compostos com efeitos benéficos para a saúde, mas a sua forte concentração em água tem o efeito de diluir o teor destes compostos. Uma vez desidratados e acondicionados em cápsula, os cogumelos são reduzidos a uma matéria seca que apresenta uma concentração excecional em princípios ativos.
    O pó avulso é mais económico, mas depois da abertura da embalagem oxida rapidamente, o que conduz a uma diminuição da eficácia ao longo do tempo. Pelo contrário, as cápsulas garantem um princípio activo estável e doseado com precisão. Trata-se de uma utilização fácil, prática e segura.
  3. Um dos segmentos mais promissores da medicina
    Pela sua riqueza metabólica, os cogumelos têm um potencial farmacológico imenso e as investigações nesta via são atualmente inúmeras. Os domínios médicos nos quais são utilizados continuam a aumentar: antibioterapia, cardiologia, hematologia, oncologia, parasitologia…
  4. Uma fórmula garantida em princípios ativos
    Organic Mycocomplex é uma fórmula baseada nos carpóforos dos cogumelos, a parte que apresenta a melhor utilidade terapêutica. Muitos fabricantes preparam complementos alimentares à base de micélio, a parte subterrânea composta por filamentos e nitidamente menos rica em substâncias com interesse.
  5. Agricultura biológica e excipientes naturais
    As cápsulas de Organic Mycocomplex são garantidas sem lactose, sem glúten, sem gelatina, sem soja, sem aromas, sem pesticidas, sem fungicidas, sem corantes, sem alergénios, sem OGM e sem produtos de origem animal. Os cogumelos utilizados foram cultivados segundo o caderno de encargos da agricultura biológica. Os seus compostos celulares, entre os quais figuram os polissacarídeos e os triterpenos, são extraídos graças a uma fórmula única de enzimas que inicia a fermentação das paredes. Utilizam-se depois solventes, principalmente água, mas também álcool quando as espécies se prestam a isso.

Na opinião de muitos peritos os cogumelos representam atualmente um dos segmentos mais promissores da medicina, que começa agora a avaliar o seu imenso potencial. Devido ao leque excecional dos seus benefícios, Organic MycoComplex tinha de figurar no catálogo da SuperSmart.

