0
pt
US
X
× SuperSmart Informar-se por pergunta de saúde Artigos novos Artigos populares
Visitar a nossa loja A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Nutrição cerebral Guias e tutorials

Qual é o melhor nootrópico para reforçar o cérebro?

Exames de fim de ano, desafios profissionais, vontade de manter as suas capacidades cerebrais com o passar dos anos, etc. Descubra os melhores nootrópicos naturais para estimular as suas capacidades cognitivas.
Nootrópicos mais potentes para o cérebro
Dê ao seu cérebro o estímulo de que ele precisa!
Rédaction Supersmart.
2022-05-24Comentários (0)

Os nootrópicos – “smart drugs” naturais muito na moda

O termo “nootrópico” designa todas as substâncias que melhoram a cognição.

Durante décadas, os estudantes e os profissionais que desejavam potenciar as suas capacidades de concentração, memória e desempenhos cognitivos de uma forma geral, viravam-se para as anfetaminas ou para medicamentos receitados às crianças ou adolescentes com défice de atenção (TDAH). Estes produtos eram apelidados, geralmente “smart drugs” (1-3).

Mas nos últimos anos, em particular no meios estudantis e no mundo das startups, são cada vez mais as pessoas que recorrem a nootrópicos mais naturais (4).

Cada nootrópico funciona de forma diferente no cérebro; alguns atuam na ansiedade propiciando por essa via a concentração, outros estimulam o sistema dopaminérgico ou GABAérgico; outros ainda estimulam o sistema colinérgico.

É, aliás, por esta razão que os nootrópicos mais potentes são geralmente suplementos alimentares que associam várias moléculas por forma a potenciar os respetivos benefícios. Comecemos por listar os nootrópicos naturais mais reputados, antes de citar a fórmula sinérgica mais potente no final do artigo.

Os reforços naturais do cérebro mais conhecidos

O ovo – para um concentrado de acetilcolina

Comecemos por um excelente pequeno reforço do quotidiano. Elemento essencial das membranas celulares, a colina é necessária para a produção da acetilcolina, um dos neurotransmissores mais importantes, envolvido na memória e na aprendizagem.

Ora, a melhor fonte alimentar de colina (que não e sintetizada em quantidade suficiente pelo fígado e, por isso, tem de ser fornecida pela alimentação) é o ovo, ou – mais precisamente – a gema de ovo (5-6).

O Bacopa monnieri – a planta da cognição

Utilizado há mais de 3000 anos na medicina ayurvédica, o Bacopa monnieri contém um princípio ativo, os bacósidos, que estariam na origem dos seus benefícios. Este adaptogene potente (7):

É por isso que muitos consomem diariamente suplementos nootrópicos de Bacopa monnieri para apoiar o seu cérebro.

A juba de leão – um cogumelo ancestral

Juba de leão, Lion’s Mane Mushroom, ou Hericium erinaceus de seu nome botânico, é um cogumelo espantoso que se assemelha a uma longa barba branca, ou então a uma juba de leão, daí a sua alcunha.

Extremamente rico em betaglucanos, polissacáridos, mas também em hericetonas, derivados fenólicos, este cogumelo integra a farmacopeia tradicional chinesa há milénios, onde é utilizado para atrasar o envelhecimento e conservar uma boa memória.

Vários estudos procuram, aliás, analisar o seu potencial enquanto tratamento das perturbações mentais que surgem com o avanço da idade (8-10).

É por essa razão que é considerado por muitos como um potente nootrópico natural e tradicional, e consumido abundantemente na forma de cápsulas de juba de leão.

A Rhodiola rosea – um estimulante cognitivo

Planta vivaz que cresce nos solos arenosos, rochosos e secos, a rhodiola, ou Rhodiola rosea, é utilizada desde a Antiguidade grega como planta medicinal e é estudada desde a década de 1960 para confirmar os seus benefícios e princípios ativos.

Rica em rosavina e em salidrósido, glicósidos e derivados de fenoxietanol, a rhodiola estimula o metabolismo energético, aumentando assim os níveis de ATP e de fosfato de creatina nas mitocôndrias.

É provavelmente graças a este facto que a rhodiola é reconhecida por:

A rhodiola é, por isso, igualmente um nootrópico vegetal eficaz para fortalecer o seu cérebro (pensemos, por exemplo, no suplemento Rhodiola rosea).

O chá verde – foco nos suplementos de L-teanina

Um aminoácido isolado em 1945 nas folhas do chá verde por cientistas japoneses, a L-teanina permitiria aumentar os níveis de serotonina, de dopamina e de GABA (12).

As duas primeiras são consideradas hormonas do prazer em virtude do efeito calmante e anti stress que têm. O ácido gama-amino-butírico (GABA), por seu lado, não só é um célebre neurotransmissor inibitório do sistema nervoso, como também está envolvido no processo de memorização e de funcionamento cognitivo. Atuaria modulando a atividade dos neurónios.

Estes efeitos contribuiriam para o grande sucesso do chá verde. Para aumentar o seu aporte de L-teanina, algumas pessoas viram-se igualmente para os suplementos dedicados (como Suntheanine®) (13).

O melhor nootrópico – uma fórmula sinérgica

Como foi dito mais acima, o suplemento nootrópico natural mais potente será forçosamente uma fórmula que associe vários nootrópicos naturais de forma a potenciar os respetivos efeitos.

