0
pt
US
X
× SuperSmart Informar-se por pergunta de saúde Artigos novos Artigos populares
Visitar a nossa loja A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Fadiga Guias e tutorials

Que alimentos evitar em caso de anemia?

Sente uma fadiga intensa ou está mais pálido do que normalmente? Estes sintomas podem indicar uma anemia. Não entre em pânico; neste artigo exploramos os alimentos a evitar e outras soluções para lutar contra a anemia.
Mulher anémica na cozinha
Descubra qual a dieta alimentar a adotar em caso de anemia.
Rédaction Supersmart.
2023-11-08Comentários (0)

O que é a anemia e quais os seus sintomas?

A anemia é uma condição médica caracterizada por uma falta de glóbulos vermelhos ou de hemoglobina no sangue, que leva a uma insuficiência de oxigénio no corpo.

A causa mais comum da anemia é uma carência de ferro ou de vitamina B12. De facto, o ferro desempenha um papel crucial na produção da hemoglobina, uma proteína presente nos glóbulos vermelhos, que transporta o oxigénio dos pulmões para todas as células do organismo. A B12, por seu lado, é essencial para a produção do ADN presente nas células responsáveis pela formação dos glóbulos vermelhos.

Outros fatores, como as doenças crónicas, os distúrbios genéticos ou uma perda de sangue significativa, podem igualmente explicar uma anemia.

Os sintomas da anemia podem variar, mas incluem geralmente fadiga, fraqueza e palidez, mas também falta de ar, vertigens e ritmo cardíaco rápido ou irregular. Nos casos mais graves, a anemia pode igualmente provocar dores torácicas, dores de cabeça e dificuldades de concentração.

Se tem sintomas semelhantes, é crucial consultar um profissional de saúde. Este pode fazer um diagnóstico exato e orientá-lo para o tratamento adequado, que pode ir desde uma alteração da alimentação, passando pela toma de um suplemento de ferro ou de vitaminasou até mesmo transfusões de sangue nos casos mais graves.

Quais são os tipos de ferro presentes na alimentação?

Em primeiro lugar, convém fazer a distinção entre os dois tipos de ferro na nossa alimentação: o ferro hemínico e o ferro não hemínico.

O ferro hemínico está associado a proteínas como a hemoglobina e encontra-se exclusivamente nos alimentos de origem animal. É a forma mais facilmente assimilada pelo nosso organismo dado que apresenta um índice de absorção de 15% a 35% (1).

Quanto ao ferro não hemínico, está presente numa grande variedade de alimentos, tanto de origem animal como vegetal. Contudo, apenas 2% a 20% do ferro não hemínico são absorvidos pelo organismo (2).

Quais são os alimentos a evitar em caso de anemia?

A nutrição reveste uma importância capital no tratamento da anemia. Por isso, é crucial saber quais os alimentos que podem travar o processo de restabelecimento.

Assim, para facilitar o processo de cura em caso de anemia, eis uma lista de alimentos que é preferível evitar:

Os alimentos ricos em cálcio quando consome alimentos ricos em ferro; o cálcio é um mineral que pode diminuir a capacidade do corpo para processar o ferro quando os dois minerais são ingeridos na mesma refeição. Na verdade, estudos realizados mostraram que o consumo de uma refeição com 300 mg – 600 mg de cálcio pode diminuir a absorção do ferro em 40 a 50% (3-4).

As pessoas anémicas devem, por isso, ser particularmente prudentes quando consomem alimentos ricos em cálcio durante a refeição, tais como queijo, leite ou iogurte, mas também sardinhas ou tofu. No entanto, é possível consumir estes alimentos fora das refeições.

Os alimentos ricos em taninos quando consome alimentos ricos em ferro; presentes em muitos alimentos do quotidiano, como o café, o chá ou até o chocolate preto, os taninos são polifenóis que interferem na absorção do ferro pelo nosso corpo, diminuindo assim a respetiva biodisponibilidade (5).

Estudos realizados indicam que um consumo regular de taninos não tem impacto nos níveis de ferro corporais a longo prazo no contexto de uma alimentação saudável (6). Contudo, recomenda-se evitar consumir alimentos ricos em taninos próximo das refeições para otimizar a assimilação do ferro (7).

Convém igualmente esclarecer que os taninos afetam principalmente o ferro não hemínico, proveniente dos vegetais, e não o ferro hemínico, que encontramos nos produtos de origem animal (8).

