0
pt
US
X
× SuperSmart Informar-se por pergunta de saúde Artigos novos Artigos populares Visitar a nossa loja A minha conta Smart Prescription Blog Programa de fidelização Idioma: Português
Cuidado das articulações, dos ossos e dos músculos Dossiers

Saber tudo sobre as articulações!

Um em cada três Franceses sofre (ou virá a sofrer) de dores nas articulações. Como prevenir, como tratar, que gestos adotar, quais as soluções naturais? Contamos-lhe tudo.
Saber tudo sobre as articulações!
Rédaction Supersmart.
2016-12-16 (blog.publication: 2016-12-05)Commentaires (0)

Os estalidos são benignos

Quer sejam voluntários ou não, os estalidos das articulações não são graves e não afetam absolutamente nada as articulações, contrariamente a uma ideia amplamente divulgada. Estes devem-se a uma expansão do líquido sinovial (líquido que envolve as articulações), mas não tem qualquer efeito sobre a saúde das articulações. Em contrapartida, podem ocultar um problema mais aborrecido (artroses, por exemplo) se forem acompanhados por dores ou inchaço. Convém, então, consultar um médico.

As dores articulares aumentam com a idade

As patologias articulares pode ocorrer em qualquer idade, mas verifica-se que os problemas articulares se tornam mais comuns à medida que envelhecemos. Assim, mais do que uma pessoa com mais de 65 anos em cada três sofre de dores nas articulações, especialmente a nível das articulações de apoio (ancas, joelhos) e mãos.

O exercício físico é uma ajuda preciosa para limitar as dores nas articulações

Praticar desporto permite manter as articulações, trabalhando a mobilidade articular, mas também reforçando a estruturaarticular. Um exercício moderado, regular e a longo prazo é, por conseguinte, uma excelente opção para preservar as articulações, mas também melhorar o seu estado em caso de dores recorrentes. Na condição, contudo, de optar por um desporto de resistência suave (natação, bicicleta, caminhadas…), sobretudo em caso de dores já instaladas. Por outro lado, uma má prática desportiva pode ser tão prejudicial como uma ausência total de desporto.

O excesso de peso aumenta as dores articulares

É mecânico. Quanto maior for o peso, mais as articulações são solicitadas e fragilizadas. E também se desgastam mais rapidamente. Isto é particularmente evidente no que se refere às articulações dos membros inferiores, mas não só. Assim, as pessoas obesas são mais expostas à artrose do joelho (gonartrose) e às próteses das ancas, mas também sofrem com mais frequência de artroses das mãos e dos pulsos. Determinados estudos revelaram mesmo que um excesso de peso (sem falar de a obesidade) pode ter as mesmas consequências. Especialmente porque, ao ganharmos peso, temos tendência a mexermo-nos menos, agravando, assim, os problemas articulares.

As plantas podem ser um recurso interessante em caso de dores articulares

Muitas plantas são conhecidas por tratar e/ou aliviar as dores e os problemas articulares. Uma ação benéfica que pode ser considerada como prevenção ou tratamento complementar. Entre às plantas mais interessantes, pode-se citar a rainha-dos-prados que contém ácido salicílico que produz os mesmos efeitos que a aspirina, a curcuma, que reforça as cartilagens, a cavalinha que melhora a síntese do colagénio…

Existem anti-inflamatórios naturais

Conhece a boswellia? Com o nome científico bostewellia serrata, esta árvore, proveniente da Índia, é muito utilizada nos produtos aiurvédicospara tratar as dores reumáticas. A justo título! As mais recentes investigações revelam que a boswellia (de que se utiliza principalmente a resina) age como um potente anti-inflamatório, mas sem provocar efeitos secundários Há outras plantas também conhecidas pelas suas propriedades anti-inflamatórias - a urtiga, a cavalinha, o harpagophytum (ou garra-do-diabo), o salgueiro branco ... - podendo substituir (após aconselhamento de um profissional de saúde) os tratamentos convencionais para aliviar as inflamações das articulações.

