0
pt
US
X
× SuperSmart Comprar por problema de saude Comprar por ingrediente Best-sellers Novidades Promoção A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Início Comprar por problema de saude Glicémia e Colesterol Berberine 500 mg
Berberine 500 mg
Berberine 500 mg Berberine 500 mg
Berberine 500 mg
Glicémia e Colesterol Opiniões de clientes
32.00 €(35.44 US$) em stock
Descrição
Berberine 500 mg – Extrato puro a 97% extraído do espinheiro-vinhedo (Berberis vulgaris)
  • Origem 100% natural
  • Garantia sem aditivos
  • Puro a 97% (máximo disponível no mercado)
  • Produto de utilização tradicional (medicina aiurvédica) com elevado potencial
  • Contribui para a saúde gastrointestinal e cardiovascular
-
+
60 Cáp. veg.
juntar ao cesto Certificado de Análise
Lista de desejos
planta Berberis Vulgaris com frutos

Berberine 500 mg - Suplemento de Espinheiro-Vinhedo

Berberine 500 mg é um suplemento alimentar de qualidade superior concebido a partir do espinheiro-vinhedo. Contém uma quantidade excecional de berberina, um fitonutriente conhecido pelos seus efeitos notáveis na saúde cardiovascular e utilizado há milhares de anos na medicina aiurvédica.

O que é a berberina?

A berberina é uma substância vegetal produzida por determinadas plantas, como a Uva-espim (Berberis vulgaris), igualmente conhecida pelo nome de espinheiro-vinhedo. Trata-se de um alcaloide, ou seja, de um “composto orgânico natural, de estrutura molecular complexa (heterocíclica) e dotado de propriedades fisiológicas pronunciadas, mesmo em doses baixas”, segundo a definição avançada pelos autores Winterstein e Trier. Trata-se de um grupo de produtos naturais fascinante, com elevado potencial terapêutico.

In vitro, este alcaloide pode exercer diferentes efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios, hipoglicémicos, hipotensores e hipolipidémicos, sendo a sua propriedade mais importante a de contribuir para bloquear os canais cálcicos.

Onde encontrar berberina? Encontramos igualmente berberina na argemone mexicana, hidraste canadense, uva do Oregon, ruibarbo-dos-pobres e Berberis aristata, um arbusto originário da região dos Himalaias.

De onde vem a berberina? Como é produzida?

As plantas que pertencem ao género Berberis estão presentes em todas as regiões semitropicais do mundo. É por esta razão que faz parte integrante das grandes medicinas tradicionais, como a medicina aiurvédica ou a medicina chinesa.

O nosso suplemento de berberina é proveniente da espécie Berberis vulgaris (espinheiro-vinhedo), que se concentra sobretudo no Irão, o maior produtor mundial, com 11 000 hectares de culturas. Diferentes órgãos da planta são pertinentes para uma utilização terapêutica, nomeadamente a casca, a raiz e o caule, mas o fruto seco é o mais frequentemente utilizado, tendo sido declarado totalmente seguro para alimentação humana e validado pela FDA americana.

Encontramos outros alcaloides no espinheiro-vinhedo, como a oxiacontina, a berbamina, a brocilina e a columbamina, mas é a berberina que suscita o maior entusiasmo no seio da comunidade científica, razão pela qual optámos por enriquecer o nosso extrato natural com berberina (teor garantido a 97% de princípios ativos).

Quais os mecanismos de ação da berberina?

A berberina foi objeto de inúmeros estudos, devido às suas propriedades e aos seus efeitos fisiológicos. A planta de onde é extraída é tradicionalmente utilizada há milhares de anos: foram encontradas em placas de argila da biblioteca pessoal do imperador assírio Asurbanipal, datadas do ano 650 A.C., as provas da utilização de Berberis vulgaris para “purificar o sangue”. Na aiurveda, também era utilizada para tratar infeções variadas, ajudar a curar feridas e “abrir o espírito”.

Colocam-se questões relacionadas com a sua biodisponibilidade por via oral, que tem a reputação de ser baixa, pelo facto de se estimar uma absorção intestinal de 0,4% a 1%. Contudo, estudos realizados in vivo demonstram que a distribuição da berberina nos tecidos é muito superior à sua concentração no sangue após administração oral. É rapidamente distribuída para os rins, músculos, coração, pâncreas, gorduras e fígado, onde é metabolizada e transformada em berberrubina, em talifendina e em jatrorrhizina, os seus principais metabolitos ativos.

Os seus mecanismos de ação estão a ser investigados, e centenas de estudos científicos surgem todos os anos para avaliar os seus benefícios na saúde cardiovascular.

Foram observadas interações farmacocinéticas em coadministração com a ciclosporina A (utilizada no tratamento de doença autoimunes) e a metformina (um antidiabético oral utilizado no tratamento da diabetes de tipo 2 para baixar a insulinorresistência do organismo).

