0
pt
US
WSM
232205864
O seu carrinho está vazio.
Menu

Mononucleose e Covid longa – quais os tratamentos naturais?

Inúmeros investigadores pensam que a reativação da mononucleose infeciosa pela Covid-19 seria responsável pela Covid longa. Como combater de forma natural e eficaz esta doença viral transmitida pela saliva, que causa fadiga, angina e febre?

Vírus da mononucleose infeciosa

Mononucleose – avisos sobre a “doença do beijo”

Infeção viral da família do herpes, a mononucleose infeciosa é provocada pelo vírus de Epstein-Barr (EBV) (1). Como este vírus é extremamente comum, é frequente que o organismo seja exposto a ele desde tenra idade sem que isso origine sintomas; o corpo desenvolve, contudo, anticorpos e o organismo fica protegido.

Todavia, caso não exista contaminação precoce, o organismo não fica imunizado. Nesse caso, uma exposição tardia ao vírus provoca a mononucleose infeciosa, que se traduz essencialmente por febre alta, enorme fadiga, perda de apetite, eventuais dores musculares e outras dores semelhantes, bem como dores de cabeça. Por vezes, a mononucleose infeciosa provoca igualmente uma angina particularmente dolorosa (2).

Transmitida pela saliva e pelas projeções de tosse, a mononucleose infeciosa é por isso frequentemente chamada “doença do beijo” (3).

A mononucleose, responsável pela Covid longa?

Na medida em que as síndromes pós-infeciosas (SPI) afetam e são frequentes em inúmeros doentes, nomeadamente a mononucleose (4-5), desde a pandemia de Covid-19, inúmeros investigadores analisam as interações entre estas diferentes infeções e a Covid, nos casos de Covid longa.

Assim, em junho de 2021, foi publicado um estudo na revista Pathogens (6), no qual um grupo de investigadores avançava uma hipótese inesperada relacionada com a Covid longa. Segundo estes médicos, a resposta inflamatória à infeção pelo vírus da Covid-19 provocaria uma reativação do vírus de Epstein-Barr, presente em 90% dos adultos.

Esta reativação explicaria os sintomas evidenciados por 1 em cada 3 pacientes após a cura da Covid: fadiga, erupções cutâneas, nevoeiro cerebral, etc.

Na sequência desta descoberta, estes médicos preconizam o despiste sistemático de uma reativação do EBV nos pacientes com Covid para tratar o mais rapidamente possível os sintomas da mononucleose e, desse modo, reduzir o impacto no estado geral das Covid longas.

Quais os tratamentos contra a mononucleose infeciosa?

Contudo, como a mononucleose infeciosa é uma afeção viral, não existe tratamento eficaz contra a doença (os poucos antivirais existentes não são geralmente recomendados) (7).

Em contrapartida, o paracetamol ou os anti-inflamatórios são frequentemente prescritos para lutar contra os sintomas, em particular a febre e as dores de cabeça. Por outro lado, recomenda-se geralmente repouso e hidratar-se adequadamente.

Em todo o caso, se acredita ter contraído uma mononucleose infeciosa, consulte o seu médico para fazer um exame sanguíneo que, por si só, permite confirmar o diagnóstico.

Tratamentos naturais em caso de mononucleose

Embora não exista um tratamento milagroso contra a mononucleose infeciosa, existem, em contrapartida, inúmeros tratamentos naturais que permitem aliviar determinados sintomas e também apoiar a sua imunidade.

Assim, para lutar contra a fadiga intensa sentida pelas pessoas afetadas pela mononucleose, a indispensável vitamina C surge como um trunfo de mestre, em particular no inverno. Metabolismo energético, sistema imunitário, funções psicológicas, redução da fadiga, etc.; a vitamina C é a aliada absoluta para apoiar o seu organismo. É frequentemente aconselhada pelos médicos para ajudar os seus pacientes a reerguer-se.

De igual modo, a vitamina D contribui para o funcionamento normal do sistema imunitário e constitui, portanto, um suplemento alimentar quase indispensável, nomeadamente no inverno (8).

O magnésio, que contribui para reduzir a fadiga e está envolvido no bom funcionamento do sistema nervoso e das funções psicológicas, revela-se igualmente um suplemento alimentar precioso em caso de fadiga incapacitante. Lembramos que o défice de magnésio faz parte das carências mais comuns na população.

Por fim, a medicina ayurvédica oferece-nos igualmente uma planta adaptogénica muito útil: o ginseng. Contribuindo para reduzir a fadiga, manter a vitalidade e apoiar o sistema imunitário bem como para o desempenho e a reatividade do cérebro, a raiz desta planta medicinal dá resposta a vários sintomas (9).

O CONSELHO SUPERSMART

Referências

  1. EBELL, Mark H. Epstein-Barr virus infectious mononucleosis. American family physician, 2004, vol. 70, no 7, p. 1279-1287.
  2. VOULOUMANOU, Evridiki K., RAFAILIDIS, Petros I., et FALAGAS, Matthew E. Current diagnosis and management of infectious mononucleosis. Current opinion in hematology, 2012, vol. 19, no 1, p. 14-20.
  3. HOAGLAND, Robert J., et al.The transmission of infectious mononucleosis. American Journal of Medical Sciences, 1955, vol. 229, no 3, p. 262-72.
  4. ELIGIO, Pizzigallo, DELIA, Racciatti, et VALERIA, Gorgoretti. EBV chronic infections. Mediterranean journal of hematology and infectious diseases, 2010, vol. 2, no 1.
  5. HOTCHIN, N. A., READ, R., SMITH, D. G., et al.Active Epstein-Barr virus infection in post-viral fatigue syndrome. Journal of Infection, 1989, vol. 18, no 2, p. 143-150.
  6. GOLD, Jeffrey E., OKYAY, Ramazan A., LICHT, Warren E., et al.Investigation of long COVID prevalence and its relationship to Epstein-Barr virus reactivation. Pathogens, 2021, vol. 10, no 6, p. 763.
  7. BAILEY, R. E. Diagnosis and treatment of infectious mononucleosis. American family physician, 1994, vol. 49, no 4, p. 879-888.
  8. BAE, Minkyung et KIM, Hyeyoung. The role of vitamin C, vitamin D, and selenium in immune system against COVID-19. Molecules, 2020, vol. 25, no 22, p. 5346.
  9. NOCERINO, Emilia, AMATO, Marianna, et IZZO, Angelo A. The aphrodisiac and adaptogenic properties of ginseng. Fitoterapia, 2000, vol. 71, p. S1-S5.

Partilhe

Comentários

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário

Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião

Pagamento seguro
32 anos de experiência
Satisfeito
ou reembolsado;
Envio rápido
Consulta gratuita