0
pt
US
1 máscara gratuita por cada encomenda; 1 pack "máscara + frasco de álcool-gel" grátis por cada encomenda de valor igual ou superior a 120€
X
× SuperSmart Informar-se por pergunta de saúde Artigos novos Artigos populares Visitar a nossa loja A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Coração e Circulação sanguínea Perguntas – Respostas

Quais são as diferenças entre a vitamina K1 e a vitamina K2?

Fala-se muitas vezes de vitamina K, sem mencionar que, na realidade, existem duas formas principais: a filoquinona (K1) e a menaquinona (K2). Sabe o que as distingue?
Fotografias dos alimentos mais ricos em vitamina K1, ou seja, filoquinona.
vitamina K1
Rédaction Supersmart.
2019-11-29Comentários (0)

A vitamina K existe no estado natural em duas formas principais: a filoquinona (K1) e a menaquinona (K2). A vitamina K1 provém essencialmente dos legumes verdes de folhas e desempenha um papel importante na coagulação sanguínea, ao passo que a vitamina K2 é sobretudo sintetizada ao nível do cólon e é indispensável para uma boa saúde arterial e óssea. Ambas são absorvidas ao nível do intestino delgado.

A vitamina K1, indispensável à coagulação do sangue

A filoquinona é um co-fator essencial para o sistema circulatório; sem ela, o fígado não consegue sintetizar as moléculas que asseguram a coagulação do sangue (1). Uma carência grave causa risco de hemorragia, ao passo que certos tratamentos anticoagulantes combatem a ação da vitamina K.

Encontramos a vitamina K1 nos legumes verdes (espinafres, couve verde, alface, brócolos…) e nos óleos de soja e de colza.

A vitamina K2, indispensável à saúde das artérias e dos ossos

Tal como a vitamina K1, a vitamina K2 é um ativador de proteínas e está envolvida na coagulação sanguínea (2). É reconhecida mais frequentemente pelo seu papel crucial na manutenção da flexibilidade das artérias (3). A menaquinona ativa a proteína MGP, que está envolvida na eliminação do cálcio nas artérias, limitando assim a respetiva calcificação e os riscos associados, tal como a hipertensão arterial.

O seu papel no metabolismo do cálcio confere-lhe igualmente uma função protetora da densidade óssea (4), nomeadamente nas pessoas em risco (mulheres menopáusicas, lactentes); sem a vitamina K2 o cálcio não conseguiria fixar-se na osteocalcina, uma proteína que – após esta fixação – permite solidificar a estrutura dos ossos.

A sua estrutura química permite-lhe ficar por mais tempo no sangue do que a vitamina K1; esta última pode manter-se algumas horas, ao passo que a vitamina K2 pode manter-se alguns dias, para efeitos mais duradouros (5).

A vitamina K2 é sintetizada no corpo humano graças a bactérias existentes no cólon. Também a encontramos em alimentos muito fermentados, como a chucrute, o natto (preparo japonês à base de sementes de soja fermentadas), o queijo, o fígado, os iogurtes e, obviamente, os complementos alimentares. No catálogo Supersmart encontra a única forma de vitamina K2 capaz de aumentar até 8 vezes os níveis de vitamina K no sangue: MK-7 90 mcg. É acondicionada na forma de cápsulas de gelatina mole para maximizar a sua absorção, associada à vitamina D para um efeito sinérgico e sustentada por estudos científicos!

Referências

  1. Thilo Krueger, Vincent M. Brandenburg, Leon J. Schurgers, Jürgen Floege : Vitamin K in vascular health – more than just a role in coagulation. Port J Nephrol Hypert. 2008, Vol. 22(2), pp 143-148. 
  2. Theuwissen E, Teunissen KJ, Spronk HMH, Hamulyák K, Ten Cate H, Shearer MJ, Vermeer C, Schurgers LJ : Effect of low-dose supplements of menaquinone-7 (vitamin K2 ) on the stability of oral anticoagulant treatment: dose-response relationship in healthy volunteers. J Thromb Haemost. 2013, Vol. 11, pp 1085–1092. 
  3. Olivier Phan, Michel Burnier : Calcifications vasculaires et déficit en vitamine K : un facteur de risque modifiable dans l’insuffisance rénale chronique. Rev Med Suisse. 2013, Vol. 9, pp 451-455. 
  4.  Iwamoto J, Takeda T, Sato Y : Effects of vitamin K2 on osteoporosis. Curr Pharm Des. 2004, Vol. 10(21), pp 2557-76.
  5. Schurgers LJ, Teunissen KJ, Hamulyák K, Knapen MH, Vik H, Vermeer C. : Vitamin K-containing dietary supplements: comparison of synthetic vitamin K1 and natto-derived menaquinone-7. Blood. 2007, Vol. 109(8), pp 3279-83.
Se gostou, partilhe Pinterest

Comentários

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário
Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião
A nossa seleção de artigos

Estes produtos devem interessar-lhe

Super Omega 3Super Omega 3

EPA e DHA: um produto o mais natural, puro, potente e estável do mercado

25.00 €(28.19 US$)
+
Arctic Plankton OilArctic Plankton Oil

O óleo de Calanus, o tesouro nutricional do Ártico para potenciar a saúde do coração e lutar contra a inflamação.

42.00 €(47.36 US$)
+
Lactobacillus reuteriLactobacillus reuteri

Um probiótico de nova geração ao serviço da saúde cardiovascular

21.00 €(23.68 US$)
+
Coenzyme Q10 30 mgCoenzyme Q10 30 mg

Em base lipídica: biodisponibilidade triplicada !

34.00 €(38.34 US$)
+
Celery3nb™ 75 mgCelery3nb™ 75 mg

Uma arma natural e eficaz para controlar a hipertensão.

33.00 €(37.21 US$)
+
Triple ProtectTriple Protect

Prevenir o imprevisível no plano cardiovascular

69.00 €(77.80 US$)
+
Cardio BoosterCardio Booster

Protecção e reforço multiformes da saúde cardiovascular

34.00 €(38.34 US$)
+
Ubiquinol™ 100 mgUbiquinol™ 100 mg

Forma mais activa e biodisponível da CoQ10

73.00 €(82.31 US$)
+
© 1997-2020 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2020 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
Nortonx
secure
Warning
ok