0
pt
US
X
× SuperSmart Informar-se por pergunta de saúde Artigos novos Artigos populares Visitar a nossa loja A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Coração e Circulação sanguínea Dossiers

Óleo de krill – definição e benefícios desta fonte de ómega 3

Desde a descoberta de uma técnica de extração nos anos 2000, o óleo proveniente deste pequeno camarão conquistou o mundo. Zoom no óleo de krill e respetivos benefícios.
Banco de camarões krill ricos em ómega 3
O krill proporciona uma concentração formidável de ómega 3… mas não só.
Rédaction Supersmart.
2021-01-05Comentários (0)

O krill – da alimentação animal à alimentação humana

Krill é um termo norueguês que significa “alimento de baleia”. E com razão; este pequeno camarão constitui o essencial da alimentação de inúmeros mamíferos marinhos cuja boca possui barbas, como as baleias brancas ou os rosquals. Este crustáceo entra também na alimentação das lulas, dos pinguins, de inúmeros peixes e pássaros marinhos e representa 98% da alimentação das focas-caranguejeiras.

O mais conhecido dos krills é o Euphausia Superba, também designado krill antártico, pois reproduz-se e vive maioritariamente nas regiões do círculo polar antártico. Alimenta-se de fitoplâncton e liberta dejeções que, por sua vez, fornecem nutrientes ao fitoplâncton (1).

O krill, cujo valor da biomassa total está calculado situar-se entre 125 e 175 milhões de toneladas, é, por conseguinte, um elo indispensável na cadeia alimentar marinha.

O krill é igualmente consumido pelo ser humano há vários séculos – seco – nos países do norte da Europa, na Rússia e no Japão, onde integra inúmeras receitas (nomeadamente de sopas).

Contudo, foi preciso esperar pela descoberta, em 2000, de um processo de extração do óleo de krill que não desnatura os compostos interessantes deste camarão milagroso, para o krill entrar verdadeiramente no consumo humano em mais larga escala (2).

O óleo de krill é uma excelente fonte de ómega 3 e de astaxantina

Porquê procurar produzir óleo de krill quando o óleo de peixe é mais fácil de obter, é amplamente utilizado há vários séculos e possui tantas virtudes? Muito simplesmente porque o óleo de krill contém, além de dois tipos de ácidos gordos essenciais ómega 3 específicos (o DHA e o EPA), fosfolípidos e astaxantina (3).

Ora:

Por conseguinte, o consumo de óleo de krill permite, por um lado, obter os mesmos benefícios que o consumo de óleo de peixe, mas assegura também um aporte adicional de astaxantina. Para beneficiar de um óleo de krill de alta qualidade, sem resíduos de poluentes, pode – por exemplo – optar por Krill Oil (8).

O equilíbrio entre ómega 3/ómega 6; uma busca delicada

Salientamos que os ómega 3 e os ómega 6 são duas famílias de ácidos gordos considerados indispensáveis, que têm de ser fornecidos ao organismo através da alimentação. Na verdade, não só o organismo humano não tem capacidade de os produzir como, além disso, tem de os utilizar para sintetizar outros ácidos gordos essenciais (9).

A alimentação ocidental moderna é extremamente rica em ómega 6, que encontramos em particular na carne de porco e na carne de aves alimentados à base de milho e/ou de soja, as duas principais fontes de alimentação dos animais de criação. Como consequência deste facto, os ocidentais consomem geralmente quantidades amplamente suficientes de ómega 6. Regra geral, é completamente inútil procurar aumentar os aportes de ómega 6.

Da mesma forma, com o desenvolvimento, a partir dos anos 50 do século XX, dos alimentos industriais, inúmeros ocidentais têm hoje em dia uma alimentação demasiado rica em ácidos gordos trans que, por seu lado, têm efeitos nocivos no organismo.

Por último, inversamente a alimentação ocidental é geralmente demasiado pobre em ómega 3. Assim, por exemplo, o corpo humano sintetiza ele próprio DHA e EPA, ácidos gordos essenciais, graças aos aportes de ómega 3 da alimentação, mas em quantidades insuficientes.

Défice de ómega 3; mudar a sua alimentação, interesse do óleo de krill...

Foi com base numa revisão completa dos estudos sobre os diferentes ácidos gordos que um investigador francês concluiu em 2008 que era necessário aumentar os aportes de ácido alfa-linolénico (precursor dos ómega 3) bem como os aportes de peixes gordos, que contêm ómega 3 (10-11).

Para conseguir um equilíbrio correto entre ómega 3 e ómega 6, convém portanto escolher uma dieta alimentar equilibrada, rica em peixes gordos, que mantenha ou reduza a quantidade de carne, e evita os produtos industriais transformados.

Ao fornecer DHA e EPA diretamente ao organismo, o óleo de krill contribui igualmente de forma consequente para responder a esta necessidade urgente de aumento dos aportes de ómega 3.

