0
pt
US
X
× SuperSmart Informar-se por pergunta de saúde Artigos novos Artigos populares Visitar a nossa loja A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Reforço geral do organismo Dossiers

Fadiga crónica: quais as possíveis causas?

Problemas de concentração, sensação de esgotamento, dores musculares inexplicáveis... estes sintomas podem ser um sinal de fadiga crónica. Muito constrangedor no dia a dia, este cansaço persistente pode ter origens diferentes, que devem ser identificadas o mais depressa possível. Enfoque nas 4 causas da fadiga crónica!
Rédaction Supersmart.
2018-03-01 (blog.publication: 2018-02-05)Comentários (0)

Distúrbios do sono recorrentes

Em muitos casos, uma sensação de fadiga persistente pode-se dever a uma desregulação do ritmo circadiano. Também chamado ritmo ou relógio biológico, este regula as fases de vigília e de sono do nosso organismo. Quando este é perturbado, pode manifestar-se uma vontade irresistível de dormir a qualquer momento r. Uma desregulação do relógio biológico pode ter origem em noites muito curtas, em vigílias intempestivas, numa exposição excessiva à luz azul, num desfasamento horário, num trabalho noturno... Algumas doenças, como a apneia do sono, também podem perturbar o ritmo circadiano e causar fadiga extrema.

Quais são as soluções? Existem vários truques para manter ou recuperar um ritmo circadiano normal. Os especialistas recomendam nomeadamente que nos devemos deitar e levantar a horas fixas. Para facilitar o adormecimento e melhorar a qualidade do sono, existem plantas com propriedades relaxantes que podem constituir trunfos não negligenciáveis. Algumas dessas plantas, tais como a valeriana e a rodiola, podem ser encontradas em suplementos tais como o produto Natural Sleep Formula.

Maus hábitos alimentares

A síndrome da fadiga crónica pode, por vezes, estar relacionada com os nossos hábitos alimentares. Com efeito, quando as nossas refeições são hipercalóricas, o nosso organismo tem de mobilizar uma grande quantidade de energia para gerir os excessos. Por outro lado, quando os nossos pratos são hipercalóricos, os nossos aportes nutricionais podem ser insuficientes para recarregar as baterias do organismo. Em ambos os casos, pode manifestar-se um estado de sonolência afetando as nossas capacidades.

Quais são as soluções? É importante controlar os nossos aportes nutricionais para prevenir ou combater a fadiga crónica. Para tal, deve ser adotada uma dieta saudável e equilibrada, que satisfaça as necessidades do organismo. Para evitar carências de nutrientes essenciais, também é possível apostar em formulas multivitaminadas como o suplemento Daily 6®. Este produto fornece muitos nutrientes, incluindo vitamina C e magnésio, que são conhecidos pelo seu papel no tónus do organismo.

O stress diário

A síndrome da fadiga crónica também pode ser uma das consequências do stress. Considerado por alguns investigadores como a doença do século XXI, o stress está, atualmente, omnipresente e afeta toda a gente. No trabalho ou em casa, o funcionamento do nosso organismo pode ser afetado por muitas situações stressantes. A longo prazo, o stress pode estar na origem de um esgotamento cerebral que se pode manifestar através de uma sensação de cansaço, transtornos do humor, ataques de ansiedade, transtornos depressivos...

Quais são as soluções? Perante o stress diário, várias respostas são possíveis. Por exemplo, pode ser benéfica uma pausa relaxante, longe do barulho, da agitação e das preocupações. Para antecipar ou melhor gerir o stress, também pode ser eficaz usar um anti-stress natural. Existem vários, entre os quais o novo PharmaGABA®, que é uma forma natural e biodisponível do GABA, um neurotransmissor com efeitos tranquilizantes e anti-stress.

