0
pt
US
X
× SuperSmart Informar-se por pergunta de saúde Artigos novos Artigos populares Visitar a nossa loja A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Fígado e Desintoxicação Listas

10 truques de nutrição a adotar durante a época festiva

Como gerir da melhor forma a sucessão infinita de refeições do fim de ano? Descubra os nossos 10 melhores conselhos alimentares e détox para manter a linha e a sua saúde.
Refeição de Natal ou de Ano Novo
Tornar as suas refeições festivas mais saudáveis é fácil.
Rédaction Supersmart.
2021-12-15Comentários (0)

Iniciar uma prétox antes da época festiva

Preparar o seu organismo para o dia D é o conceito da prétox : uma pequena desintoxicação antecipada para colocar o seu sistema digestivo no verde antes dos festins!

Durante os 5 a 7 dias antes do Natal, ponha de lado os doces, as charcutarias, os pratos pré-confecionados, os laticínios e o glúten. Em vez deles, consuma em abundância frutas, legumes, proteínas vegetais e cereais ultradigestos (como a quinoa, o millet ou amaranto).

Não saltar refeições antes de celebrar a consoada

Já sabe que vai explorar o contador calórico esta noite e pensa ganhar pontos saltando a refeição do meio-dia? Má ideia! Ao privar-se dessa forma, vai simplesmente ficar ainda com mais fome... e sucumbir a todas as tentações da consoada.

Por isso, mais vale optar por um almoço leve e equilibrado para controlar o seu apetite à hora de jantar.

Preste atenção ao álcool

Desde o aperitivo à sobremesa, a valsa dos vinhos e das bebidas espirituosas faz as cabeças andarem à roda. Neste dia de celebração, a moderação continua a ser necessária: limite o seu consumo a um ou dois copos, dando preferência ao vinho tinto e ao champanhe. Fuja dos licorosos demasiado doces e dos digestivos com elevado teor de álcool.

Se é verdade que o abuso do álcool é perigoso para a saúde em geral, o fígado e o sistema nervoso sofrem muito em particular. Embora não tenham influência na alcoolémia, alguns suplementos détox podem desempenhar o papel de reforço nos dias seguintes difíceis. Os suplementos à base de cardo-mariano, uma planta que contribui para uma boa saúde hepática, têm provas dadas (como Liver Support Formula, rico em cardo mariano, e Alcohol Detox Formula, um complexo dedicado e inovador que inclui igualmente kudzu e vitamina B1) (1).

Hidratar-se o suficiente para eliminar as toxinas

A hidratação desempenha um papel fundamental na eliminação dos resíduos metabólicos. Mais do que nunca, é por isso recomendado durante esta época festiva, beber pelo menos 1,5 L de água por dia, de preferência fora das refeições para evitar os inchaços.

Não gosta de água simples? Chá, tisanas ou água com limão também funcionam… desde que não lhes adicione açúcar.

Compensar a refeição de Natal com berberina

É um facto: os chocolates, os sonhos e os troncos de natal não são amigos da glicémia nem do colesterol.

Sintetizada principalmente pelo espinheiro-vinhedo (Berberis vulgaris), a berberina é um potente fitonutriente da famúilia dos alcalóides que contribui para a saúde cardiovascular e para o metabolismo da glicose, contribuindo assim para manter uma glicémia normal (2-3).

Durante dezembro e janeiro, a toma de um suplemento de berberina (por exemplo Berbérine, extrato puro normalizado a 97%, o máximo disponível no mercado) pode, por conseguinte, ser um apoio precioso.

Consumir à vontade frutos do mar e carnes brancas

Felizmente, alguns alimentos festivos também nos querem bem! Em primeiro lugar encontramos os famosos mariscos e frutos do mar: ostras, camarão, lagostas ou vieiras encerram inúmeros minerais bons para a saúde, como o zinco, o iodo ou o selénio.

Na mesma linha, os peixes magros e as carnes brancas constituem excelentes trunfos “light” com o seu baixo teor em lípidos. Por outro lado, as suas proteínas exercem um forte poder saciante: um truque estratégico para não se servir da segunda dose de tronco de natal!

Desconfiar dos açúcares escondidos da consoada

As refeições pantagruélicas não lhe caem bem? Aplique um travão nos glúcidos. De acordo com os princípios da dietética chinesa, esta grande família de macronutrientes opõe-se às energias de transformação do baço e do estômago, o que atrasa os processos digestivos.

Além dos tradicionais doces com o café, vigie os aperitivos, as tostas e os folhados industriais, que aliam açúcares e aditivos. Tente igualmente reduzir o consumo de pão, que torna ainda mais pesadas as refeições já demasiado ricas.

Apesar de tudo, a sua barriga não lhe dá tréguas? Certos suplementos de ponta podem dar-lhe um empurrãozinho (como Digestive Enzymes, que combina 15 enzimas selecionadas e plantas como o anis, o gengibre, a hortelã-pimenta e o feno grego, que contribuem todas para uma boa saúde digestiva) (4-5).

Praticar desporto para manter a linha

Entre uma avalanche de pratos calóricos e as longas horas passadas à mesa, nada melhor que desenferrujar as pernas para relançar o metabolismo e livrar-se dos malditos quilos a mais. Porque não aproveitar os encontros de família para dar um passeio digestivo ou brincar ao ar livre com as crianças?

