0
pt
US
1 máscara gratuita por cada encomenda; 1 pack "máscara + frasco de álcool-gel" grátis por cada encomenda de valor igual ou superior a 120€
X
× SuperSmart Informar-se por pergunta de saúde Artigos novos Artigos populares Visitar a nossa loja A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Sistema imunitário, Fadiga e Infecções Guias e tutorials

Ubiquinol - potencie a sua imunidade com a coenzima Q10

A coenzima Q10 é conhecida por baixar a hipertensão e reduzir os problemas cardíacos… mas não só. Descubra como este composto essencial o(a) ajuda também a estimular as suas defesas imunitárias.
Glóbulos brancos que atacam vírus no organismo.
A ubiquinona e o ubiquinol permitem reforçar as defesas imunitárias do organismo.
Rédaction Supersmart.
2020-04-16Comentários (0)

Definição da coenzima Q10, também conhecida como ubiquinona

A coenzima Q10 – o que é?

A coenzima Q10, conhecida como CoQ10 ou ubiquinona, é uma substância necessária para a produção de energia nas células. Está presente na maioria dos seres vivos.

No ser humano, é simples: todos os gastos energéticos envolvidos num qualquer processo fisiológico exigem a presença de CoQ10. Encontramo-la, por isso, em todo o organismo (coração, estômago, rins...) É desse facto que deriva o seu nome “ubiquinona”; o termo latino ubiquu significa “que está em toda a parte”.

Algumas fontes de ubiquinona

A CoQ10 é em parte produzida pelo corpo e em parte assimilada através da alimentação. Obtemo-la nomeadamente comendo carne de vaca, arenque marinado, frango ou brócolos, bem como em alguns suplementos alimentares especialmente elaborados para maximizar os seus aportes em ubiquinona.

Possibilitando-lhe tirar melhor partido das múltiplas virtudes da CoQ10, estes suplementos nutricionais são por vezes expressamente utilizados para suprir uma carência: um défice em ubiquinona pode, nomeadamente, ser provocado pela toma de estatinas – medicamentos que atuam contra o excesso de colesterol.

E o ubiquinol?

O ubiquinol está envolvido no ciclo de Krebs

O ubiquinol, por seu lado, é muito simplesmente a forma reduzida da coenzima Q10. Por outras palavras: quando o organismo absorve a ubiquinona, transforma-a em ubiquinol.

É este composto, capaz de trocar eletrões, que intervém no final no ciclo de Krebs (uma via metabólica crucial para a produção de energia celular) e na cadeira respiratória.

É preferível optar por um suplemento de ubiquinona ou de ubiquinol?

Estas duas substâncias naturais são eficazes para aumentar o seu nível de ubiquinol no sangue. Uma parte da ubiquinona, contudo, não é absorvida pelo organismo ao nível do intestino. De absorção mais fácil, o ubiquinol apresenta por isso a vantagem de ser um composto ativo de forma direta.

Para dar um exemplo concreto: uma toma diária de 200 mg de CoQ10 vai aumentar o seu nível de ubiquinol sanguíneo em cerca de 60%. Tomando a mesma quantidade de ubiquinol, este mesmo nível subirá 150%. (1) Mas para que serve exatamente esta coenzima Q10?

Os benefícios bem conhecidos da coenzima Q10

A CoQ10 combate a hipertensão e protege o sistema cardiovascular

Para começar, a coenzima Q10 atua contra a hipertensão, ou seja, contra a subida anormal da pressão sanguínea na parede das artérias. Um estudo realizado mostrou que a ubiquinona permitia baixar a pressão sistólica (pressão máxima do sangue) e a pressão diastólica (pressão mínima do sangue) das pessoas hipertensas. (2)

Por conseguinte, a coenzima Q10 é conhecida por propiciar a boa saúde cardíaca e cardiovascular. (3-8) O Japão e vários países europeus utilizam-na atualmente para fins médicos, contra este tipo de problemas.

Ação contra as células danificadas, a doença de Parkinson, a fadiga física...

Salientamos que, com o avançar da idade, o organismo produz cada vez menos coenzima Q10 . Constatamos que os pacientes idosos (ou com hipertensão, diabetes, problemas cardíacos, cancro...) apresentam geralmente um nível baixo de ubiquinona.

De acordo com alguns estudos, a CoQ10 ajudaria a travar a expansão de certos tumores, a aliviar as enxaquecas e a mitigar os sintomas da doença de Parkinson. (9-13) As suas propriedades antioxidantes facilitariam também a recuperação após o esforço físico e diminuiriam a sensação de fadiga. (14-16)

Como é que a CoQ10 e o ubiquinol reforçam o seu sistema imunitário?