Um sistema imunitário fragilizado

Uma diminuição das nossas defesas imunitárias pode igualmente estar na origem da sensação de esgotamento total. Com efeito, sendo responsável pela proteção do nosso organismo face às agressões externas, o nosso sistema imunitário pode, por vezes, encontrar-se enfraquecido e tornar-se ineficiente. Esta fraqueza pode ter muitas explicações: certas doenças, acumulação de toxinas no organismo, deficiências nutricionais…

Quais são as soluções? Para evitar a síndrome da fadiga crónica, é, por conseguinte, essencial cuidar do nosso sistema imunitário. Garantir o seu bom funcionamento necessita nomeadamente de certos nutrientes, tais como a vitamina D e o zinco. É também possível reforçar o sistema imunitário graças a imunoestimulantes naturais, como o arabinogalactana, um princípio ativo extraído do larício.

Se gostou, partilhe Pinterest

Comentários

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário
Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião
A nossa seleção de artigos
Avó a elaborar remédios naturais na cozinha
10 truques de saúde da avó para conhecer… e transmitir

Os conselhos da avó são muitas vezes preciosos. Descubra 10 remédios tradicionais imparáveis para aliviar inúmeros problemas do quotidiano e manter-se saudável.

Tomates, amêndoas e outras fontes de potássio
Top dos 10 alimentos mais ricos em potássio

Descubra a lista dos dez alimentos mais ricos em potássio – o mineral que contribui para o funcionamento normal do sistema nervoso e para uma função muscular normal. Conhece o alimento n.º 1 desta lista?

Raiz de ouro do antidepressivo Rhodiola rosea
Rhodiola – benefícios e posologia da famosa “raiz de ouro”

Sendo uma planta adaptogénica utilizada há vários séculos pelas populações dos climas frios, a rhodiola apresente muitos aspetos atrativos. Descubra hoje mesmo os benefícios desta raiz ártica que fascina os cientistas.

Suplementos alimentares e despertador
Suplementos alimentares – em que altura do dia os devemos tomar?

Em que altura do dia devo tomar os meus suplementos alimentares para tirar o melhor partido possível deles? Quais devo tomar com a refeição e quais devo tomar fora da refeição? Respostas a todas as suas perguntas práticas.

Bananas, especiarias e outros alimentos ricos em potássio
Falta de potássio – como reconhecer e evitar

O potássio é um mineral essencial para o organismo, envolvido no funcionamento do sistema nervoso, dos músculos… O que significa que uma carência de potássio se pode revelar perigosa. Veja como identificar esta carência e como a solucionar.

Médico a auscultar uma mulher anémica com falta de ferro
Quem deve tomar um suplemento alimentar de ferro?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 2 mil milhões de pessoas no mundo sofrem de anemia, ou seja, de uma carência de ferro. Mas quando e porque razão se devem tomar suplementos alimentares de ferro? Elementos de resposta.

Estes produtos devem interessar-lhe

Daily 3®Daily 3®

A fórmula multivitamínica mais completa que podemos tomar numa única cápsula

49.00 €(58.31 US$)
+
Daily 6®Daily 6®

Contém 54 ingredientes! O multinutrientes de muito largo espectro para uma saúde ideal.

89.00 €(105.92 US$)
+
Liposomal Vitamin C 335 mgLiposomal Vitamin C 335 mg

Forma altamente biodisponível de vitamina C

45.00 €(53.55 US$)
+
Magnesium Orotate 500 mgMagnesium Orotate 500 mg

Uma forma de magnésio com elevada biodisponibilidade

34.00 €(40.46 US$)
+
Methylcobalamine 1 mgMethylcobalamine 1 mg

A forma de vitamina B12 mais activa, utilizada preferencialmente para regenerar os neurónios.

19.00 €(22.61 US$)
+
Novo
Adaptogenic PotionAdaptogenic Potion

Uma poção ayurvédica para reforçar a imunidade e eliminar o stress

34.00 €(40.46 US$)
+
Annatto Tocotrienols 50 mgAnnatto Tocotrienols 50 mg

Benéfico para a saúde cardiovascular. 90% de delta-tocotrienóis, a forma de vitamina E com a mais forte actividade biológica.

34.00 €(40.46 US$)
+
© 1997-2021 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2021 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
Nortonx
secure
Warning
ok