0
pt
US
SuperSmartSuper-nutrition Blog
X
× SuperSmart Comprar por problema de saude Comprar por ingrediente As melhores vendas Novidades Promoção A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Início Comprar por problema de saude Saúde ocular e auditiva Hear Loss Formula + Gingko
Hear Loss Formula + Gingko
Hear Loss Formula + Gingko Hear Loss Formula + Gingko Hear Loss Formula + Gingko
Hear Loss Formula + Gingko
Saúde ocular e auditiva Opiniões de clientes
70.00 €(78.21 US$) em stock
Descrição
Extrato de Gingko Biloba com forte teor em princípios ativos
  • Normalizado a 24% de flavona-glicósidos ginkgo e 6% de terpeno-lactonas (ginkgolídeos A, B e C, bilobalídeos).
  • Contribui para a saúde da circulação sanguínea (microcirculação, irrigação cerebral e periférica, resistência capilar, vasodilatação dos vasos sanguíneos).
  • Ajuda a manter a funções cognitivas e a melhorar os desempenhos.
  • Provém de uma árvore cujos sistemas de defesa têm a reputação de ser infalíveis.
A fórmula inteligente para combater os problemas de audição
  • Ajuda a recuperar após perdas brutais ou progressivas de audição.
  • Contém ginkgo biloba e vinpocetina para melhorar a circulação sanguínea no ouvido.
  • Contém magnésio para prevenir a morte das células ciliadas do ouvido interno.
  • Contém vários compostos de exceção que aumentam o índice de produção dos melhores antioxidantes endógenos (glutatião e superóxido dismutase).
-
+
juntar ao cesto
Lista de desejos
Ginkgo Biloba 60 mg

Ginkgo biloba 25 mg é um complemento alimentar de exceção formulado a partir de uma das mais antigas espécies de árvores existentes à face da Terra. Sendo atualmente um dos suplementos nutricionais mais utilizado em todo o mundo, o Ginkgo biloba possui inúmeros benefícios validados pela investigação na circulação sanguínea e nas funções cognitivas.

O complemento proposto pela SuperSmart demarca-se dos da concorrência por um forte teor em princípios activos: 24% de flavona-glicósidos e 6% de terpeno-lactonas (ginkgolídeos A, B e C, bilobalídeos). Contrariamente a inúmeros produtos de qualidade medíocre, este complemento é composto exclusivamente por produtos naturais (extrato natural de Ginkgo biloba, farinha de arroz e fibras de acácia).

A quem se destina o complemento alimentar Ginkgo Biloba 60 mg?

O Ginkgo biloba é uma espécie tão excecional que pode melhorar o quotidiano de todos os tipos de pessoas.

Contudo, é particularmente recomendada para quem tem maior risco de declínio cognitivo e de problemas de circulação sanguínea:

  • os indivíduos com mais de 50 anos, sobretudo as mulheres;
  • as pessoas que sofrem de problemas de circulação;
  • as pessoas que não praticam muita atividade física;
  • quem tem colesterol elevado;
  • os indivíduos que fumam;
  • as pessoas que sofrem de hipertensão;
  • as pessoas com excesso de peso;
  • quem tem um progenitor, irmão ou irmã que sofre de um declínio cognitivo grave.

Quais são os benefícios de Ginkgo biloba?

A utilização terapêutica do Ginkgo biloba remonta a vários milhares de anos no seio das populações asiáticas; de facto, faz parte das plantas tradicionais incontornáveis da medicina chinesa.

No século XX, mais de 200 estudos realizados permitiram validar a experiência dos antigos e confirmar os seus efeitos na circulação sanguínea e no funcionamento do cérebro (1).

Um efeito positivo na circulação sanguínea

Os compostos que estão na origem deste efeito são múltiplos, mas os mais importantes são sem dúvida os flavonóides. São antioxidantes reputados para agir a todos os níveis do sistema circulatório (2). O Ginkgo biloba contém inúmeros antioxidantes, como o canferol, o quercetol e a luteolina, agrupados sob o nome de flavona-glicósidos ginkgo. Uma vez no organismo, contribuem para:

  • relaxar a resistência capilar;
  • aumentar a irrigação cerebral;
  • opor-se ao fator de ativação das plaquetas, que contribui para a viscosidade do sangue e para o estado inflamatório dos vasos sanguíneos (3-4);
  • agir como coletes à prova de bala face aos agentes oxidantes que circulam no sangue e estão na origem da degradação dos vasos (5-6);
  • melhorar os metabolismos lipídico e glucídico em causa na inflamação da parede dos vasos sanguíneos (7);
  • tornar mais fluida a circulação sanguínea (8-9).

