INNOVATION AND EXCELLENCE SINCE 1992
Início
  >  
Categorias
  >  
Articulações
  >  
Joint Support Formula
Joint Support Formula
Joint Support Formula
Fórmula especialmente concebida para as articulações
  • Associa compostos que contribuem para a formação e a manutenção do tecido cartilagíneo (condroitina, glucosamina, MSM…).
  • Destinado a aliviar as dores e os sintomas da artrose.
  • Contém ingredientes que podem contribuir para atrasar a evolução da artrose.
see review

Quantidade : 90 comprimidos 47.00 €
(52.93 US$)
juntar ao cesto

+Certificado de Análise

O complemento alimentar Joint Support Formula foi especialmente concebido para optimizar a saúde das articulações a partir de uma ampla amostra de trabalhos científicos. Integra nomeadamente substâncias de origem natural como a glucosamina e a condroitina, as duas objecto de inúmeras meta análises que concluíram a sua eficácia para aliviar os sintomas da artrose1-5.

Glucosamina e condroitina: as duas estrelas da terapia natural anti artrose

Contrariamente às aparências, a glucosamina não é uma molécula criada pela indústria farmacêutica; trata-se de uma substância fabricada naturalmente pelo organismo a partir da glutamina e da glicose. Desempenha um papel fundamental na manutenção da integridade das articulações, e nomeadamente da cartilagem. Hoje em dia sabe-se, por exemplo, que quando o processo de fabrico da glucosamina fica desregulado, a cartilagem degenera e a artrose desenvolve-se. É por esta razão que ela faz parte das substâncias naturais mais estudadas para aliviar a artrose; os estudos publicados sobre este assunto contam-se aos milhares e a grande maioria das meta análises concluem pela sua eficácia para aliviar a artrose1-5. Alguns desses estudos indicam mesmo que ela pode contribuir para travar a evolução da doença, contrariamente aos analgésicos de tipo AINS que têm tendência para agravar o processo. Não é portanto por acaso que a Osteoarthritis Research Society International (OARSI) inclui a glucosamina nos tratamentos que podem ser utilizados pelas vítimas da artrose. Em Joint Support Formula, ela apresenta-se na forma de sulfato de glucosamina (a forma preferida pelos estudos) de origem marinha (a partir da carapaça de determinados crustáceos). Logo a seguir à glucosamina, encontramos a condroitina, uma outra molécula naturalmente produzida pelo organismo cuja eficácia está bem documentada6-9. Trata-se de um constituinte essencial da cartilagem que contribui para garantir a retenção de água e manter a elasticidade, a firmeza e a flexibilidade das articulações. Tal como a glucosamina, a condroitina é conhecida por aliviar as dores da artrose; pensa-se que ele contribuiria para lutar contra a inflamação e propiciaria a reconstrução da cartilagem inibindo a enzima que a destrói (a hialuronidase) e os osteoclastos, células que estão envolvidas na perda de substância óssea. Em Joint Support Formula, ela é de origem marinha, ao passo que a grande maioria dos suplementos são fabricados a partir de cartilagem de bovinos ou de porcos. Como o índice de absorção da molécula é baixo, é preciso desconfiar dos suplementos que contêm menos de 800 mg por dose diária (Joint Support Formula contém 1200 mg).

Ácido hialurónico, boro e MSM – princípios activos com grande interesse

Joint Support Formula integra também 3 compostos que apaixonam actualmente a investigação científica: o ácido hialurónico, o boro e o metil-sulfonil-metano (MSM). Muito utilizado no plano cosmético, o ácido hialurónico poderia igualmente apresentar interesse para a saúde das articulações. A sua capacidade de fixar mais de 500 vezes o seu peso em água é particularmente interessante pois poderia permitir-lhe desempenhar um papel de amortecedor e de lubrificante ao nível da cartilagem e, por conseguinte, reduzir potencialmente a fricção entre os ossos. É claramente um dos mecanismos mais credíveis que podem explicar a sua acção supostamente analgésica. A fórmula contém também boro (2,5 mg por dose), um oligoelementos que desempenha um papel em vários processos fisiológicos, como o desenvolvimento dos ossos e o metabolismo do cálcio. Os dados científicos não são ainda totalmente unânimes, mas vários autores mostraram que a frequência dos problemas de artrite era nitidamente mais elevada em indivíduos que consomem menos de 1 mg de boro por dia. É evidente, por outro lado, que quem sofre de artrose apresenta sempre um índice de boro (ao nível dos ossos e do líquido sinovial) inferior ao dos indivíduos saudáveis. Estas duas associações incontestáveis levaram alguns autores a recomendar o consumo de 3 a 6 mg de boro por dia (que encontramos em pequenas quantidades nos frutos secos, nas leguminosas, nas frutas e nos legumes) como prevenção ou tratamento da artrose. Por fim, quem concebeu Joint Support Formula não esqueceu o metilsulfonilmetano (MSM) , um composto de enxofre que encontramos em quantidades baixas em vários alimentos (frutas e legumes, alga, frutos do mar ou carne). Há já algum tempo que se suspeita que também ele atenua as dores da artrose (propiciando o conforto articular), tendo vários estudos demonstrado a sua eficácia pelo menos a curto prazo11. Vários livros foram consagrados a este suplemento, mas as hipóteses formuladas para explicar os seus efeitos continuam ainda em suspenso; a mais séria repousa na sua riqueza em compostos de enxofre.