As perguntas dos internautas

Porque é que o preço da berberina Supersmart é mais elevado do que o de outros suplementos?

O extrato de Berberis vulgaris proposto pela Supersmart é padronizado a 97% de berberina, que é o máximo disponível no mercado. Não contém mais nada além de fibras naturais de acácia e farinha de arroz, excipientes de origem natural totalmente seguros. Trata-se de uma verdadeira proeza técnica, pois é difícil colocar berberina numa cápsula.

A que produtos podemos associar a berberina?

Para lutar contra os níveis elevados de açúcares no sangue e contribuir para melhorar a saúde cardiovascular, são vários os suplementos alimentares que lhe podem interessar.

  • Os compostos da fórmula Carbo Defense™ podem, por exemplo, ajudar a regular o metabolismo da glicémia limitando, nomeadamente, a absorção dos açúcares ao nível do intestino delgado.
  • O DHA (ácido docosahexanóico), vendido como suplemento com o nome de Super DHA, contribui para manter níveis normais de triglicéridos.
  • O PectaSol® (um concentrado natural de pectinas de limão) contribui para reduzir a subida da glicose no sangue após as refeições (quando tomado às refeições e numa dose de, pelo menos, 10 g).
  • O Beta 1.3/1.6 Glucan, uma substância natural extraída da parede celular de uma levedura, contribui para manter níveis ideais de colesterol sanguíneo.

E se desejar continuar no domínio dos fitonutrientes, tem igualmente várias opções interessantes:

Que dosagem devemos privilegiar?

A dose terapêutica utilizada na maioria dos ensaios clínicos é de 200 a 500 mg, 2 a 3 vezes por dia. Neste suplemento, a berberina é proposta na forma de uma cápsula vegetal de 500 mg, a tomar imediatamente antes das refeições, com a mesma periodicidade.

Tem dificuldades em engolir as cápsulas? Nada impede que abra as cápsulas e misture o conteúdo num copo de água, num sumo de fruta ou num iogurte. Na verdade, a berberina é convertida pela flora oral em dihidroberberina, que poderia inclusivamente ter uma taxa de absorção intestinal melhor.

Atualização: abril de 2018

Nota: Este produto não deve substituir uma alimentação diversificada e equilibrada, nem um modo de vida saudável. Respeitar os conselhos de utilização, a dose diária recomendada e a data limite de utilização. Desaconselhado para grávidas ou mulheres a amamentar e para crianças com menos de 15 anos. Manter fora do alcance das crianças. Conservar em local seco e fresco.

Composição
Dose diária: 2 cápsulas
Número de doses por caixa: 30
Quantidade por dose
Berberina (de 1040 mg de extrato de Berberis vulgaris padronizado a 97% de berberina) 1 000 mg
Outros ingredientes: Goma-arábica, farinha de arroz.
Conselhos de utilização

Adultos. Tomar 2 ou 3 cápsulas por dia, em duas ou três tomas, antes das três principais refeições.

Cada cápsula contém 500 mg de berberina.