Uma ação contra o declínio cognitivo.

A investigação mostra que o Ginkgo biloba consegue otimizar as funções cognitivas travando o envelhecimento cerebral. O seu grande teor em terpeno-lactonas (nomeadamente em bilobalídeos) permite-lhe proteger as barreiras da mitocôndria dos elementos oxidantes (10-11), o que contribui para aumentar a produção de energia (menos fugas) (12-13) e para consolidar os circuitos neuronais. Estes são os garantes da preservação das nossas memórias e da otimização das nossas faculdades cognitivas (14).

Além da sua ação no funcionamento da mitocôndria, o extrato de Ginkgo biloba contribui também para várias melhorias fisiológicas no plano cognitivo:

  • aumento da serotonina nas sinapses, o que reforça a atividade do hipocampo – uma estrutura de integração da memória;
  • a expressão reforçada dos genes encarregados de controlar o crescimento das sinapses nos neurónios (15);
  • a desativação do NF-kB, uma molécula pró-inflamatória envolvida na morte neuronal.
  • Duas meta análises recentes agrupam os estudos que evidenciaram estes efeitos no plano cerebral e confirmam a eficácia do ginkgo para melhorar o quotidiano e as funções cognitivas (dificuldades de concentração, alteração da memória, confusões, fraca eficácia cognitiva...) (16).

5 boas razões para escolher Ginkgo Biloba 60 mg da SuperSmart

  1. Trata-se de um produto de qualidade excecional com um forte teor em princípios activos: 24% de flavona-glicósidos ginkgo e 6% de terpeno-lactonas (ginkgolídeos A, B e C, bilobalídeos).
  2. Os ingredientes usados no seu acondicionamento são 100% naturais (acácia e farinha de arroz).
  3. O Ginkgo biloba é uma espécie extremamente resistente : adaptou-se a todas as alterações climáticas desde há mais de 150 milhões de anos, o que faz dele um verdadeiro “fóssil vivo”. Em 1945, quatro árvores resistiram à arma nuclear em Hiroshima apesar de estarem situadas a menos de 3 quilómetros do local do impacto. Uma proeza que testemunha a sua incrível tenacidade.
  4. A longevidade do Ginkgo biloba é fora do comum: as árvores mais velhas atingem a idade de 4000 anos e uma altura de 40 metros. Explica-se esta propriedade pela mistura sensacional de micronutrientes contida nas suas células. Esta permite-lhe resistir às doenças, aos parasitas, aos poluentes, ao calor, aos insetos e até ao envelhecimento.
  5. Trata-se de uma das substâncias naturais mais clinicamente testadas para melhorar a circulação sanguínea e otimizar as funções cognitivas .

As medidas a associar à toma de Ginkgo biloba para uma eficácia ainda maior

Para usufruir dos efeitos do Ginkgo biloba o nosso suplemento é proposto à venda com uma posologia de três cápsulas para a tomar às refeições. Esta posologia pode variar consoante as suas necessidades e os conselhos do seu terapeuta. Corresponde contudo às recomendações da Comissão E (um conselho científico independente), da OMS e do IQWiG (um organismo independente encarregado de avaliar a qualidade e a eficácia dos ingredientes). Dado que os efeitos do ginkgo podem demorar algum tempo a manifestar-se plenamente, é preferível esperar pelo menos 2 a 3 meses antes de avaliar os efeitos.

Para otimizar os efeitos, pode aplicar o plano de ação seguinte durante todo o período de toma do suplemento:

1) Consumir o máximo de frutas e legumes frescos e considerar a toma de um suplemento multivitaminado. Restabelecer um estatuto nutricional ideal em micronutrientes antioxidantes é indispensável para combater o declínio cognitivo e os problemas de circulação sanguínea.

2) Retomar a prática de uma atividade física ou aumentar de forma muito progressiva a intensidade da que já pratica. Esta última aumenta a proliferação, intervindo na neurogénese e melhora o volume de sangue ao nível cerebral, conduzindo a melhores desempenhos cognitivos. Propicia igualmente a compressão dos músculos adjacentes às veias, o que facilita o retorno venoso.