Redação: Dezembro de 2018

Referências

  1. Konno S, et al. A possible hypoglycaemic effect of maitake mushroom on Type 2 diabetic patients.Diabet Med 2001 Dec;18(12):1010
  2. Hong L, Xun M, Wutong W. Anti-diabetic effect of an alpha-glucan from fruit body of maitake (Grifola frondosa) on KK-Ay mice. Pharm Pharmacol. 2007 Apr;59(4):575-82
  3. Deng G, Lin H, Seidman A, et al. A phase I/II trial of a polysaccharide extract from Grifola frondosa(Maitake mushroom) in breast cancer patients: immunological effects. J Cancer Res Clin Oncol. 2009 Sep;135(9):1215-21
  4. Masuda Y, Ito K, Konishi M, Nanba H. A polysaccharide extracted from Grifola frondosa enhances the anti-tumor activity of bone marrow-derived dendritic cell-based immunotherapy against murine colon cancer. Cancer Immunol Immunother. 2010 Oct;59(10):1531-41.
  5. Adachi K, Nanba H, Kuroda H. Potentiation of host-mediated antitumor activity in mice by beta glucan obtained from Grifola frondosa (maitake). Chem Pharm Bull 1987;35:262-70.
  6. Soares R, Meireles M, Rocha A, et al. Maitake (D fraction) mushroom extract induces apoptosis in breast cancer cells by BAK-1 gene activation.J Med Food. 2011 Jun;14(6):563-72.
  7. Chen HS, Tsai YF, Lin S, et al. Studies on the immuno-modulating and anti-tumor activities of Ganoderma lucidum (Reishi) polysaccharides. Bioorg Med Chem. Nov 1 2004;12(21):5595-5601.
  8. Joseph S, Sabulal B, George V, Antony KR, Janardhanan KK. Antitumor and anti-inflammatory activities of polysaccharides isolated from Ganoderma lucidum. Acta Pharm. 2011 Sep 1;61(3):335-42.
  9. Wachtel-Galor S, Tomlinson B, Benzie IF. Ganoderma lucidum (“Lingzhi”), a Chinese medicinal mushroom: biomarker responses in a controlled human supplementation study. Br J Nutr. Feb 2004;91(2):263-269.
  10. Hsu MJ, Lee SS, Lin WW. Polysaccharide purified from Ganoderma lucidum inhibits spontaneous and Fas-mediated apoptosis in human neutrophils through activation of the phosphatidylinositol 3 kinase/Akt signaling pathway. J Leukoc Biol. Jul 2002;72(1):207-216.
  11. Wang SY, Hsu ML, Hsu HC, et al. The anti-tumor effect of Ganoderma lucidum is mediated by cytokines released from activated macrophages and T lymphocytes. Int J Cancer. Mar 17 1997;70(6):699-705.
  12. Sun LX, Li WD, Lin ZB, et al. Protection against lung cancer patient plasma-induced lymphocyte suppression by Ganoderma lucidum polysaccharides. Cell Physiol Biochem. 2014;33(2):289-299.
  13. Jin X, Ruiz Beguerie J, Sze DM, et al. Ganoderma lucidum (Reishi mushroom) for cancer treatment.Cochrane Database Syst Rev. Apr 05 2016;4:Cd007731.
  14. Ko KK, Murthee KG, Koh TH, et al. Reishi (lingzhi) ingestion mistaken for persistent Clonorchis infection. Pathology. Oct 2014;46(6):576-578.
  15. Yang H, Hwang I, Kim S, et al. Lentinus edodes promotes fat removal in hypercholesterolemic mice.Exp Ther Med. Dec 2013;6(6):1409-1413.
  16. Israilides C, Kletsas D, Arapoglou D, et al. In vitro cytostatic and immunomodulatory properties of the medicinal mushroom Lentinula edodes. Phytomedicine 2008.
  17. Oba K, Kobayashi M, Matsui T, et al. Individual patient based meta-analysis of lentinan for unresectable/recurrent gastric cancer. Anticancer Res. Jul 2009;29(7):2739-2745.
  18. Ohno S, Sumiyoshi Y, Hashine K, Shirato A, Kyo S, Inoue M. Quality of life improvements among cancer patients in remission following the consumption of Agaricus blazei Murill mushroom extract.Complement Ther Med. 2013 Oct;21(5):460-7.
  19. Kimura Y, Kido T, Takaku T, et al. Isolation of an anti-angiogenic substance from Agaricus blazei Murill: its antitumor and antimetastatic actions. Cancer Sci. Sep 2004;95(9):758-764.
  20. Lee YL, Kim HJ, Lee MS, et al. Oral administration of Agaricus blazei (H1 strain) inhibited tumor growth in a sarcoma 180 inoculation model. Exp Anim. Oct 2003;52(5):371-375.
  21. Hsu CH, Hwang KC, Chiang YH, et al. The mushroom Agaricus blazei Murill extract normalizes liver function in patients with chronic hepatitis B. J Altern Complement Med. Apr 2008;14(3):299-301.
  22. Gray AM, Flatt PR. Insulin-releasing and insulin-like activity of Agaricus campestris (mushroom). J Endocrinol. May 1998;157(2):259-266.
  23. Swanston-Flatt SK, Day C, Flatt PR, et al. Glycaemic effects of traditional European plant treatments for diabetes. Studies in normal and streptozotocin diabetic mice. Diabetes Res. Feb 1989;10(2):69-73.
  24. Kim YW, Kim KH, Choi HJ, et al. Anti-diabetic activity of beta-glucans and their enzymatically hydrolyzed oligosaccharides from Agaricus blazei. Biotechnol Lett. Apr 2005;27(7):483-487.
  25. Liu Y, Fukuwatari Y, Okumura K, et al. Immunomodulating Activity of Agaricus brasiliensis KA21 in Mice and in Human Volunteers. Evid Based Complement Alternat Med. Jun 2008;5(2):205-219.
  26. Dong S, Furutani Y, Suto Y, et al. Estrogen-like activity and dual roles in cell signaling of an Agaricus blazei Murrill mycelia-dikaryon extract. Microbiol Res. Oct 17 2011.
  27. Giridharan VV, Thandavarayan RA, Konishi T. Amelioration of scopolamine induced cognitive dysfunction and oxidative stress by Inonotus obliquus - a medicinal mushroom. Food Funct. Jun 2011;2(6):320-327.
  28. Mishra SK, Kang JH, Kim DK, et al. Orally administered aqueous extract of Inonotus obliquusameliorates acute inflammation in dextran sulfate sodium (DSS)-induced colitis in mice. J Ethnopharmacol. Sep 28 2012;143(2):524-532.
  29. Park YM, Won JH, Kim YH, et al. In vivo and in vitro anti-inflammatory and anti-nociceptive effects of the methanol extract of Inonotus obliquus. J Ethnopharmacol. Oct 3 2005;101(1-3):120-128.
  30. Ko SK, Jin M, Pyo MY. Inonotus obliquus extracts suppress antigen-specific IgE production through the modulation of Th1/Th2 cytokines in ovalbumin-sensitized mice. J Ethnopharmacol. Oct 11 2011;137(3):1077-1082.
  31. Ning X, Luo Q, Li C, et al. Inhibitory effects of a polysaccharide extract from the Chaga medicinal mushroom, Inonotus obliquus (higher Basidiomycetes), on the proliferation of human neurogliocytoma cells. Int J Med Mushrooms. 2014;16(1):29-36.
  32. Ham SS, Kim SH, Moon SY, et al. Antimutagenic effects of subfractions of Chaga mushroom (Inonotus obliquus) extract. Mutat Res. Jan 10 2009;672(1):55-59.
  33. Glamoclija J, Ciric A, Nikolic M, et al. Chemical characterization and biological activity of Chaga (Inonotus obliquus), a medicinal “mushroom”. J Ethnopharmacol. Mar 13 2015;162:323-332.
  34. Zhu JS, Halpern GM, Jones K. The scientific rediscovery of a precious ancient Chinese herbal regimen: Cordyceps sinensis: part I. J Altern Complement Med. 1998 Winter;4(4):429-57. Review.