Estimulando os tecidos e as células da função imunitária

No contexto actual, todos procuram garantir o bom estado das suas defesas imunitárias. Ora, acontece que o ubiquinol dispõe justamente de uma grande capacidade de reforçar a imunidade.

Explicações: os tecidos e as células envolvidos na função imunitária têm grandes necessidades energéticas. Exigem, por isso, um aprovisionamento significativo de CoQ10. Um estudo realizado afirma que “a CoQ10 desempenha um papel importante na estimulação do sistema imunitário e dos desempenhos físicos”. (17)

Vírus e quantidade de CoQ10 no organismo

Debrucemo-nos também sobre um outro estudo científico publicado em janeiro de 2019. Este ensaio clínico aleatório realizado durante 3 épocas gripais visava determinar se uma infeção gripal aguda poderia estar associada a uma diminuição no nível de CoQ10. O estudo constatou que os níveis de CoQ10 eram significativamente mais baixos nos pacientes vítimas de uma infeção gripal aguda do que nos sujeitos saudáveis do grupo de controlo. (18)

Um outro estudo de 2012 havia já analisado a ligação entre o nível de coenzima Q10 e os resultados clínicos de crianças hospitalizadas (com a gripe pandémica H1N1). O estudo indicava que os níveis de CoQ10 tinham baixado de forma clara nos pacientes com gripe, comparativamente ao grupo de controlo, constituído por crianças não infetadas. (19)

Um aumento da relação entre linfócitos T4/T8

Tudo indica que a ubiquinona propicia igualmente um nível sanguíneo importante de linfócitos T citotóxicos, encarregados de destruir as células infetadas.

Um estudo, datado de 1993, tinha avaliado a atividade da coenzima Q10 nas respostas imunitárias. A conclusão deste estudo é clara: a relação entre linfócitos T4/T8 aumentou na sequência da administração da coenzima Q10. (20)

Descubra os suplementos de ubiquinona e de ubiquinol da SuperSmart

Co-Enzyme Q10

Este primeiro suplemento rico em coenzima Q10 foi elaborado para melhorar a saúde cardiovascular e fomentar a produção de energia. Além de ajudar o seu coração a bombear o sangue, Co-Enzyme Q10 ajudará igualmente, como vimos, a potenciar a sua imunidade.

PQQ & Q10

O suplemento nutricional PQQ & Q10, por seu lado, é uma fórmula antioxidante destinada a lutar contra os défices cognitivos e a otimizar as capacidades cardiovasculares. O seu elevado teor em ubiquinona contribuirá também para melhorar as defesas do seu organismo.

Ubiquinol

Este último suplemento alimentar, como o nome indica, contém a forma reduzida da CoQ10: o ubiquinol, reputado pela sua biodisponibilidade excecional. Opte por Ubiquinol™ para o(a) ajudar a manter o seu aparelho cardiovascular, a proteger o seu cérebro do stress oxidativo, a aumentar o seu aprovisionamento em energia e para reforçar o seu sistema imunitário.


Nota 1: se pensa sofrer de hipertensão e de problemas cardiovasculares, aconselhe-se com um profissional de saúde.

Nota 2: lembramos que o melhor é tomar os seus suplementos de CoQ10 durante as refeições. Na verdade, esta substância é mais facilmente absorvida na presença de matéria gorda.