3) Fazer o possível por beber um pouco mais de água do que o habitual (para evitar a desidratação) e dedicar tempo a respirar de forma profunda ao longo do dia.

Memória dos seres humanos e do mundo, o Ginkgo biloba soube resistir a todos os flagelos graças à sua riqueza única em micronutrientes. A SuperSmart extrai dele o melhor para conceber um complemento alimentar 100% natural e tirar o máximo partido das suas virtudes medicinais.

Atualização: 30/08/2018

Notas

Este produto não deve substituir uma alimentação diversificada e equilibrada nem um modo de vida saudável. Respeitar os conselhos de utilização, a dose diária aconselhada e a data limite de utilização. Desaconselhado para grávidas ou mulheres a amamentar e para crianças com menos de 15 anos. Manter fora do alcance das crianças. Conservar em local seco e fresco.

Referências

  1. Singh B, Kaur P, Gopichand, et al. Biology and chemistry of Ginkgo biloba. Fitoterapia. 2008;79(6):401–18.
  2. Hertog MG, Feskens EJ, Kromhout D. Antioxidant flavonols and coronary heart disease risk. Lancet. 1997;349(9053):699.
  3. Tzeng SH, Ko WC, Ko FN, et al. Inhibition of platelet aggregation by some flavonoids. Thromb Res 1991; 64(1): 91-100.
  4. Smith PF, Maclennan K, Darlington CL. The neuroprotective properties of the Ginkgo biloba leaf: a review of the possible relationship to platelet-activating factor (PAF). J Ethnopharmacol. 1996;50(3):131–9.
  5. Ou HC, Lee WJ, Lee IT, et al. Ginkgo biloba extract attenuates oxLDL-induced oxidative functional damages in endothelial cells. J Appl Physiol 2009; 106(5): 1674-85.
  6. Pierre SV, Lesnik P, Moreau M, et al. The standardized Ginkgo biloba extract Egb-761 protects vascular endothelium exposed to oxidized low density lipoproteins. Cell Mol Biol 2008; 54(Suppl 1): 1032-42.
  7. Fiorentino TV, Prioletta A, Zuo P, et al. Hyperglycemia-induced oxidative stress and its role in diabetes mellitus related cardiovascular diseases. Curr Pharm Des 2013; 19(32): 5695-703.
  8. Tsai TN, Lin WS, Wu CH, et al. Activation of Kruppel-like factor 2 with Ginkgo biloba extract induces eNOS expression and increases no production in cultured human umbilical endothelial cells. Acta Cardiol Sin 2014; 30(3): 215-22.
  9. Kubota Y, Tanaka N, Umegaki K, et al. Ginkgo biloba extractinduced relaxation of rat aorta is associated with increase in endothelial intracellular calcium level. Life Sci 2001; 69(20): 2327-36.
  10. Abdel-Kader R, Hauptmann S, Keil U, et al. Stabilization of mitochondrial function by Ginkgo biloba extract (EGb 761). Pharmacol Res. 2007;56(6):493–502.
  11. Eckert A, Keil U, Kressmann S, et al. Effects of EGb 761 Ginkgo biloba extract on mitochondrial function and oxidative stress. Pharmacopsychiatry. 2003;36(Suppl 1):S15–23.
  12. Janssens D, Michiels C, Delaive E, et al. Protection of hypoxiainduced ATP decrease in endothelial cells by Ginkgo biloba extract and bilobalide. Biochem Pharmacol. 1995;50(7):991–9.
  13. Janssens D, Remacle J, Drieu K, et al. Protection of mitochondrial respiration activity by bilobalide. Biochem Pharmacol. 1999;58(1):109–19.
  14. Tchantchou F, Lacor PN, Cao Z, et al. Stimulation of neurogenesis and synaptogenesis by bilobalide and quercetin via common final pathway in hippocampal neurons. J Alzheimers Dis. 2009;18(4):787–98.
  15. Rimbach G, Wolffram S, Watanabe C, et al. Effect of Ginkgo biloba (EGb 761) on differential gene expression. Pharmacopsychiatry. 2003;36(Suppl 1):S95–9.
  16. Ahlemeyer B, Krieglstein J. Neuroprotective effects of Ginkgo biloba extract. Cell Mol Life Sci. 2003;60(9):1779–92.
ComposiçãoGinkgo Biloba 60 mg
Dose diária: 3 cápsulas
Número de doses por caixa: 30