Assim, ao associar Bacopa monnieri, Gingko biloba (reconhecido por contribuir para apoiar a circulação sanguínea periférica, associada a uma boa reatividade cerebral), vitamina B12 (que contribui para reduzir a fadiga e é boa para o sistema nervoso), L-teanina, cafeína anidra (reconhecida por propiciar a concentração) e taurina, obtemos um nootrópico super potente e natural para impulsionar o seu cérebro; é o caso da fórmula sinérgica Smart Pills.

Referências

  1. LOW, K. Graff et GENDASZEK, A. E. Illicit use of psychostimulants among college students: a preliminary study. Psychology, Health & Medicine, 2002, vol. 7, no 3, p. 283-287.
  2. DE OLIVEIRA CATA PRETA, Bianca, MIRANDA, Vanessa Iribarrem Avena, et BERTOLDI, Andréa Dâmaso. Psychostimulant use for neuroenhancement (smart drugs) among college students in Brazil. Substance Use & Misuse, 2020, vol. 55, no 4, p. 613-621.
  3. RYCHKOVA, O. V. Smart drugs are as a dangerous model of psychoactive substance use. Journal of Modern Foreign Psychology, 2021, vol. 10, no 2, p. 44-54.
  4. MALIK, Ruchi, SANGWAN, Abhijeet, SAIHGAL, Ruchika, et al.Towards better brain management: nootropics. Current medicinal chemistry, 2007, vol. 14, no 2, p. 123-131.
  5. ZEISEL, Steven H. et DA COSTA, Kerry-Ann. Choline: an essential nutrient for public health. Nutrition reviews, 2009, vol. 67, no 11, p. 615-623.
  6. WALLACE, Taylor C. A comprehensive review of eggs, choline, and lutein on cognition across the life-span. Journal of the American College of Nutrition, 2018, vol. 37, no 4, p. 269-285.
  7. PASE, Matthew P., KEAN, James, SARRIS, Jerome, et al.The cognitive-enhancing effects of Bacopa monnieri: a systematic review of randomized, controlled human clinical trials. The Journal of Alternative and Complementary Medicine, 2012, vol. 18, no 7, p. 647-652.
  8. NKODO, Amelie. A systematic review of in-vivo studies on dietary mushroom supplementation for cognitive impairment (P14-021-19). Current Developments in Nutrition, 2019, vol. 3, no Supplement_1, p. nzz052. P14-021-19.
  9. SAITSU, Yuusuke, NISHIDE, Akemi, KIKUSHIMA, Kenji, et al.Improvement of cognitive functions by oral intake of Hericium erinaceus. Biomedical Research, 2019, vol. 40, no 4, p. 125-131.
  10. SHENG, Xiaotong, YAN, Jingmin, MENG, Yue, et al.Immunomodulatory effects of Hericium erinaceus derived polysaccharides are mediated by intestinal immunology. Food & function, 2017, vol. 8, no 3, p. 1020-1027.
  11. CROPLEY, Mark, BANKS, Adrian P., et BOYLE, Julia. The effects of Rhodiola rosea L. extract on anxiety, stress, cognition and other mood symptoms. Phytotherapy research, 2015, vol. 29, no 12, p. 1934-1939.
  12. NATHAN, Pradeep J., LU, Kristy, GRAY, Marcus, et al.The neuropharmacology of L-theanine (N-ethyl-L-glutamine) a possible neuroprotective and cognitive enhancing agent. Journal of herbal pharmacotherapy, 2006, vol. 6, no 2, p. 21-30.
  13. NATHAN, Pradeep J., LU, Kristy, GRAY, Marcus, et al.The neuropharmacology of L-theanine (N-ethyl-L-glutamine) a possible neuroprotective and cognitive enhancing agent. Journal of herbal pharmacotherapy, 2006, vol. 6, no 2, p. 21-30.
Se gostou, partilhe Pinterest

Comentários

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário
Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião
A nossa seleção de artigos

Estes produtos devem interessar-lhe

VinpocetineVinpocetine

Propicia o metabolismo, a circulação e a oxigenação do cérebro

29.00 €(29.76 US$)
+
Ginkgo Biloba 60 mgGinkgo Biloba 60 mg

Extracto (50:1) normalizado 24% glicósidos flavonóides de ginkgo

28.00 €(28.74 US$)
+
Mucuna pruriensMucuna pruriens

Um extrato excecional de Mucuna pruriens com propriedades anti Parkinson

33.00 €(33.87 US$)
+
NoopeptNoopept

Melhora a memória, o humor e a criatividade

22.00 €(22.58 US$)
+
Neurex™Neurex™

Uma fórmula potente e sinérgica para prevenir ou retardar a degenerescência cerebral.

45.00 €(46.19 US$)
+
HomotaurineHomotaurine

Atrasa o declínio das funções cerebrais e cognitivas

19.00 €(19.50 US$)
+
Idebenone 45 mgIdebenone 45 mg

Análogo da CoQ10, mais potente e com acção multiforme

39.00 €(40.03 US$)
+
N-Acetyl L-TyrosineN-Acetyl L-Tyrosine

Rapidamente convertida em noradrenalina e dopamina

22.00 €(22.58 US$)
+
© 1997-2022 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2022 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
Nortonx
secure
Warning
ok