Não consuma também demasiados alimentos ricos em fitatos; naturalmente presentes nas sementes das plantas, os fitatos são uma forma de fósforo que encontramos em quase todas as plantas comestíveis como os cereais, as oleaginosas e as leguminosas, como as lentilhas, o feijão, o grão-de-bico ou a soja.

O aporte de fitatos inibe a biodisponibilidade do ferro na alimentação.Um estudo mostrou que uma quantidade de 5 a 10 mg de fitato de fósforo adicionados a um pão de trigo com 3 mg de ferro inibem a absorção do ferro em 50% (9).

Quais são os alimentos a privilegiar em caso de anemia?

Lutar contra a anemia implica igualmente seguir uma alimentação adequada privilegiando determinados alimentos.

De facto, entre os alimentos ricos em ferro, encontramos as vísceras, como a morcela de sangue (22 mg/100 g), o fígado de porco (18 mg/ 100g) ou os rins de borrego (12,2 mg/100 g) e a carne vermelha em geral.

Salientamos, no entanto, que o consumo excessivo de carne vermelha é desaconselhado, pois pode causar vários problemas de saúde, como o aumento do risco de doenças cardiovasculares e de certos tipos de cancro (10).

Por isso, é recomendado variar os seus aportes de ferro, consumindo peixe, como anchova crua (5,1 mg), sardinha em azeite (3,3 mg) ou robalo cru (2,2 mg). Pode também consumir frutos do mar como polvo (2,32 mg/100 g) ou mexilhões (6,7 mg/100 g).

É também interessante integrar na sua alimentação alimentos como a alface-do-mar (79 mg/100 g) e a espirulina (28,5 mg/100 g), muito ricas em ferro.

Acrescente a isto a toma de um suplemento de vitamina C, que é um potente ativador da absorção do ferro e pode mesmo inverter o efeito inibidor das substâncias acima referidas (cálcio, taninos, fitatos). Para tal pode consumir kiwi, laranjas ou adicionar salsa aos seus pratos (11).

Por outro lado, o tipo de cozedura utilizado pode influenciar o teor de ferro dos alimentos. Por exemplo, a cozedura a vapor ou a cozedura a baixa temperatura permite conservar ao máximo os nutrientes dos alimentos e, nomeadamente, o teor de ferro (12).

Que suplementos alimentares escolher em caso de anemia?

É crucial fazer previamente análises ao sangue antes de ponderar a toma de um suplemento de ferro. O excesso de ferro no organismo pode ser nefasto para a saúde e danificar vários órgãos (fígado, cérebro, articulações, etc).

A partir do momento em que é claramente identificado um défice de ferro, pode ponderar a toma de um suplemento alimentar de ferro seguro e eficaz.

Salientamos, no entanto, que as várias formas de ferro não são todas equivalentes. Na verdade, compostos como o sulfato ferroso, o citrato de ferro ou o D-gluconato de ferro podem originar vários efeitos indesejáveis, como problemas gástricos, por exemplo (13).

Inversamente, o bisglicinato ferroso (aposte, por exemplo, em IronBisglycinate) é muito bem tolerado e apresenta uma biodisponibilidade ideal (14).Tal deve-se ao seu baixo peso molecular e à ausência de carga iónica, o que reduz as interações com os outros nutrientes.

Lembremos também a importância da vitamina B12 (se necessário, opte pela metilcobalamina, a forma mais biodisponível de B12).

Lembramos que a anemia pode igualmente resultar de um défice de folatos (outra designação da vitamina B9), uma vitamina importante na produção de células, inclusive das células sanguíneas. Este défice pode surgir devido a vários fatores, como malnutrição, gravidez, utilização de medicamentos citotóxicos...

Neste caso, e com a supervisão do seu médico, pode tomar um suplemento específico (por exemplo SuperFolate).

O CONSELHO SUPERSMART

MethylcobalamineMethylcobalamine

A forma de vitamina B12 mais activa, utilizada preferencialmente para regenerar os neurónios.