Quantidade
por dose

Flavona-glicósidos ginkgo (extracto de 180 mg de Ginkgo biloba normalizado com 24% de flavona-glicósidos ginkgo) 43.2 mg
Terpeno-lactonas (extracto de 180 mg de Ginkgo biloba normalizado com 6% de terpeno-lactonas) 10.8 mg
Ginkgolides A (extracto de 180 mg de Ginkgo biloba normalizado com 1,5% de ginkgolide A) 2.7 mg
Ginkgolides B (extracto de 180 mg de Ginkgo biloba normalizado com 1,2% de ginkgolide B) 2.16 mg
Outros ingredientes: Goma-arábica, farelo de arroz.

Cada cápsula vegetal contém 60 mg de extracto de Ginkgo biloba.
Conselhos de utilizaçãoGinkgo Biloba 60 mg
Tomar 3 cápsulas por dia (1 por refeição)
Hear loss formula

Hear Loss Formula é um complemento nutricional de exceção que reagrupa os melhores compostos para travar os problemas da audição ligados à idade e contribuir para melhorar a audição.

Formulado a partir dos mais recentes estudos científicos, apoia-se em moléculas que propiciam a dilatação dos vasos sanguíneos do ouvido interno, aumentam a produção dos melhores antioxidantes endógenos e combatem os radicais livres que afetam o sistema auditivo.

A quem se destina o complemento alimentar Hear Loss formula?

O complemento alimentar Hear Loss Formula destina-se às pessoas que desejam precaver-se contra problemas auditivos, em particular os ligados à idade (presbiacúsia).

Destina-se também a todas as pessoas que já sofrem de problemas de audição:

  • perdas de audição ligadas ao envelhecimento (dificuldades crescentes em ouvir, interpretar e compreender os sons que os rodeiam);
  • perdas de audição decorrentes de um traumatismo (crónico ou agudo);
  • hiperacúsia (hipersensibilidade aos sons e aos ruídos).
  • acufenos (assobios, zumbidos);

Como funciona Hear Loss formula?

A perda de audição ligada à idade é o resultado de uma degradação inevitável do sistema auditivo. Com o tempo, as 30 000 células ciliadas do ouvido interno (que detetam os sons) desaparecem de forma irreversível ou deixam de funcionar. Este fenómeno, que é semelhante à presbitia, surge após os 50 anos e afeta sobretudo as frequências mais agudas. E é compreensível pois são as células ciliadas mais sofisticadas que codificam este tipo de frequência.

Para reduzir a intensidade deste fenómeno, o melhor método consiste em combater os radicais livres formados no ouvido. Estes radicais, capazes de alterar as células do ouvido, são gerados por inúmeros fatores como o tabaco, o excesso de peso, a má alimentação, a maioria dos medicamentos mais populares vendidos sem receita (que são ototóxicos) e, sobretudo, o ruído, quer ele seja crónico ou ocasional (1). São inúmeros os estudos que mostram que os ruídos excessivos alteram de forma irreversível e mecânica as células ciliadas da cóclea ao longo de toda a vida.

Se o ruído for suficientemente forte, os radicais livres provocam a morte de várias células e originam uma reação de vasoconstrição (estreitamento dos vasos sanguíneos) no ouvido, o que contribui para uma nova formação de radicais livres (2-5), como o que acontece durante um ataque cardíaco. Ao fim de algumas décadas, a acumulação destas mortes celulares traduz-se por perdas de audição limitadoras, mas é depois dos 50 anos que tudo se precipita.

Para compensar estes fenómenos e atrasar o envelhecimento do ouvido interno, Hear Loss Formula apoia-se em quatro estratégias:

  • Aumentar o nível de produção endógena dos antioxidantes mais eficazes relativamente à audição, tais como a superóxido dismutase (6) e o glutatião. É um dos papéis do magnésio (7), mas também do ácido lipóico e da N-acetilcisteína.
  • Propiciar a dilatação dos pequenos vasos sanguíneos do ouvido interno para limitar e reparar os danos infligidos à cóclea pelos radicais livres, ou até mesmo ajudar a recuperar uma parte das capacidades perdidas. O magnésio, a vinpocetina, a quercetina e o ginkgo biloba são os compostos que estão na origem deste efeito em Hear Loss Formula.
  • Travar a entrada excessiva de cálcio nas células, um fenómeno que decorre do traumatismo acústico e leva à morte das células.
  • Fornecer antioxidantes exógenos (nomeadamente os que têm efeitos sinérgicos com o magnésio) para completar e reforçar a ação dos antioxidantes endógenos (8-12). Para tal tem interesse a vitamina E, a vitamina D, a quercetina e a vitamina B9.