Referências

  1. QUETIN, LANGDON B., ROSS, ROBIN M., Behavioral and Physiological Characteristics of the Antarctic Krill, Euphausia superba, American Zoologist, 2015, https://doi.org/10.1093/icb/31.1.49
  2. Beaudoin A, Martin G. Procédé d'extraction de l'huile de krill ou de calanus ou de crustacés. Université de Sherbrooke. Canada, 2000
  3. Tou, Janet C., Jaczynski, Jacek, Chen, Yi-Chen, Krill for Human Consumption: Nutritional Value and Potential Health Benefits, Nutrition Reviews, 2007, DO 10.1111/j.1753-4887.2007.tb00283.x
  4. EU Register of nutrition and health claims made on foods (v.3.5)
  5. Jean-Marie BOURRE, Relations entre acides gras oméga‐3, oméga‐9, structures et fonctions du cerveau. Le point sur les dernières données. Le coût financier alimentaire des oméga‐3, Oléagineux, Corps Gras, Lipides. Volume 10, Numéro 3, 165-74, Mai 2003, Colza : enjeux et nouvelles synergies de la recherche, NUTRITION
  6. Ramprasath VR, Eyal I, Zchut S, Shafat I, Jones PJ. Supplementation of krill oil with high phospholipid content increases sum of EPA and DHA in erythrocytes compared with low phospholipid krill oil. Lipids Health Dis. 2015 Nov 4;14:142. doi: 10.1186/s12944-015-0142-y. PMID: 26537218; PMCID: PMC4632328.
  7. Naguib YM. Antioxidant activities of astaxanthin and related carotenoids. J Agric Food Chem. 2000 Apr;48(4):1150-4. doi: 10.1021/jf991106k. PMID: 10775364.
  8. Ulven, S.M., Kirkhus, B., Lamglait, A. et al. Metabolic Effects of Krill Oil are Essentially Similar to Those of Fish Oil but at Lower Dose of EPA and DHA, in Healthy Volunteers. Lipids 46, 37–46 (2011). https://doi.org/10.1007/s11745-010-3490-4
  9. https://www.anses.fr/fr/content/les-lipides
  10. Dr Jean-Michel Lecerf, Acides gras et maladies cardiovasculaires De l’épidémiologie à la pratique clinique, Chole-Doc, numéro 110, novembre - décembre 2008, Centre de recherche et d'information nutritionnelle
  11. https://www.anses.fr/fr/content/les-lipides
Se gostou, partilhe Pinterest

Comentários

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário
Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião
A nossa seleção de artigos
Homem que sofre de hemorroidas
Hemorroidas – 5 remédios naturais a aplicar

Dores, ardores ou hemorragias ao nível do ânus; inúmeras pessoas sofrem de hemorroidas (fala-se de 75% das pessoas com mais de 45 anos). Felizmente, alguns remédios naturais ajudam a livrar-se delas; descubra quais.

Doutorada perita em suplementos de ómega 3
Entrevista – porque é que Super Omega 3 é o melhor suplemento de ómega 3?

O que é que torna o suplemento Super Omega 3 tão puro, estável e eficaz? Iren Stoknes, doutorada em biotecnologia e responsável de I&D na Epax® há 13 anos, desvenda-lhe os seus segredos de fabrico.

Forma de coração sobre uma planta
As 6 melhores plantas medicinais para o coração

Desde a noite dos tempos que o ser humano representa a vida usando a imagem de um coração. O ser humano identificou também precocemente as plantas que contribuem para a saúde do sistema cardiovascular. Descubra as 6 plantas mais eficazes para este efeito.

Pernas pesadas simbolizadas por pés de elefante
Pernas pesadas – 7 remédios naturais a conhecer

Sofre de pernas pesadas e isso tolhe-lhe os movimentos no quotidiano? Descubra alguns truques simples e naturais para recomeçar com pernas leves!

Alimentos vegetarianos e de origem animal ricos em ómega 3
Quais são as grandes fontes vegetarianas e animais de ómega 3?

Os ómega 3 são ácidos gordos poli-insaturados cruciais para o nosso organismo. São fornecidos principalmente pela alimentação. Descubra os alimentos mais ricos em ómega 3 e como tirar o melhor partido deles.

Dieta DASH anti hipertensão rica em frutas e legumes
Dieta DASH contra a hipertensão arterial – princípio e menu tipo

Tem a tensão alta e deseja evitar os tratamentos a longo prazo? Sabia que pode fazer baixar a tensão alterando os seus hábitos alimentares? É isso que propõe a dieta DASH. Explicação e menus tipo desta dieta.

Estes produtos devem interessar-lhe

Super Omega 3Super Omega 3

EPA e DHA: um produto o mais natural, puro, potente e estável do mercado

28.00 €(31.62 US$)
+
Arctic Plankton OilArctic Plankton Oil

O óleo de Calanus, o tesouro nutricional do Ártico para potenciar a saúde do coração e lutar contra a inflamação.

43.00 €(48.56 US$)
+
Lactobacillus reuteriLactobacillus reuteri

Um probiótico de nova geração ao serviço da saúde cardiovascular

24.00 €(27.10 US$)
+
Coenzyme Q10 30 mgCoenzyme Q10 30 mg

Em base lipídica: biodisponibilidade triplicada !

37.00 €(41.78 US$)
+
Celery3nb™ 75 mgCelery3nb™ 75 mg

Uma arma natural e eficaz para controlar a hipertensão.

36.00 €(40.65 US$)
+
Triple ProtectTriple Protect

Prevenir o imprevisível no plano cardiovascular

78.00 €(88.08 US$)
+
Cardio BoosterCardio Booster

Protecção e reforço multiformes da saúde cardiovascular

39.00 €(44.04 US$)
+
Ubiquinol™ 100 mgUbiquinol™ 100 mg

Forma mais activa e biodisponível da CoQ10

82.00 €(92.60 US$)
+
© 1997-2021 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2021 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
Nortonx
secure
Warning
ok