0
pt
US
WSM
232147264
O seu carrinho está vazio.
Menu

Afrontamentos nas mulheres – porquê? Que fazer?

Minhas senhoras, sofrem de afrontamentos desagradáveis? Descubram a que podem dever-se estes sintomas e como os mitigar naturalmente.

Mulher idosa com afrontamento

O que são os afrontamentos?

Um afrontamento, por vezes chamado “enrubescimento” ou “flush”, é uma sensação de calor repentina, passageira e sentida mais frequentemente na parte superior do corpo (ao nível do rosto, do pescoço e do peito).

Os afrontamentos podem ser ligeiros, mas podem também ser muito incomodativos.

Os vários sintomas de um afrontamento

Os sintomas comuns causados por um afrontamento são, mais precisamente:

  • sensação súbita de calor que se propaga no peito, no pescoço e no rosto;
  • vermelhidão da pele e/ou manchas avermelhadas na pele;
  • ritmo cardíaco acelerado;
  • transpiração repentina, principalmente na parte superior do corpo;
  • sensação de frio quando o afrontamento passa;
  • sensação de ansiedade.

A frequência e a intensidade dos afrontamentos variam no tempo e em função da pessoa em causa. Um episódio pode durar 1 a 2 minutos, indo por vezes até 5 minutos.

O que causa os afrontamentos, nomeadamente nas mulheres?

Entre as potenciais causas dos afrontamentos, citamos os efeitos secundários de alguns medicamentos, os problemas de tiroide, a ansiedade, etc.

Existem igualmente fatores de risco que podem intensificar os sintomas dos afrontamentos:

  • o tabagismo;
  • a obesidade;
  • a hereditariedade.

Nas mulheres, os afrontamentos são, todavia, observados aquando das variações hormonais do período pré-menstrual ou da menopausa (lembramos que esta etapa marca o fim da vida reprodutiva feminina e corresponde à cessação permanente das menstruações durante, pelo menos, 12 meses consecutivos).

A maioria dos estudos sugere que este tipo de afrontamentos na mulher surge quando a descida dos níveis de estrogénios torna o termóstato do organismo (o hipotálamo) mais sensível às variações da temperatura corporal, mesmo que sejam ligeiras. Na verdade, quando o hipotálamo calcula que o corpo está demasiado quente, inicia uma cadeia de acontecimentos para fazer com que o corpo transpire e arrefeça.

Quando é que estes afrontamentos ocorrem?

Os afrontamentos devidos a variações hormonais nas mulheres podem surgir a qualquer momento do dia ou da noite.

A maioria das mulheres que declaram tê-los sentem-nos quotidianamente.

Os afrontamentos noturnos são muitas vezes considerados particularmente insuportáveis, nomeadamente porque prejudicam o sono.

Até quando podem durar os afrontamentos femininos?

Em média, os afrontamentos ligados à entrada na menopausa persistem durante 7 anos, mas algumas mulheres sentem-nos durante mais de 10 anos.

Regra geral, a maioria das mulheres afetadas deixa de os sentir depois dos 65 anos. Salientamos que nem todas as mulheres sentem afrontamentos na menopausa.

Como mitigar os afrontamentos da menopausa?

Para minimizar a frequência ou a intensidade dos afrontamentos femininos causados pela menopausa, pode recorrer a diversos métodos naturais:

Alguns conselhos práticos

Em primeiro lugar, em caso de afrontamentos, tenha o cuidado de se manter ao fresco. Use roupas mais leves e de tecidos que respirem e não hesite em refrescar-se com toalhetes frescos, sprays de água

Faça uma alimentação variada e equilibrada evitando, ao invés, os alimentos muito condimentados, as bebidas quentes, o álcool e o tabaco – fatores possíveis de originar afrontamentos.

Pratique também regularmente desporto para apoiar o seu bem-estar geral e aprenda a relaxar.

Os fitoestrogénios
Os fitoestrogénios são compostos naturais presentes em certas plantas, tais como o trevo vermelho, a soja e as sementes de linhaça.

Sem serem substitutos perfeitos dos estrogénios endógenos, estes compostos dotados de uma estrutura química semelhante podem ligar-se aos recetores dos estrogénios e exercer uma atividade estrogénica, o que compensa a descida dos níveis de estrogénios ligada à menopausa.

Parecem assim reduzir eficazmente os afrontamentos em determinadas mulheres. Encontramo-los, nomeadamente, na forma de creme com alto teor de fitoestrogénios (1).

A progesterona

Na menopausa, as mulheres enfrentam – além da diminuição do nível de estrogénios – uma diminuição do nível de progesterona.

Os suplementos que contêm fito-progesteronas, regra geral extraídos de uma planta chamada inhame selvagem, ajudam a compensar esta carência de progesterona e podem, assim, contribuir para evitar os afrontamentos (2-3).

Descubra, por exemplo, o nosso spray de progesterona natural ou o nosso creme de progesterona natural.

A vitamina E

Uma meta análise recente mostrou que a vitamina E antioxidante, associada a ómega-3, podia reduzir a intensidade dos afrontamentos, quando comparada com um placebo (4).

A salva

A salva é utilizada tradicionalmente para aliviar os afrontamentos. Vários estudos sugerem que ela poderia reduzir tanto a frequência como a intensidade dos afrontamentos (5).

O hipericão

Um facto menos conhecido: o hipericão, além de ser utilizado para apoiar a moral, é cada vez mais estudado pelos seus potenciais efeitos anti afrontamentos (6). Não hesite em aconselhar-se com um médico antes de tomar suplementos.

O CONSELHO SUPERSMART

Referências

  1. Chen MN, Lin CC, Liu CF. Efficacy of phytoestrogens for menopausal symptoms: a meta-analysis and systematic review. Climacteric. 2015 Apr;18(2):260-9. doi: 10.3109/13697137.2014.966241. Epub 2014 Dec 1. PMID: 25263312; PMCID: PMC4389700.
  2. Prior JC, Hitchcock CL. Progesterone for hot flush and night sweat treatment--effectiveness for severe vasomotor symptoms and lack of withdrawal rebound. Gynecol Endocrinol. 2012 Oct;28 Suppl 2:7-11. doi: 10.3109/09513590.2012.705390. Epub 2012 Aug 1. PMID: 22849758.
  3. Regidor PA. Progesterone in Peri- and Postmenopause: A Review. Geburtshilfe Frauenheilkd. 2014 Nov;74(11):995-1002. doi: 10.1055/s-0034-1383297. PMID: 25484373; PMCID: PMC4245250.
  4. Maghalian M., Hasanzadeh R., Mirghafourvand M. The effect of oral vitamin E and omega-3 alone and in combination on menopausal hot flushes: A systematic review and meta-analysis. Post Reprod. Health. 2022;28:93–106. doi: 10.1177/20533691221083196.
  5. Bommer S, Klein P, Suter A. First time proof of sage's tolerability and efficacy in menopausal women with hot flushes. Adv Ther. 2011 Jun;28(6):490-500. doi: 10.1007/s12325-011-0027-z. Epub 2011 May 16. PMID: 21630133.
  6. Abdali K, Khajehei M, Tabatabaee HR. Effect of St John's wort on severity, frequency, and duration of hot flashes in premenopausal, perimenopausal and postmenopausal women: a randomized, double-blind, placebo-controlled study. Menopause. 2010 Mar;17(2):326-31. doi: 10.1097/gme.0b013e3181b8e02d. PMID: 20216274.

Palavras-chave

Partilhe

Comentários

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário

Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião

Pagamento seguro
32 anos de experiência
Satisfeito
ou reembolsado;
Envio rápido
Consulta gratuita