Referências

  1. Zhang Y, Liu J , Chen XQ , Oliver Chen CY ., Ubiquinol is superior to ubiquinone to enhance Coenzyme Q10 status in older men. Food Funct. 2018 Nov 14;9(11):5653-5659.
  2. Rosenfeldt FL, Haas SJ, Krum H, et al. Coenzyme Q10 in the treatment of hypertension: a meta-analysis of the clinical trials. J Hum Hypertens.2007;21(4):297–306.
  3. Saini R. Coenzyme Q10: The essential nutrient. J Pharm Bioallied Sci. 2011;3(3):466–467.
  4. Hernández-Camacho JD, Bernier M, López-Lluch G, Navas P. Coenzyme Q10 Supplementation in Aging and Disease. Front Physiol. 2018;9:44. Published 2018 Feb 5.
  5. Ayers J, Cook J, Koenig RA, Sisson EM, Dixon DL. Recent Developments in the Role of Coenzyme Q10 for Coronary Heart Disease: a Systematic Review. Curr Atheroscler Rep. 2018;20(6):29. Published 2018 May 16.
  6. Langsjoen PH, Langsjoen A, Willis R, Folkers K. Treatment of hypertrophic cardiomyopathy with coenzyme Q10. Mol Aspects Med. 1997;18 Suppl:S145–S151.
  7. Kuklinski B, Weissenbacher E, Fähnrich A. Coenzyme Q10 and antioxidants in acute myocardial infarction. Mol Aspects Med. 1994;15 Suppl:s143–s147.
  8. Hernández-Camacho JD, Bernier M, López-Lluch G, Navas P. Coenzyme Q10 Supplementation in Aging and Disease. Front Physiol. 2018;9:44. Published 2018 Feb 5.
  9. Premkumar VG, Yuvaraj S, Vijayasarathy K, Gangadaran SG, Sachdanandam P. Effect of coenzyme Q10, riboflavin and niacin on serum CEA and CA 15-3 levels in breast cancer patients undergoing tamoxifen therapy. Biol Pharm Bull. 2007;30(2):367–370.
  10. Garrido-Maraver J, Cordero MD, Oropesa-Ávila M, et al. Coenzyme q10 therapy. Mol Syndromol. 2014;5(3-4):187–197.
  11. Saini R. Coenzyme Q10: The essential nutrient. J Pharm Bioallied Sci. 2011;3(3):466–467.
  12. Zeng Z, Li Y, Lu S, Huang W, Di W. Efficacy of CoQ10 as supplementation for migraine: A meta-analysis. Acta Neurol Scand. 2019;139(3):284–293.
  13. Müller T, Büttner T, Gholipour AF, Kuhn W. Coenzyme Q10 supplementation provides mild symptomatic benefit in patients with Parkinson's disease. Neurosci Lett. 2003;341(3):201–204.
  14. Sharma A, Fonarow GC, Butler J, Ezekowitz JA, Felker GM. Coenzyme Q10 and Heart Failure: A State-of-the-Art Review. Circ Heart Fail. 2016;9(4):e002639.
  15. Kon M, Tanabe K, Akimoto T, et al. Reducing exercise-induced muscular injury in kendo athletes with supplementation of coenzyme Q10. Br J Nutr. 2008;100(4):903–909.
  16. Mizuno K, Tanaka M, Nozaki S, et al. Antifatigue effects of coenzyme Q10 during physical fatigue [published correction appears in Nutrition. 2008 Jun;24(6):616]. Nutrition. 2008;24(4):293–299.
  17. Saini R. Coenzyme Q10: The essential nutrient. J Pharm Bioallied Sci. 2011;3(3):466–467.
  18. Chase M, Cocchi MN, Liu X, Andersen LW, Holmberg MJ, Donnino MW. Coenzyme Q10 in acute influenza. Influenza Other Respir Viruses. 2019;13(1):64–70.
  19. Kelekçi S, Evliyaoğlu O, Sen V, et al. The relationships between clinical outcome and the levels of total antioxidant capacity (TAC) and coenzyme Q (CoQ 10) in children with pandemic influenza (H 1 N1) and seasonal flu. Eur Rev Med Pharmacol Sci. 2012;16(8):1033–1038.
  20. Folkers K, Morita M, McRee J Jr. The activities of coenzyme Q10 and vitamin B6 for immune responses. Biochem Biophys Res Commun. 1993;193(1):88–92.
Se gostou, partilhe Pinterest

Comentários

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário
Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião
A nossa seleção de artigos

Estes produtos devem interessar-lhe

AHCC 500 mgAHCC 500 mg

O mais potente e mais bem validade suplemento imuno-estimulante

83.00 €(94.00 US$)
+
Organic MycoComplexOrganic MycoComplex

O super complexo de 7 cogumelos medicinais – Shiitake, Chaga, Reishi, Maitaké, Cordyceps, Tametes e Agaricus

38.00 €(43.04 US$)
+
Green Propolis 400 mgGreen Propolis 400 mg

Um antibiótico natural com uma incrível riqueza biológica

47.00 €(53.23 US$)
+
Bacillus subtilisBacillus subtilis

Uma estirpe de bactéria probiótica com capacidade imuno-estimulante confirmada

16.00 €(18.12 US$)
+
Defense Mix 75 mgDefense Mix 75 mg

O melhor cocktail de óleos essenciais para combater as infecções

22.00 €(24.92 US$)
+
Organic Royal jelly 4 % 10-HDAOrganic Royal jelly 4 % 10-HDA

Um tesouro natural de vitalidade 100% bio

27.00 €(30.58 US$)
+
Neem Extract 500 mgNeem Extract 500 mg

Extracto 10:1 de Azadirachta indica, aplicações anti-sépticas, antibacterianas, antivirais, anti-inflamatórias e desintoxicantes!

20.00 €(22.65 US$)
+
PP 40PP 40

40 mg de alcalóides raros e potentes extractos de Pau Pereira, libertação prolongada.

73.00 €(82.67 US$)
+
© 1997-2020 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2020 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
Nortonx
secure
Warning
ok