ComposiçãoOrganic MycoComplex
Dose diária: 3 cápsulas
Número de doses por caixa: 30
Quantidade por dose
Mistura de extratos de cogumelos provenientes de agricultura biológica normalizado a 30% de polissacarídeos e 0,7% de triterpenos.
Inonotus obliquus 200 mg
Trametes versicolor 200 mg
Cordyceps militaris 150 mg
Ganoderma lucidum 150 mg
Agaricus brasiliensis 100 mg
Lentinula edodes 100 mg
Grifola frondosa 100 mg
Extrato de Radix panax ginseng C.A. Meyer normalizado a 20% de ginsenósidos 50 mg
Fruto-oligossacáridos 50 mg
Selenite de sódio fornecendo 50 mcg de selénio elementar 109 mcg
Outros ingredientes: goma de acácia.
Conselhos de utilizaçãoOrganic MycoComplex
adultos. Tomar 3 cápsulas por dia.
Não se recomenda tomar o produto em caso de toma simultânea de medicamentos contra a diabetes. A sua utilização é contra-indicada nos indivíduos que sofrem de diabetes de tipo 1, de problemas de coagulação e que tenham sido sujeitos a um transplante.
Subscreva a nossa newsletter
e ganhe um desconto permanente de 5%

Os incontornáveis

Daily 3®Daily 3®

A fórmula multivitaminada mais completa que podemos tomar numa única cápsula

49.00 €(54.22 US$)
+
Lactobacillus gasseriLactobacillus gasseri

Uma estirpe probiótica particularmente eficaz na gestão do peso Em DR Caps™ gastro-resistentes para uma eficácia ideal

21.00 €(23.24 US$)
+
Novo
CBD 25 mgCBD 25 mg

Um analgésico natural e potente para eliminar as dores de forma duradoura

63.00 €(69.71 US$)
+
Melatonin Spray 1 mgMelatonin Spray 1 mg

Toda a eficácia da melatonina de libertação prolongada em spray sublingual facilmente doseável

18.00 €(19.92 US$)
+
Berberine 500 mgBerberine 500 mg

Uma nova arma natural e potente contra a diabetes de tipo II

32.00 €(35.41 US$)
+
Novo
Senolytic ComplexSenolytic Complex

Os senolíticos – uma fórmula revolucionária para destruir as células senescentes que estão na origem do envelhecimento

84.00 €(92.95 US$)
+
Vitamin D3 5000 UIVitamin D3 5000 UI

Para compensar os perigosos défices de vitamina D Vitamina lipossolúvel na forma oleosa = melhor biodisponibilidade

18.00 €(19.92 US$)
+
Super Omega 3 - 500 mgSuper Omega 3 - 500 mg

EPA e DHA: um produto o mais natural, puro, potente e estável do mercado

25.00 €(27.66 US$)
+
Super Curcuma 500 mgSuper Curcuma 500 mg

Fitosomas de curcuma - biodisponibilidade elevada Um novo extracto de curcuma patenteado, com uma biodisponibilidade 29 vezes superior!

45.00 €(49.79 US$)
+
Smart PillsSmart Pills

Uma fórmula de estimulação cerebral excepcional (nootrópica)

33.00 €(36.51 US$)
+
AntiOxidant SynergyAntiOxidant Synergy

Uma potente defesa antioxidante polivalente.

43.00 €(47.58 US$)
+
Organic Myco Complex + Beta Glucan
-
+
56.50 €
(62.52 US$)
juntar ao cesto
© 1997-2019 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2019 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
x
secure