Vitamina C, sílica e manganésio – as cerejas no topo do bolo

Para coroar o todo, quem concebeu Joint Support Formula pensou em integrar 3 compostos adicionais: a vitamina C cujos efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios já não precisam de apresentação, o manganésio, que é um nutriente essencial à formação dos ossos, e o silício, um elemento químico que encontramos em alguns vegetais (neste caso, Bambusa vulgaris) e que poderia ter um efeito positivo nas pessoas que sofrem de problemas articulares. Trata-se de uma fórmula que reúne ingredientes de entre os mais estudados ou que apresentam um interesse para melhorar a saúde das articulações. É utilizada para aliviar as dores e pode constituir uma alternativa credível aos AINS, cujos efeitos secundários a longo prazo estão cada vez mais bem identificados. A sua utilização destina-se por isso a quem sofre de problemas articulares, nomeadamente de artrose; é possível ajustar as tomas em função das dores sentidas, sem ultrapassar contudo os 3 comprimidos por dia. Para aliviar as dores articulares estão disponíveis outras fórmulas inovadoras. É, por exemplo, possível apostar em proteínas envolvidas na regeneração articular e óssea: as proteínas morfogenéticas ósseas. A fórmula UC-II® permite tirar partido da única forma patenteada de colagénio de tipo II nativa não desnaturada. Encontre também uma forma melhorada de metil-sulfonil-metano (MSM), uma das moléculas mais estudadas no que toca à saúde das articulações.



Referências
1. Towheed TE, Maxwell L, et al. Glucosamine therapy for treating osteoarthritis. Cochrane Database Syst Rev. 18 Abr. 2005; (2): CD002946. Revisão.
2. Richy F, Bruyere O, et al. Structural and symptomatic efficacy of glucosamine and chondroitin in knee osteoarthritis: a comprehensive meta-analysis. Arch Intern Med. 14 Jul. 2003; 163(13): 1514-22.
3. Evaluation of symptomatic slow-acting drugs in osteoarthritis using the GRADE system. Bruyère O, Burlet N, et al. BMC Musculoskelet Disord. 16 Dez. 2008; 9: 165.
4. Dietary supplements for osteoarthritis. Gregory PJ, Sperry M, Wilson AF. Am Fam Physician. 15 Jan. 2008; 77(2): 177-84. Revisão
5. The clinical effectiveness of glucosamine and chondroitin supplements in slowing or arresting progression of osteoarthritis of the knee: a systematic review and economic evaluation. Black C, Clar C, Henderson R et al. Health Technol Assess. Nov. 2009; 13(52): 1-148. Revisão.
6. Richy F, Bruyere O, et al. Structural and symptomatic efficacy of glucosamine and chondroitin in knee osteoarthritis: a comprehensive meta-analysis. Arch Intern Med. 14 Jul. 2003; 163(13): 1514-22.
7. Uebelhart D. Clinical review of chondroitin sulfate in osteoarthritis. Osteoarthritis Cartilage. 2008; 16 Suppl 3: S19-21. Revisão.
8. Lamari FN. The potential of chondroitin sulfate as a therapeutic agent. Connect Tissue Res. 2008; 49(3): 289-92. Revisão.
9. Monfort J, Martel-Pelletier J, Pelletier JP. Chondroitin sulphate for symptomatic osteoarthritis: critical appraisal of meta-analyses. Curr Med Res Opin. Mai. 2008; 24(5): 1303-8. Revisão.
10. Newnham RE. Essentiality of boron for healthy bones and joints.Environ Health Perspect 1994 Nov; 102 Suppl 7: 83-5.
11. Xie Q, Shi R, et al. Effects of AR7 Joint Complex on arthralgia for patients with osteoarthritis: results of a three-month study in Shanghai, China. Nutr J. 27 Out. 2008; 7: 31.
Dose diária: 3 comprimidos
Número de doses por caixa: 30

Quantidade por dose

Sulfato de glucosamina (de origem marinha) 1 500 mg
Sulfato de condroitina (de origem marinha) 1 200 mg
Metil-sulfonil-metano (MSM) 500 mg
Ácido hialurónico 80 mg
Boro (frutoborato de cálcio) 2,5 mg
Vitamina C 60 mg
Sulfato de manganésio (fornecendo 0,66 mg de manganésio elementar) 2 mg
Silício (de 40 mg de extracto de Bambusa vulgaris, 75% de silício) 30 mg
Outros ingredientes: Goma-arábica.


Tomar três comprimidos por dia.
Atenção: não tomar em caso de alergia ao peixe ou a crustáceos.

Precauções: Não exceda a dose diária recomendada. Este produto é um suplemento nutricional que não devem substituir uma dieta variada e equilibrada. Manter fora do alcance das crianças. Armazenar longe de luz, calor e umidade. Como com qualquer suplemento nutricional, consulte um profissional de saúde antes de usar se estiver grávida, amamentando ou se você tiver um problema de saúde.
 
Descubra alguns testemunhos dos nossos clientes

Gratuito

Obrigado pela sua visita; antes de partir

INSCREVA-SE NO
Club SuperSmart
E beneficie
de vantagens exclusivas:
Continuar as minhas compras
keyboard_arrow_up