O que contém Hear Loss Formula?

A fórmula foi concebida para integrar todos os nutrientes com interesse na luta contra os problemas de audição. A sua dosagem foi estudada para respeitar os equilíbrios e propiciar a melhor sinergia possível entre os compostos.

Magnésio (180 mg por dia)

O magnésio (na forma de aspartato de magnésio) é o composto mais importante da fórmula. Aumenta o nível de produção da superóxido dismutase (um antioxidante notável), propicia a vasodilatação e trava a entrada excessiva de cálcio nas células do ouvido na sequência de traumatismos acústicos.

Um ensaio clínico de 2 meses, realizado em dupla ocultação e controlado por placebo, evidenciou os benefícios da toma diária de um suplemento de magnésio (170 mg) para reduzir os danos infligidos ao sistema auditivo em militares muito expostos ao ruído.

Um extrato superior de Ginkgo biloba (normalizado a 24% de flavona-glicósidos ginkgo e a 6% de terpeno-lactonas)

O ginkgo biloba atua a dois níveis nos problemas de audição.

Os flavonóides, agrupados sob o nome de flavona-glicósidos ginkgo, atuam antes de mais a todos os níveis do sistema circulatório (13). Uma vez absorvidos pelo organismo, contribuem para relaxar a resistência capilar, aumentar a irrigação do ouvido interno e opor-se ao fator de ativação das plaquetas, que propicia a viscosidade sanguínea e o estado inflamatório dos vasos sanguíneos (14-15). Atuam também como coletes à prova de bala face aos agentes oxidantes que estão na origem da degradação da audição e fluidificam a circulação sanguínea (16-17). As terpeno-lactonas (nomeadamente os bilobalídeos) contribuem para consolidar os circuitos neuronais envolvidos na audição. Contribuem para aumentar a produção de energia das mitocôndrias nos neurónios e para reduzir a fuga dos elementos oxidantes.

Durante um ensaio clínico (18) realizado em dupla ocultação e controlado por placebo, a toma de um suplemento de ginkgo biloba (240 mg por dia) permitiu que pessoas que haviam perdido uma parte das suas capacidades auditivas as recuperassem.

Ácido alfa-lipóico, N-acetilcisteína e glutatião

O organismo fabrica um antioxidante notável para combater os radicais livres suscetíveis de danificar as células do ouvido: o glutatião. Infelizmente, inúmeras situações patológicas (stress oxidativo, diabetes, cataratas, aterosclerose…) e vários fatores ambientais (poluição, fumo de cigarro) reduzem consideravelmente essa produção.

Como a biodisponibilidade do glutatião é bastante fraca quando tomado por via oral, a SuperSmart adicionou dois compostos que ajudam o organismo a fabricá-lo em maior quantidade: o ácido alfa-lipóico e a N-acetilcisteína.

Vinpocetina, quercetina e acetil-L-carnitina

A vinpocetina é um derivado da vincamina, um composto natural que encontramos nas folhas da pequena pervinca e em algumas sementes de plantas de origem africana. É utilizada para tratar as perdas de memória, mas pode igualmente ser útil para tratar as perdas súbitas de audição. Atua da mesma forma que a quercetina, aumentando o fluxo sanguíneo no cérebro (19).

Na sua forma “acetil”, a carnitina ajuda a melhorar a degradação dos nervos (20) [esta propriedade é igualmente explorada para lutar contra a doença de Alzheimer (21)].

Vitamina D, vitamina E, vitamina B9 e vitamina B12

Estas quatro vitaminas são cada vez mais raras na alimentação dos Ocidentais. Contudo, elas são indispensáveis ao bom funcionamento da audição e à preservação da sua integridade, além de estarem envolvidas em inúmeros processos fisiológicos, em particular ao nível do cérebro. Uma deficiência em vitamina D (o que é muito frequente no inverno) induz nomeadamente disfunções da cóclea.