Referências
  1. Mokhber-Dezfuli N, Saeidnia S, Gohari AR, Kurepaz-Mahmoodabadi M. Phytochemistry and pharmacology of berberis species. Pharmacogn Rev. 2014;8:8.
  2. Bhardwaj D, Kaushik N. Phytochemical and pharmacological studies in genus Berberis. Phytochem Rev. 2012;11:523–542
  3. Mazandarani M, Ghasemi N, Bayat H. The second review and comparison of active ingredients in plant organs of Berberis vulgaris L. J Plant Sci Res. 2013;8:59–17.
  4. Madiseh MR, Heidarian E, Rafieian-kopaei M. Biochemical components of Berberis lycium fruit and its effects on lipid profile in diabetic rats. J HerbMed Pharmacol. 2014;3:1.
  5. Kermanshahi H, Riasi A. Effect of dietary dried Berberis vulgaris fruit and enzyme on some blood parameters of laying hens fed wheat-soybean based diets. Int J Poult Sci. 2006;5:89–93.
  6. Liu YT, Hao HP, Xie HG, et al. 2010. Extensive intestinal first-pass elimination and predominant hepatic distribution of berberine explain its low plasma levels in rats. Drug Metab Dispos 38: 1779–1784.
  7. Chen W, Miao YQ, Fan DJ, et al. 2011. Bioavailability study of berberine and the enhancing effects of TPGS on intestinal absorption in rats. AAPS PharmSciTech 12: 705–711
  8. Tan XS, Ma JY, Feng R, et al. 2013. Tissue distribution of berberine and its metabolites after oral administration in rats. PLoS One 8: e77969.
  9. Imenshahidi M, Hosseinzadeh H. Berberis Vulgaris and berberine:an update review. Phytother Res. 2016;30:1745–1764.
  10. EFSA opinion reference 2010;8(10):1734
  11. EFSA opinion reference 2010;8(10):1747
  12. EFSA opinion reference 2011;9(6):2207
  13. Feng R, Shou JW, Zhao ZX, He CY, Ma C, Huang M, et al. Transforming berberine into its intestine-absorbable form by the gut microbiota. Sci Rep. 2015;5:12155.
  14. Chang, W., Zhang, M., Li, J., Meng, Z., Wei, S., Du, H., et al. 2013. Berberine improves insulin resistance in cardiomyocytes via activation of 5=-adenosine monophosphate-activated protein kinase. Metabolism, 62(8): 1159–1167. doi: 10.1016/j.metabol.2013.02.007. PMID:23537779
  15. Yun S. Lee, Woo S. Kim,Kang H. Kim, Myung J. Yoon, Hye J. Cho, Yun Shen, Ji-Ming Ye, Chul H. Lee, Won K. Oh, Chul T. Kim, Cordula Hohnen-Behrens, Alison Gosby, Edward W. Kraegen, David E. James, and Jae B. Kim, Berberine, a natural plant product, activates AMP-activated protein kinase with beneficial metabolic effects in diabetic and insulin resistant states, Diabetes, 2006.
  16. Hu, Y., and Davies, G.E. 2010. Berberine inhibits adipogenesis in high-fat dietinduced obesity mice. Fitoterapia, 81(5): 358–366. doi:10.1016/j.fitote.2009.10. 010. PMID:19861153.
  17. Zhang, M., Lv, X., Li, J., Meng, Z., Wang, Q., Chang, W., et al. 2012. Sodium caprate augments the hypoglycemic effect of berberine via AMPK in inhibiting hepatic gluconeogenesis. Mol. Cell. Endocrinol. 363(1–2): 122–130. doi:10.1016/j. mce.2012.08.006. PMID:22922125.
  18. Ko, B.S., Choi, S.B., Park, S.K., Jang, J.S., Kim, Y.E., and Park, S. 2005. Insulin sensitizing and insulinotropic action of berberine from Cortidis rhizoma. Biol. Pharm. Bull. 28(8): 1431–1437. doi:10.1248/bpb.28.1431. PMID:16079488.
  19. Chang, W., Chen, L., & Hatch, G. M. (2015). Berberine as a therapy for type 2 diabetes and its complications: From mechanism of action to clinical studies. Biochemistry and Cell Biology, 93(5), 479–486. doi:10.1139/bcb-2014-0107.

Pacotes sinergia

Berberine 500 mg
Berberine 500 mg
Uma nova arma natural e potente contra a diabetes de tipo II
32.00 €(35.44 US$)
Novo
Kidney Detox Formula
Kidney Detox Formula
Uma fórmula notável que contribui para saúde renal e para combater os cálculos
39.00 €(43.19 US$)
Pack "Próstata e Conforto urinário"
71.00 €(78.63 US$)
Berberine 500 mg
Berberine 500 mg
Uma nova arma natural e potente contra a diabetes de tipo II
32.00 €(35.44 US$)
Weight Loss Booster
Weight Loss Booster
Acelerar a perda de peso por mecanismos complementares
27.00 €(29.90 US$)
Pack "Coração e Circulação sanguínea"
59.00 €(65.34 US$)
Berberine 500 mg
Berberine 500 mg
Uma nova arma natural e potente contra a diabetes de tipo II
32.00 €(35.44 US$)
Pantethine 200 mg
Pantethine 200 mg
Uma forma derivada de vitamina B5 para combater o colesterol “mau”
39.00 €(43.19 US$)
Pack "Coração e Circulação sanguínea"
71.00 €(78.63 US$)
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter
e ganhe um desconto permanente de 5%
A nossa seleção de artigos
O top 10 dos alimentos anticolesterol

Para controlar, prevenir ou reduzir o mau colesterol, selecionámos o best off dos alimentos a incluir nas ementas o mais regularmente possível.

Quais são os melhores complementos para baixar os níveis de açúcares no sangue (glicémia) nos indivíduos pré-diabéticos ou diabéticos?

Quais são os melhores complementos para baixar os níveis de açúcares no sangue (glicémia) nos indivíduos pré-diabéticos ou diabéticos?

Porquê tomar levedura vermelha de arroz à noite?

Sabe porque é que é mais pertinente tomar levedura vermelha de arroz à noite, antes de se deitar? E conhece o seu interesse para a saúde do coração?

Berberine 500 mg
-
+
32.00 €
(35.44 US$)
juntar ao cesto
© 1997-2019 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2019 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
Nortonx
secure
Advent calandar ×