22.00 €(23.83 US$)juntar ao carrinho
5 34 opiniões
SuperFolate 200 mcgSuperFolate 200 mcg

Uma nova geração de ácido fólico reconhecida como segura e eficaz pela EFSA e pela FDA

22.00 €(23.83 US$)juntar ao carrinho
5 8 opiniões
Iron BisglycinateIron Bisglycinate

Uma forma de ferro altamente biodisponível e perfeitamente tolerada

16.00 €(17.33 US$)juntar ao carrinho
5 18 opiniões
Liposomal Vitamin CLiposomal Vitamin C

Forma altamente biodisponível de vitamina C

52.00 €(56.33 US$)juntar ao carrinho
5 57 opiniões

Referências

  1. Biochemistry, Iron Absorption, Thomas Ems; Kayla St Lucia; Martin R. Huecker. (2017)
  2. Anémie : prévention et stratégies alimentaires, KL Becker, Encyclopédie de l'alimentation et de la santé (2016)
  3. Hallberg L, Brune M, Erlandsson M, Sandberg AS, Rossander-Hultén L. Calcium: effect of different amounts on nonheme- and heme-iron absorption in humans. Am J Clin Nutr. 1991 Jan;53(1):112-9. doi: 10.1093/ajcn/53.1.112. PMID: 1984335.
  4. JD Cook, SA Dassenko, P Whittaker, Calcium supplementation: effect on iron absorption, The American Journal of Clinical Nutrition,  Volume 53, Issue 1,  1991,Pages 106-111, ISSN 0002-9165,
  5. Brune M, Rossander L, Hallberg L. Iron absorption and phenolic compounds: importance of different phenolic structures. Eur J Clin Nutr. 1989 Aug;43(8):547-57. PMID: 2598894.
  6. Mennen, L., Hirvonen, T., Arnault, N. et al. Consumption of black, green and herbal tea and iron status in French adults. Eur J Clin Nutr 61, 1174–1179 (2007). 
  7. Morck TA, Lynch SR, Cook JD. Inhibition of food iron absorption by coffee. Am J Clin Nutr. 1983 Mar;37(3):416-20. doi: 10.1093/ajcn/37.3.416. PMID: 6402915.
  8. Astill C, Birch MR, Dacombe C, Humphrey PG, Martin PT (2001). Factors affecting the caffeine and polyphenol contents of black and green tea infusions. J Agric Food Chem 49, 5340–5347.
  9. Hallberg L. Wheat fiber, phytates and iron absorption. Scand J Gastroenterol Suppl. 1987;129:73-9. doi: 10.3109/00365528709095855. PMID: 2820048.
  10. Battaglia Richi E, Baumer B, Conrad B, Darioli R, Schmid A, Keller U. Health Risks Associated with Meat Consumption: A Review of Epidemiological Studies. Int J Vitam Nutr Res. 2015;85(1-2):70-8. doi: 10.1024/0300-9831/a000224. PMID: 26780279.
  11. Lynch SR, Cook JD. Interaction of vitamin C and iron. Ann N Y Acad Sci. 1980;355:32-44. doi: 10.1111/j.1749-6632.1980.tb21325.x. PMID: 6940487.
  12. Sharma S, Khandelwal R, Yadav K, Ramaswamy G, Vohra K. Effect of cooking food in iron-containing cookware on increase in blood hemoglobin level and iron content of the food: A systematic review. Nepal J Epidemiol. 2021 Jun 30;11(2):994-1005. doi: 10.3126/nje.v11i2.36682. PMID: 34290890; PMCID: PMC8266402.
  13. Tolkien Z, Stecher L, Mander AP, Pereira DI, Powell JJ. Ferrous sulfate supplementation causes significant gastrointestinal side-effects in adults: a systematic review and meta-analysis. PLoS One. 2015 Feb 20;10(2):e0117383. doi: 10.1371/journal.pone.0117383. PMID: 25700159; PMCID: PMC4336293.
  14. Name JJ, Vasconcelos AR, Valzachi Rocha Maluf MC. Iron Bisglycinate Chelate and Polymaltose Iron for the Treatment of Iron Deficiency Anemia: A Pilot Randomized Trial. Curr Pediatr Rev. 2018;14(4):261-268. doi: 10.2174/1573396314666181002170040. PMID: 30280670; PMCID: PMC6416187.
Se gostou, partilhe Pinterest

Comentários

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário
Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião
A nossa seleção de artigos

Estes produtos devem interessar-lhe

© 1997-2024 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2024 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
Nortonx
secure
Utilizamos cookies (internos e de terceiros) para melhorar o seu conforto de navegação.
Saber mais sobre os cookies e gerir as minhas preferências
Aceitarx
Warning
ok