5 boas razões para tomar Hear Loss Formula para prevenir os problemas de audição

  1. Estima-se que cerca de 70% das pessoas irão sofrer de perdas de audição significativas após os 70 anos de idade. Só depende de si fazer parte dos 30% restantes.
  2. No interior do ouvido circula um fluido que limpa permanentemente os medicamentos passíveis de atuar contra as disfunções. Por isso é difícil atuar nos problemas de audição por outra via que não a nutrição.
  3. As perdas auditivas colocam as pessoas numa situação de limitação grave: diminuição das interações com quem as rodeia, exclusão progressiva, baixa da auto-estima, depressão, perda de confiança, dificuldades crescentes de comunicar…
  4. Quanto mais tempo esperar para agir, mais os circuitos neuronais se desabituam dos ruídos complexos e mais se agravam as perdas auditivas. É um verdadeiro ciclo vicioso.
  5. Um estudo recente evidenciou uma ligação entre a perda auditiva ligada à idade e o declínio cognitivo. Os problemas da audição poderiam precipitar o surgimento de inúmeros problemas cognitivos.

Como otimizar a eficácia de Hear Loss Formula?

Procura maximizar os efeitos da fórmula? Eis um plano de ação a implementar paralelamente à toma do seu suplemento.

1) Adotar uma alimentação melhor durante todo o período de toma do suplemento.

2) Aumentar significativamente o seu nível de atividade física. As alterações metabólicas por ela induzidas otimizam o funcionamento do cérebro e, por conseguinte, do sistema auditivo. Para as sentir é necessário exercer uma atividade física de cerca de trinta minutos pelo menos cinco dias por semana.

3) Evitar ao máximo os níveis sonoros elevados e envolver mais em atividades sociais ricas.

Redação: outubro de 2018

Nota: este produto não deve substituir uma alimentação diversificada e equilibrada nem um modo de vida saudável. Respeitar os conselhos de utilização, a dose diária aconselhada e a data limite de utilização. Desaconselhado para grávidas ou mulheres a amamentar e para crianças com menos de 15 anos. Manter fora do alcance das crianças. Conservar em local seco e fresco.