Numerosas patologias podem afetar as articulações

Reumatismo, artrose, artrite ou poliartrite reumatoide ou artralgias, existem dezenas de doenças distintas que podem surgir a nível das articulações. Aliás, no termo”reumatismo” são incluídas várias patologias diferentes. Na sequência de um traumatismo ou de uma doença associada (gota), transmitida por uma bactéria (reumatismo articular agudo) ou uma carraça (doença de Lyme), relacionada com a idade ou com o excesso de peso, as lesões articulares podem ter sintomas e graus de gravidadediferentes.

Pode-se “alimentar” as articulações com moléculas orientadas

Vários estudos revelaram que a associação de glucosaminas e de condroítina, duas moléculas diretamente implicadas na formação e na resistência das cartilagens, podia ajudar os doentes afetados por artroses (os resultados, em contrapartida, não são os mesmos para as moléculas tomadas separadamente). Estas duas substâncias naturalmente presentes no organismo veem, por outro lado, a sua produção afetada pelaidade e as doenças articulares. Nestas condições, a suplementação (combinando imperativamente as duas moléculas) pode ser uma boa opção. Segundo um primeiro estudo, os efeitos benéficos são verificados em 80% dos pacientes, enquanto outro destaca a diminuição dos estalidos, dos inchaços e das dores numa maioria de indivíduos.

Ácidos gordos e antioxidantes estão implicados na saúde das articulações

Pode evitar futuras doenças comuns ou aliviar dores e rigidez, adotando uma alimentação saudável, equilibrada e variada (assim, combaterá o excesso de peso, que agrava os fenómenos inflamatórios), mas também, apostando nos nutrientes certos. Quais? Os antioxidantes (de que são ricos os frutos e os legumes), que lutam contra o stress oxidativo e estimulam a renovação celular da matriz da cartilagem, os ácidos gordos (contidos nos óleos, nos peixes gordos, etc.) que diminuem ainflamação e odesgaste da cartilagem ou as vitaminas e os minerais indispensáveis para a construção óssea e articular. Se não tiver a certeza de ter uma alimentação suficientemente rica nestes nutrientes essenciais, pode optar por uma suplementação à base de suplementos alimentares dirigidos.

Se gostou, partilhe

Commentaires

Deve estar ligado à sua conta para poder deixar um comentário
Este artigo ainda não foi recomendado; seja o primeiro a dar a sua opinião
A nossa seleção de artigos

Estes produtos devem interessar-lhe

Joint Support Formula Joint Support Formula

Fórmula especialmente concebida para as articulações

47.00 €(51.77 US$)
+
MK-7 90 mcg + Vitamin D3MK-7 90 mcg + Vitamin D3

Agora em mono-dose diária! Uma forma altamente biodisponível de vitamina K2

35.00 €(38.55 US$)
+
Super Boswellia 100 mgSuper Boswellia 100 mg

Normalizado a 20% AKBA O incontornável antiálgico que melhora a flexibilidade e o conforto articular.

32.00 €(35.25 US$)
+
Novo
Muscle Relaxing FormulaMuscle Relaxing Formula

O remédio natural universal para aliviar eficazmente as dores musculares

49.00 €(53.97 US$)
+
-35%
Bone Morphogenetic ProteinsBone Morphogenetic Proteins

Cyplexinol® Para uma regeneração completa do sistema ósteo-articular

38.35 €59.00 €(42.24 US$)
+
OptiMSM®OptiMSM®

Fórmula melhorada Precursor dos mucopolissacáridos (condroitina, glucosamina, ácido hialurónico)

25.00 €(27.54 US$)
+
Tendo-Fix 250 mgTendo-Fix 250 mg

Propicia a saúde e a flexibilidade dos tendões

30.00 €(33.04 US$)
+
Orthosilicic AcidOrthosilicic Acid

Ácido ortosilícico (silício) biodisponível e estabilizado.

27.00 €(29.74 US$)
+
© 1997-2019 Supersmart.com® - Reservados todos os direitos de reprodução
© 1997-2019 Supersmart.com®
Reservados todos os direitos de reprodução
x
secure