E se, apesar de todas das boas resoluções, a sua balança fizer caretas depois do Ano Novo, pode sempre optar por suplementos que o(a) ajudarão a atingira os seus objetivos (como por exemplo Weight Loss Booster, uma fórmula revolucionária que contém Satiereal®, extrato de açafrão patenteado e cetonas de framboesa) (6-7).

Saborear todas as migalhas das celebrações

Privar-se de foie gras ou de rabanadas? A época festiva deve continuar a ser um momento de prazer e de convívio. Nada de pânico se cometer alguns erros nutricionais: é tudo simplesmente uma questão de peso e medida.

Adora folhados? Em vez de se conter, escolha alguns e deguste-os sem culpa, mastigue-os lentamente apreciando em pleno cada dentada. Comer em pequenas quantidades sem ficar frustrado(a) é a chave para não sucumbir mais tarde e com mais intensidade!

Pense no desmodium para o conforto do fígado

Menos romântico do que um ramo de azevinho, o desmodium (Desmodium adscendens) mereceria, no entanto, ser pendurado por cima de todas as mesas. De origem africana, esta planta herbácea contribui para proteger e apoiar o hepático, frequentemente posto à prova durante estas festividades (8-9).

Este protetor do fígado integra, aliás, criteriosamente em alguns suplementos alimentares (como Desmo Forte™, extrato líquido de alta qualidade extraído da folha de desmodium).

Referências

  1. Vargas-Mendoza N, Madrigal-Santillán E, Morales-González A, et al. Hepatoprotective effect of silymarin. World J Hepatol. 2014;6(3):144-149. doi:10.4254/wjh.v6.i3.144
  2. Feng X, Sureda A, Jafari S, et al. Berberine in Cardiovascular and Metabolic Diseases: From Mechanisms to Therapeutics. Theranostics. 2019;9(7):1923-1951. Published 2019 Mar 16. doi:10.7150/thno.30787
  3. Yin J, Xing H, Ye J. Efficacy of berberine in patients with type 2 diabetes mellitus. Metabolism. 2008;57(5):712-717. doi:10.1016/j.metabol.2008.01.013
  4. Ghoshegir SA, Mazaheri M, Ghannadi A, et al. Pimpinella anisum in the treatment of functional dyspepsia: A double-blind, randomized clinical trial. J Res Med Sci. 2015;20(1):13-21.
  5. Bruce-Keller AJ, Richard AJ, Fernandez-Kim SO, et al. Fenugreek Counters the Effects of High Fat Diet on Gut Microbiota in Mice: Links to Metabolic Benefit. Sci Rep. 2020;10(1):1245. Published 2020 Jan 27. doi:10.1038/s41598-020-58005-7
  6. Mashmoul M, Azlan A, Khaza'ai H, Yusof BN, Noor SM. Saffron: A Natural Potent Antioxidant as a Promising Anti-Obesity Drug. Antioxidants (Basel). 2013;2(4):293-308. Published 2013 Oct 29. doi:10.3390/antiox2040293
  7. Morimoto C, Satoh Y, Hara M, Inoue S, Tsujita T, Okuda H. Anti-obese action of raspberry ketone. Life Sci. 2005 May 27;77(2):194-204. doi: 10.1016/j.lfs.2004.12.029. Epub 2005 Feb 25. PMID: 15862604.
  8. François C, Fares M, Baiocchi C, Maixent JM. Safety of Desmodium adscendens extract on hepatocytes and renal cells. Protective effect against oxidative stress. J Intercult Ethnopharmacol. 2015;4(1):1-5. doi:10.5455/jice.20141013041312
  9. Magielse J, Arcoraci T, Breynaert A, van Dooren I, Kanyanga C, Fransen E, Van Hoof V, Vlietinck A, Apers S, Pieters L, Hermans N. Antihepatotoxic activity of a quantified Desmodium adscendens decoction and D-pinitol against chemically-induced liver damage in rats. J Ethnopharmacol. 2013 Mar 7;146(1):250-6. doi: 10.1016/j.jep.2012.12.039. Epub 2013 Jan 3. PMID: 23291573.
Se gostou, partilhe Pinterest

Comentários

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário
Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião
A nossa seleção de artigos

Estes produtos devem interessar-lhe

DMSADMSA

O quelante de mercúrio mais seguro e mais eficaz.

43.00 €(45.88 US$)
+
Magnesium MalateMagnesium Malate

Uma forma patenteada com melhor biodisponibilidade para quelatar os excessos tóxicos do alumínio. 20% magnésio, 69% ácido málico.

24.00 €(25.61 US$)
+
LIV 52<sup>®</sup>LIV 52®

Célebre fórmula ayurvédica de desintoxicação hepática

20.00 €(21.34 US$)
+
SilyplusSilyplus

Uma forma 8 a 10 vezes mais potente e mais bem absorvida de silimarina

32.00 €(34.14 US$)
+
Colon Cleanse FormulaColon Cleanse Formula

Um cólon saudável é garantia de uma vida saudável

26.00 €(27.74 US$)
+
EDTA 250 mgEDTA 250 mg

Quelante eficaz, prático e económico

32.00 €(34.14 US$)
+
Liver Support FormulaLiver Support Formula

Nova fórmula melhorada e reforçada Apoia naturalmente a função hepática

39.00 €(41.61 US$)
+
Desmo Forte™Desmo Forte™

Extracto líquido 1:2 de Desmodium adscendens Concentração máxima

41.00 €(43.74 US$)
+
© 1997-2022 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2022 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
Nortonx
secure
Warning
ok