Referências

  1. Smoking, Smoking Cessation, and the Risk of Hearing Loss: Japan Epidemiology Collaboration on Occupational Health Study. Nicotine & Tobacco Research, 2018; DOI: 10.1093/ntr/nty026
  2. Evans P, Halliwell B. Free radicals and hearing: cause, consequence, and criteria. Ann N Y Acad Sci 1999;884:19–40
  3. Le Prell CG, Yamashita D, Minami SB, Yamasoba T, Miller JM. Mechanisms of noise-induced hearing loss indicate multiple methods of prevention. Hear Res 2007;226:22–43.
  4. Seidman MD. Effects of dietary restriction and antioxidants on Presbyacusis. Laryngoscope2000;110:727–38.
  5. Darrat I, Ahmad N, Seidman K, Seidman MD. Auditory research involving antioxidants. Curr Opin Otolaryngol Head Neck Surg 2007;15:358–63.
  6. Seidman MD. Effects of dietary restriction and antioxidants on Presbyacusis. Laryngoscope2000;110:727–38.
  7. Choi YH, Miller JM et al. Antioxidant vitamins and magnesium and the risk of hearing loss in the US general population, Am J Clin Nutr. 2014 Jan; 99(1): 148–155.
  8. Biesalski HK. Vitamin A and the ear. Review of the literature. Z Ernahrungswiss 1984;23:104–12.
  9. McFadden SL, Woo JM, Michalak N, Ding D. Dietary vitamin C supplementation reduces noise-induced hearing loss in guinea pigs. Hear Res 2005;202:200–8
  10. Heman-Ackah SE, Juhn SK, Huang TC, Wiedmann TS. A combination antioxidant therapy prevents age-related hearing loss in C57BL/6 mice. Otolaryngol Head Neck Surg 2010;143:429–34.
  11. Hou F, Wang S, Zhai S, Hu Y, Yang W, He L. Effects of α-tocopherol on noise-induced hearing loss in guinea pigs. Hear Res 2003;179:1–8.
  12. Schafer FQ, Wang HP, Kelley EE, Cueno KL, Martin SM, Buettner GR. Comparing β-carotene, vitamin E and nitric oxide as membrane antioxidants. Biol Chem 2002;383:671–81.
  13. Hertog MG, Feskens EJ, Kromhout D. Antioxidant flavonols and coronary heart disease risk. Lancet. 1997;349(9053):699.
  14. Tzeng SH, Ko WC, Ko FN, et al. Inhibition of platelet aggregation by some flavonoids. Thromb Res 1991; 64(1): 91-100.
  15. Smith PF, Maclennan K, Darlington CL. The neuroprotective properties of the Ginkgo biloba leaf: a review of the possible relationship to platelet-activating factor (PAF). J Ethnopharmacol. 1996;50(3):131–9.
  16. Tsai TN, Lin WS, Wu CH, et al. Activation of Kruppel-like factor 2 with Ginkgo biloba extract induces eNOS expression and increases no production in cultured human umbilical endothelial cells. Acta Cardiol Sin 2014; 30(3): 215-22.
  17. Kubota Y, Tanaka N, Umegaki K, et al. Ginkgo biloba extractinduced relaxation of rat aorta is associated with increase in endothelial intracellular calcium level. Life Sci 2001; 69(20): 2327-36.
  18. Burschka MA, Hassan HA, Reineke T, et al. Effect of treatment with Ginkgo biloba extract EGb 761 (oral) on unilateral idiopathic sudden hearing loss in a prospective randomized double-blind study of 106 outpatients. Eur Arch Otorhinolaryngol. 2001;258:213–219.
  19. Miyazaki M. The effect of a cerebral vasodilator, vinpocetine, on cerebral vascular resistance evaluated by the Doppler ultrasonic technique in patients with cerebrovascular diseases. Angiology. 1995;46:53-58.
  20. Turpeinen AK, Kuikka JT, Vanninen E, et al. Long-term effect of acetyl-L-carnitine on myocardial 123I-MIBG uptake in patients with diabetes. Clin Auton Res. 2000;10:13-16.
  21. Montgomery SA, Thal LJ, Amrein R. Meta-analysis of double blind randomized controlled clinical trials of acetyl-L-carnitine versus placebo in the treatment of mild cognitive impairment and mild Alzheimer's disease. Int Clin Psychopharmacol. 2003;18:61-71
ComposiçãoHear loss formula
Dose diária: 2 cápsulas
Número de doses por caixa: 30
Quantidade por dose
N-acetilcisteína 300 mg *
Acetil-L-Carnitina 200 mg *
Aspartato de magnésio 180 mg *
Quercetina 100 mg *
Ácido R-lipóico 80 mg *
Ginkgo biloba normalizado a 24% flavona-glicósidos ginkgo e 6% de terpeno-lactonas 60 mg *
L-gutatião 50 mg *
Vinpocetina 15 mg *
5-metil-tetrahidrofolato 600 µg *
Metilcobalamina 400 µg *
Vitamina D3 2000 UI AJR = 1000%
Vitamina E 400 UI DDR = 2233%
Outros ingredientes: goma de acácia, farinha de arroz branco.
*DDR não definida.
Conselhos de utilizaçãoHear loss formula
Adultos. Tomar duas cápsulas vegetais por dia.
Para além de 2000 UI por dia é aconselhável fazer uma análise a 25-hidroxi vitamina D. Em caso de doença renal, não tomar vitamina D3 sem se aconselhar com o seu terapeuta. Não ultrapassar as 10 000 UI por dia, em todas as suas formas combinadas, sem recomendação do seu terapeuta. Se toma medicamentos anticoagulantes aconselhe-se com o seu terapeuta.

Pacotes sinergia

Subscreva a nossa newsletter
e ganhe um desconto permanente de 5%
A nossa seleção de artigos
Os benefícios do glutatião – o rei dos antioxidantes!

Considerado como o rei dos antioxidantes, o glutatião é realmente um composto excecional que, ainda assim, é muitas vezes esquecido. Sabia que, por exemplo, desempenha um papel fundamental no funcionamento saudável, no equilíbrio e na defesa do organismo?

Melhorar a visão de uma forma natural: quais são as soluções?

1 pessoa em cada 3 é afetada pela deficiência visual. E este número não cessa de aumentar. Contudo, existem soluções, simples, naturais e eficazes. Eis 5 conselhos fáceis de seguir para manter uma visão extraordinária.

Quais são os melhores complementos naturais para preservar o sua visão?

Quais são os melhores complementos naturais para preservar o sua visão? Podemos melhorar a nossa visão através das plantas?

Hear Loss Formula + Gingko
-
+
70.00 €
(78.21 US$)
juntar ao cesto
© 1997-2019 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2019 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
x
secure